domingo, 4 de setembro de 2011

Musée de l'Orangerie, Paris

Sempre que estou em Paris no primeiro domingo do mês aproveito para visitar algum museu ou monumento nacional que é gratuito nessa data! E isso vale para outras cidades francesas que possuem atrações gratuitas! Pode parecer mesquinharia da minha parte, mas eu prezo o meu suado dinheirinho e não hesito quando posso fazer alguma economia!

Hoje foi dia de visitar o Musée de L'Orangerie, muito conhecido por acolher as Nymphéas de Claude MONET. Tratam-se de 8 enormes murais que o pintor começou a criar a partir de 1914.





Mas além dessas obras mundialmente conhecidas de Monet, ele conta com muitas outras, oriendas da coleção de um dos maiores marchands (negociador de obras de arte) parisenses de arte moderna, Paul Guillaume.

A descobrir na coleção permanente do museu:
André DERAIN, com 28 pinturas, dentre elas essas que adorei!

 Madame Paul Guillaume
Arlequin et Pierrot

Amedeo MODIGLIANI, que particularmente tenho um pouco de dificuldades em apreciar, mas que é um artista muito importante da época.

Paul Guillaume
O jovem aprendiz

Marie LAURENCIN, de quem o museu possui 5 telas. Laurencin fazia parte do círculo de artistas e poetas de Picasso e teve uma grande história de amor com o escritor Apollinaire.

Portrait de Mademoiselle Chanel

Portrait de Madame Paul Guillaume

Paul GAUGUIN

Auguste RENOIR, em 24 obras que testemunham sua preferência pela figura humana e particularmente o nu feminino.
 Jeunes filles au piano

De Pablo PICASSO restam 12 quadros. O marchand e colecionador tinha adquirido muitos outros, inclusives do período cubista, mas a sua viúva os vendeu!
Grande Baigneuse
No museu encontramos igualmente obras de Matisse, Cézanne, Rousseau, Sisley, Utrillo, Soutine e Van Dongen.


Eu me senti realmente no meio de um lago com essa magnífica vegetação e colorido!

Musée de l’Orangerie - Jardin des Tuileries
Paris
Acesso: metrô Concorde

12 comentários:

Nathy disse...

Achei que só tivesse Monet nesse museu! Por isso nem cheguei a ir, fui direto em Giverny.

Lulu disse...

eu to querendo ir em Ginerny esse mês, vamos ver se consigo.

Esse museu ai vi na TV, mas acho q esse ano nao vai dar pra ir. Vc sabe o preço atual?

bjim

Milena F. disse...

Nathy e Lu, Giverny é lindo, uma maravilha, mas lá não estão expostas obras originais do pintor.
Mas na mesma rua da casa do Monet tem o museu dos impressionismos, que é bem interessante! E veja bem as datas, pois a casa do Monet deve fechar em breve (acho que início de outubro) e só reabre em abril.
O preço vc quer dizer do museu? O ingresso normal custa 7,50€, 13€ incluindo a visita conjunta do museu D'Orsay. Quando à casa do Monet não me lembro, acho que uns 9€...

CACAU REZENDE disse...

amo Monet..lindas obras.. belo passeio.

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

(eu tb ando com problemas para comentar nos blogs, não sei oque acontece)

que coisa ESPECIAL esse seu post. Lindo demais! pela explicação, arte e ver esse seu bonito sorriso (falo com sincero sentimento de amizade, não é cantada tá rs)

lembro q qdo teve aqui a expo Monet, em Nagoya, as pessoas admiravam os quadros e muitos ficavam com os olhos marejados.

bjs e bom dia!

cintia disse...

Que passeio bom!

Adriana Alencar disse...

Imagine a sensação de grandeza interior ao contemplar essas obras!
Bj
Adri

Milena F. disse...

Cacau e Cintia, realmente um passeio muito prazeroso!!!

Alexandre, vc tinha comentado sobre essa exposição de Monet em Nagoya, realmente ele faz sucesso por onde vai, imagina, mesmo quase 100 anos após ter realizado essas maravilhas! Não se preocupe, adorei o elogio, você é um amor e não interpretei como cantada não!

Adriana, eu senti muita paz... a emoção é enorme quando a gente consegue "interagir" com esses exemplos de criação.

Georgia disse...

Milena, vivendo em terras francesas tem mais é que aproveitar.

Adorei a última foto. Linda!

Bjao

Anônimo disse...

Não leva a mal, só não vejo o interesse em visitar museus com tanta coisa pra fazer

Vanessa Cunha disse...

Adoro Monet e adoraria ver de perto uma obra dele, que só conheço de livros. seu post me fez literalmente viajar!Bjs

Sylvain disse...

"Les Nymphéas ",le grand rêve de Monet...La fragilité et l'incertitude des formes et des surfaces sont rendues par une juxtaposition des touches colorées créant une vibration et évoquant une impression,une perception sensible des formes.Ce projet unique au musée de l'Orangerie affirme la volonté de Monet de produire une peinture décorative destinée à IMMERGER PHYSIQUEMENT le spectateur dans sa peinture...Une sorte d'aboutissement éclatant de sa démarche artistique et de son travail acharné!!!A voir