sábado, 11 de outubro de 2014

O que os franceses comem no dia a dia?

Os hábitos alimentares dos franceses mudam de acordo com as regiões do país, mas resolvi fazer uma seleção do que se come no dia a dia na casa dos franceses a partir do que observo por aí, das perguntas que faço e até mesmo do que vejo as pessoas comprando nos supermercados e feiras!

- Entrada
Quando falamos em "refeição francesa", pensamos direto da divisão entrada-prato-sobremesa. Eh verdade que os franceses se organizam dessa forma e ainda hoje não consigo entender como o anfitrião consegue preparar tudo, servir as entradas e logo em seguida o prato, tudo quentinho e sem dar a impressão aos convidados de que esperam uma eternidade! Quando tento fazer aqui em casa não dá certo, fico muito tempo na cozinha entre a entrada e o prato, para mim é um grande estresse.  Agora até costumo colocar tudo na mesa ao mesmo tempo, para estranhamento de muitos.
Mas isso é geralmente em ocasiões especiais, quando os franceses recebem visitas. No dia a dia, mesmo se os franceses preferem comerçar com uma "entrada", será algo bem mais simples, como um pâté, terrine, rilletes que geralmente já se compra pronto. Elas são geralmente de pato ou porco, mas podem ser de outros animais.

Também pode ser um abacate cortado pela metade e servido com um molho de saladas, tomates cerejas sem mais nada (as crianças adoram) ou então uma outra entrada muito consumida na França (mesmo se também em outros países como Itália e Espanha) no verão é melão com presunto seco. Uma delícia!

Pode ser uma salada verde, salada de cenoura ralada, salada de batata similar à nossa maionese, ou o taboulé, que se faz em casa mas que se encontra pronto em qualquer supermercado.

Também se faz muita "tarte" ou "quiche": uma massa ao fundo, coloca-se os ingredientes que desejamos (queijo, atum, champignons, legumes, etc) e tudo vai ao forno. Pode ser servida como entrada ou como prato.

-Pratos:
Sobre os pratos, existem alguns que são os "clássicos das famílias francesas" e que provavelmente todo francês conhece:

- saucisse-purée: salsicha (ou linguiça) com purê de batatas. Existem diversos tipos de "saucisses", mas eu gosto particularmente da dita "de strasbourg", ligeiramente defumada, uma delícia! E o purê pode ser homemade ou então a preparação comprada em supermercado (a marca mais conhecida é a Mousline).


- Maccaroni au four: massa bem pequena que após cozida vai ao forno para ser gratinada, com molho e queijo.

Pessoalmente eu nunca tinha entendido o interesse, já que para mim a vantagem do macarrão é que ele é rápido de fazer, e se a gente faz um segundo cozimento, é um disperdício de tempo e de gás (ou eletricidade). Até que meu marido que me incomodava tanto porque "nunca mais tinha comido esse prato desde o nosso casamento" resolveu fazer algumas vezes, e não é que é bom mesmo?

- Coquilletes au jambon: um outro tipo de macarrão, com presunto. Simples, não? Quem nunca fez em casa?

 - Pâtes à la carbonara = macarrão à carbonara, como o que se come no Brasil (da receita italiana), mas o bacon é um pouco diferente. 

Bom, pelo que pude perceber os franceses consomem muito macarrão do tipo macarroni e coquillette, assim que espaguetti (para espaguetti à bolonhesa) e tagliatelles. Eu já prefiro penne, fusilli (parafuso) ou "caramujo", além de outras variedades que sempre trago da Itália, e as pessoas sempre estranham quando vem aqui em casa pois não é o tipo de massa que costumam comer em casa.

- Escalopes de poulet (ou dinde) à la crème: Peito de frango (ou peru) com nata. Simples, fácil de fazer e delicioso, basta colocar o frango para refogar em uma frigideira, acrescentar champignons e depois a nata (crème fraîche). Prefiro servir com arroz, mas muitos franceses fazer com massa ou só com pão mesmo, sem outro acompanhamento.

Já que falei do pão, é algo que realmente não pode faltar na mesa dos franceses. O pão é consumido na entrada (com os pâtés), no prato principal e ao final com os queijos. 

- O churrasco francês será geralmente com linguiças e/ou carne de porco, acompanhado muitas vezes de batata frita.

- Steak frites: Bife com batata frita, inclusive o tipo de prato que é servido em qualquer bistrot. Não confundir com a carne moida que é servida crua (steak tartare), que é muito servido em restaurantes, mas que não sei até que ponto de conseme em casa (nunca vi).

- Poulet rôti: aqui também se come frango assado, que se faz em casa ou são vendidos em açougues e outros lugares que vendem comida pronta (traiteur). 

Se no Brasil a gente pensa que o arroz e o feijão são os acompanhamentos por excelência de qualquer prato, aqui na França até se come arroz (bem menos), mas nunca o feijão da forma como o comemos. Os legumes preferidos de grandes e pequenos são vagem (haricots verts) ou ervilha-cenoura (petit pois-carottes)

Para ocasiões especiais (finais de semana, visitas), geralmente se faz um "gratin", que será 99% de batatas (cortadas em rondelas e colocadas ao forno em um prato refratário com molho bechamel e queijo para gratinar), mas também tem muita gente que faz de courgettes (abobrinha), porém nesse caso as vezes é um prato único, vegetariano.

Algumas pressoas preferem tomar uma sopa ao invés de jantar no dia a dia, mas pelo que reparei os franceses preferem os "cremes". Apos cozimento, a sopa passa no liquidificador (com creme de leite ou queijo tipo polenguinho muitas vezes). Até gosto, mas para mim não fica um prato muito "leve". Prefiro uma sopa de legumes em pedaços!

A famosa sopa de cebola é tradicionalmente servida em final de festa de casamento, la pelas 5 horas da manhã... Fora isso, nunca me serviram em um jantar, nem como entrada nem como prato (não é muito chique), mas volta e meia ouço meus colegas e familiares do meu marido dizendo que comem em casa, principalmente no inverno.

- Sobremesa:

Alguns preferem comer um queijo, outros um doce (e outros os dois).

Mesmo se existem mais de 400 tipos diferentes de queijos na França, tenho reparado que se consome muito o camembert, o brie e os queijos de cabra. Falo aqui de Paris, talvez no Sul seja diferente. Na casa de famílias francesas sempre terá na geladeira um iogurte (que se come como sobremesa no dia a dia), pode ser com sabor de frutas ou natural (com açucar ou sem).
Outras sobremesas "de verdade" muito consumidas no dia a dia e fáceis de fazer são: riz au lait (arroz de leite, ou arroz doce) e mousse au chocolat.

Em relação às frutas, come-se muita maçã em qualquer época do ano, e as outras frutas como morango, pêssego, damasco, cereja, framboesa, bergamota (mexirica), e uva de acordo com as estações. A banana também atrai muita gente, e cada vez mais!

Mas o que seria do francês se não fossem os crêpes? Pode ser sem "recheio", somente com açucar, com Nutella, geléias ou o meu preferido: caramel au beurre salé (caramelo à manteiga com sal). O mais estranho é que quando a família decide fazer "crêpes", geralmente ela "aborta" o jantar! Nenhum problema para eles se as crianças comerem a sobremesa no lugar do prato principal...
E quem vai reclamar?

9 comentários:

Amour Cafuné disse...

hummm.. Deu até fome! bju

Marta FG disse...

Haha! Eu não ia reclamar de jeito nenhum. Adorei seus ingredientes e seu post (me deu cá uma fomeee). Beijinhos.

Eliana disse...

Bom, nós visitamos nosso amigo francês e foi um barato...o maior ritual, sem contar que ele mesmo ama comer! Passamos muito bem hahaha e neste esquema de entrada, prato principal e sobremesa e eu ficava me perguntando como ele, sozinho, fazia tudo! A massa ao forno gratinada me deu água na boca! Boa semana!

Anônimo disse...

achei que eles comiam bastante cassoulet, com aqueles feijoes branco. adoro

Milena F. disse...

O Cassoulet é um prato da região do Sudoeste francês, mas como exige bastante preparação (como uma verdadeira feijoada) e é bem gorduroso, não é algo que se come no dia a dia... Tem muita gente que come 1 vez por ano (no inverno) e olhe lá! E no interior é mais comum do que na "cidade grande". Muita gente compra pronto. Alguns são realmente ótimos, feito de forma artesanal (vendido em feiras, direto do produtor, por exemplo). Mas melhor fugir do Cassoulet de 2 euros vendido no supermercado!

Flavia disse...

Saudade do seu blog!Eu agora na dieta sem glúten, mas me sustentei só de olhar esse post delícia.

Ana disse...

Engraçado que, como você falou de pratos que envolvem carne na entrada/prato principal, eu não conheço quase nenhum deles, já que o meu marido não come carne. Também depende muito da família.

E como não adorar as sobremesas? Amo tudo que seja caramel au beurre salé! <3

Unknown disse...

A que gostoso e um muito de coisa boa

Anônimo disse...

eh muito ruim