segunda-feira, 12 de maio de 2014

A água na França

Um assunto que dá muito pano para manga é sobre a água daqui. Espero que esse texto possa esclarecer a quem mora aqui e está passando por um desses problemas ou pretender vir e já ouviu coisas bem cabeludas:


- Agua calcária: a água na França é bem calcária (mais OU menos dependendo da região) o que incomoda muito uma boa parte das brasileiras que vêem uma grande modificação na pele e principalmente nos cabelos. Isso significa que ela é rica em cálcio e magnésio. No início também sofri muito com isso, minha pele ressecou muito e meus cabelos ficaram horríveis, extremamente secos nas pontas e oleosos (com caspa) no couro cabeludo. Fui testando novos produtos até que consegui encontrar meu equilíbrio e hoje prefiro meus cabelos e pele na França!

Não vou dar dicas de "produtos", pois cada cabelo ou pele são diferentes, mas vale lembrar que a maioria de nós passamos de um clima quente e úmido para um outro frio e seco, o que faz toda a diferença e provavelmente o mesmo produto que você usava no Brasil não vai servir aqui, pois suas necessidades, hábitos e problemas mudaram. Para a pele é importante se lavar com produtos que não sejam tão "decapantes" e hidratar bem, assim como beber muito líquido. 
A água muito calcária dificulta a ação de sabonetes e outros agentes limpantes, o que significa que temos que usar uma maior quantidade, e lavar o cabelo 2 vezes (geralmente a primeira vez quase nem vai fazer espuma). 
Para os cabelos, algumas técnicas aprovadas (que não uso por falta de paciência): usar um copo de água mineral no último enxague, ou um copo de água normal com uma colher de vinagre (o de maçã é uma boa opção). O vinagre é um excelente anti-calcário e vai neutralizar a sua ação. Também é importante evitar a água muito quente para o banho, que é um costume de muitos brasileiros que chegam aqui.

Esse calcário se acumula na pia, torneiras e outros. Para limpar, o vinagre é excelente e não poluente. 
Eh bom usar água "desmineralizada" (vendida em supermercados) no ferro a passar roupa e usar produtos anti-calcário na máquina de lavar roupas, para evitar que estrague os aparelhos e as roupas (principalmente escuras) fiquem esbranquiçadas.

- Queda de cabelos: é muito comum as brasileiras notarem uma queda de cabelos importante. Para alguns isso se deve à água calcária, mas os especialistas dizem que outros fatores são mais importantes do que a água: mudança de hábitos alimentares, hormônios, falta de luminosidade, estresse e mesmo depressão

 O que acontece é que muitas brasileiras chegam aqui, sofrem com o clima, mudam completamente seus hábitos alimentares, as mudanças podem causar estresse ou mesmo sintomas de depressão, então realmente o calcário na água é o menor dos problemas. Eh bom consultar um médico se o problema persistir, e é muito comum aqui tomar complementos alimentares como tratamento em algumas mudanças de estações mais sensíveis.

- Agua mineral/da torneira: muitos brasileiros não costumam beber água da torneira, mas aqui na França ela é potável e de boa qualidade. Sua concentração em cálcio e magnésio ajuda a evitar a osteoporose e outras doenças.
Não é recomendada a utilização de filtros anti-calcário que retém outros minerais que são fundamentais para o bom funcionamento do corpo, além desses filtros serem verdadeiros ninhos à bactérias.
Porém existe uma enorme escolha de água mineral para quem não se adapta ao gosto da água da torneira ou não quer beber por princípio/dúvidas (quanto ao estado das canalizações, por exemplo).
A água da torneira também é muito melhor do ponto de vista ecológico, pois não exige embalagem e não é transportada. Eh a opção número um de quem é sensível ao meio ambiente.

Cada água mineral, com concentração diferente em minerais, terá gosto diferente. Vi uma reportagem que dizia que vamos apreciar um tipo de água de acordo com o solo do local onde crescemos: se for um solo calcário, água do tipo da Evian (uma das mais populares aqui na França); se for em um solo com pouca concentração de calcário, uma água "das montanhas", como a Volvic (minha preferida). Então, antes de dizer que a água (mineral) na França tem gosto ruim, sempre recomendo provar diversas marcas, já que não dá para generalizar tendo provado tão pouco.

E vamos todos beber água!

15 comentários:

Natalia Itabayana disse...

Minha pele e cabelos estão muito bem adaptados à água aqui - eu sofro é quando estou no Brasil. Não lavo o rosto com água pra não aumentar a oleosidade, coisa que aprendi por aqui, depois de resistir no inicio. O gosto da agua também não me incomoda mais, quando cheguei foi um suplicio porque o gosto era ruim, mas rapidinho acostumei. A natureza é equilibrada: onde falta luz durante parte do ano, a agua traz o calcareo pra fortalecer os ossos. Isso é genial!

Andréa de Azevedo Freitas disse...

Há muitas opções de shampoos e condicionadores na França... Você poderia dar umas dicas de algumas marcas de supermercado que sejam boas? Obrigada antecipadamente, adoro seus posts.

Milena F. disse...

Natalia, agora tb sofro com cabelo no Brasil (fica todo "espetado" e indisciplinado :) e com a pele (oleosa lá). Quanto ao gosto tb me acostumei rapidinho!

Andréa, eu não uso shampoos ou outros produtos de higiene em supermercados, prefiro os de farmácia (parapharmacie) ou marcas próprias. Em supermercado, sempre ouvi falar bem do Ultra Doux (Garnier, mas a evitar o Fructis).

Sobreturdo evitar produtos a base de silicone, que é um mal absoluto para os cabelos. Ele deixa uma aparência de brilhante, macio e fácil de pentear, mas é só por fora, por dentro ele asfixia os cabelos, que vão ficando cada vez mais frágeis e que acabam por cair!
Bom, eu prefiro investir em um shampoo mais caro, dura tanto, pois só utilizamos mesmo algumas gotas a cada vez, inútil exagerar.

Sandra disse...

No começo eu sofri com a água calcária da Suíça, principalmente nos meus cabelos, que são naturalmente secos! Com a pele não tive problemas.
Aprendi a usar os produtos certos e igual a você, gosto mais da aparência da minha pele e do meu cabelo na Suíça do que no Brasil. Acho que o clima mais seco e frio, acabou ajudando a controlar a oleosidade da minha pele e o meu cabelo tb acaba ficando mais controlado,rs... sem contar que os bons produtos para a pele e cabelo por aqui não custam a fortuna que custariam no Brasil.
Hoje em dia já não sofro mais com a água calcária, embora ela dê um certo trabalho, pois onde moro o indíce de calc na água é alto, então a limpeza de casa tem que ser regrada, senão torneiras, pias, box do banheiro e etc... vai ficando esbranquiçado!!

Nira Lima disse...

Meus cabelos até hoje sofrem,e tenho que lavar quase todos os dias pq ficam super oleosos.Faço sempre hidratação,mas tenho a sensação que esta sempre seco.Amo tomar banho com agua quente por isto a minha pele vive seca(eu acho).O gosto da agua nunca percebi e sempre bebo da torneira mesmo,e beber muita agua é meu problemas eu esqueçoooo muitoooo bjos bjos

Eliana disse...

É...eu ainda não me adaptei com o gosto da água. Sinto um peso quando tomo água da torneira. Gosto muito da água que vem da Bélgica: SPA. Tem sabor refrescante e mais concentração de cloro do que as outras águas e eu gosto rs. Aqui o meu cabelo fica naturalmente cacheado. Só a ventania é que acaba com ele hahaha A pele ficou mais ressecada também e sensível, então tenho que cuidar mais agora. Aqui variação da "dureza"da água como eles falam varia de um bairro pra outro. Nos mudamos recentemente e eu percebi de cara a variação!

Rosangela Mira .Kinha disse...

Olá Milena

Com certeza notei desde a minha primeira visita. Outra coisa que percebi, quando lavei algumas meias e camisetas brancas, na banheira do hotel, foi que ficaram brancas, como se tivesse colocado bleach ou K-BOA.

AMIGA DA MODA by Kinha

Minha vida na Italia... disse...

Oi amiga estou sumida do blog...mas estou c uma pagina no face...deixar endereço aqui no seu blog, para vc e seus seguidores...abraço...
https://www.facebook.com/MilEUmaIdeiasParaSuaCasa

Debbie Abelha disse...

Esse post foi uma aula!
Eu nem saberia explicar como é a agua aqui na Suécia, mas uma coisa posso afirmar ela é 100 vezes melhor do que a de Fortaleza que é muito tratada, tem bastante cloro. Meu cabelo e minha pele aqui são maravilhosos, eu sinto na pele a diferença quando volto pra casa.

Nina Sena disse...

Nao moro na Franca, mas na Alemanha. O que acho estranho com relacao aos cabelos, é que aqui, os meus ficam lisos, acho um horror, porque amo meus cabelinhos mais ondulados :-(
e aqui as mulheres, brasileiras, tbm reclamam mt das mudancas nos cabelos...

A água na Alemanha, a que sai da torneira, é o produto mais bem analisado do país. A água é uma delícia, limpa e fresca! e acho milhoes de vezes mais saborosa do que a água embalada.

Clara Pontes disse...

Milena, por favor, só uma dica de um produto para cabelo! Estou desesperada!

Milena F. disse...

Clara, tudo depende do problema que você estah enfrentando com os seus cabelos.
Para que eles fiquem mais brilhosos e bonitos, é bom usar uma colher de vinagre (de maçã, de preferência) diluido em um copo d'agua e jogar nos cabelos ao final do enxague. O vinagre neutraliza os efeitos do calcario.
Algumas meninas mais desesperadas lavam enxaguam completamente com agua mineral (mas atenção, pois cada marca tem uma composição mineral diferente!)
E analise a sua alimentação (se não estah precisando de um complemento de vitaminas ou ferro, por exemplo) ou outros problemas, como estresse, principio de depressão, pois isso também pode causar queda e enfraquecimento dos cabelos.
Tudo vai depender do seu problema: queda? cabelos ressecados? oleosos? Para indicar alguma coisa eu precisaria saber um pouco mais. Porém eu aconselho evitar os produtos de supermercado, muito artificiais e cheios de silicones. Prefiro os produtos de farmacia (a marca Rene Furterer é excelente para os cabelos, Klorane também tem uma reputação muito boa). Eu uso ha alguns anos os produtos para os cabelos da L'Occitane, meus cabelos adoram! Porém algumas meninas estranham os shampoos deles, pois sem silicone, a gente tem a impressão que eles ficam menos macios (sem condicionador). Porém o efeito dos silicones em excesso é perverso, pois a gente tem a impressão que o cabelo estah sendo bem tratado, mas é apenas um efeito superficial: por dentro o cabelo estah enfraquecendo.

Marcela Cecília Gregory disse...

Nossa sempre suspeitei que podia ser o calcário o motivo da minha queda que não para a 1 ano, tomo um remedio natural que ajudou muito mas tem piorado outra vez, tomo pilula, cuido muito bem do cabelo, usei milhões de produtos pra queda, e nada. Essa é a primeira vez que busco na internet se poderia ser influência do calcário, porque vivo em Torino na Itália e agua aqui tem muito, mas muito calcário mesmo, tudo fica branco, e todo dia que eu saio na rua pelo menos uma mulher jovem calva eu encontro, cheguei a conclusão que só podia ser algum fator ambiental, não sabia no vinagre de maça na agua, vou tentar, muito obrigadaaa

Luiza Esquivel disse...

Olá Meninas... moro em Paris a 9 anos... mas de 1 ano pra cá meus cabelos estão fracos com os fios elasticos... caindo muito... dá pra dizer que diminuiu 50% ... tô desesperada! Já fiz de tudo. Produtos caros da linha profissional L'oreal usei durante o ano passado todo... sem sucesso.
Tb fui ao medico nao é falta de vitaminas... a ultima q me indicaram foi um filtro para chuveiro que vou testar...
Sinceramente minhas amigas ñ sofrem com isso... incrivel

Anônimo disse...

Oi Milena, graças a Deus que eu achei seu post porque eu acabei de muda pra Paris e eu estou DESESPERADA. O meu cabelo (que custumava ser de normal pra seco) ficou completamente oleoso na raiz. Assim, mesmo logo depois do banho! Voce poderia me dar indicação de qual produto ajudou com a caspa e oleosidade? Muito obrigada desde ja!