quarta-feira, 31 de agosto de 2011

O que ler?

Nessa época do ano por aqui, após as férias de verão, é como se um ciclo tivesse terminado e um outro esteja começando!
E como tem muita novidade, é a época também em que são lançados no mercado muitos novos livros ou versões. Mesmo si os editores falam de uma certa "recessão", ainda assim 654 romances chegam às livrarias nas próximas semanas (a maioria nos próximos dias!), contra 701 na mesma época no ano passado.
Como não se perder no meio de toda essa quantidade de livros?

Mas como livros é sempre algo pessoal e por assim dizer muito subjetivo, o que eu gosto não quer dizer que você goste e por aí vai... Vou repassar algumas dicas da revista Elle da semana passada, mas com os títulos que vão sair aqui na França, pois não tive tempo de procurar os títulos originais, mas quem se interessar pode procurar no google pelo nome do autor:
- Um dos livros mais esperados é o "Limanov", do escritor Emmanuel Carrère.
- 3 escritoras estão no topo da lista: Marie Darrieussecq com "Clèves", Sophie Fontanel com "L'envie" e Delphine de Vigan com "Rien ne s'oppose à la nuit".
- "Les amandes amères" de Laurence Cossé, "Je ne suis pas celle que je suis" de Chahdortt Djavann.
E na literatura estrangeira:
- "Freedon", de Jonathan Franzen, o livro de cabeceira de B. Obama.
- "Room", da canadense Emma Donoghue
- "1Q84" de Haruki Murakami
- "Désolations", de David Vann

Eu ainda não sei por onde começar, mas essas dicas ficam aqui para minhas próprias consultas futuras quando estiver buscando uma nova leitura! Por enquanto, com tanta coisa acumulada aqui para ler não sinto falta nenhuma da TV, que por sinal estou sem desde março!

Classificação do 29 de agosto de livros mais vendidos, pela Virgin Megastore:
1. "Tuer le père", de Amélie Nothomb
2. "Freedom", de Jonathan Franzen
3. "1Q84" de Haruki Murakami
4. "Avant d'aller dormir", de S.J. Watson
5. "La femme au mirroir", de E.-E. Schmitt
Fonte: Elle nº 3425 do 19 de agosto de 2011 (França)

6 comentários:

Beth Blue disse...

Room e muito bom, ja li e comentei no blog.

Hoje comecei à ler The Museum of Innocence, do escritor turco Orhan Pamuk. Um epico com Istanbul como pano de fundo, leitura muito interessante!

Carla (Arroz de Minhoca) disse...

Não percas o Haruki Murakami... nós temos "todos" os que já saíram em versão portuguesa... O meu marido está lendo o Jonathan Franzen e está adorando, eu estou na fila...

Milena F. disse...

Beth, adoro Orhan Pamuk! Queria ter comprado o último dele que estava estampado em todas as livrarias do Brasil, mas achei tão caro e mudei de idéia, vou esperar e ler mais tarde por aqui!!! Lerei a sua resenha do "Room"!

Carla, valeu a dica, ainda não li nada desse escritor, agora fiquei ainda mais curiosa!

Gisley Scott disse...

Acho que vc só teve a ganhar por não ter tempo para a televisão :)! é impressionante o número de coisas que a gente finaliza qdo o "plim plim" está desligado!

Bjos:)

Beth Blue disse...

Esqueci de dizer, também AMO o Murakami...Não li todos, mas quase! Recomendo Norwegian Wood, que comentei lá no meu blog também.

E também Kafka on the Shore (2002), muito pano pra manga (e para refletir também).

ALINE T.K.M. disse...

Adorei o post! Sou viciada em leitura, leio até bula de remédio se num tiver outra opção..

Tenho um livro de Emmanuel Carrère me aguardando na minha extensa fila de leitura. Já ouvi comentários bastante positivos do autor.
Já Room é um livro que quero muito ler já há algum tempo.

Ah, acabo de começar um blog:
alineaufromage.blogspot.com

E blogo também sobre literatura:
escrevendoloucamente.blogspot.com

Abraço!