quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Segredo de beleza das brasileiras, de acordo com revista francesa

Como escrevi recentemente aqui, estou sempre de olho nas revistas femininas que rolam por aqui, mesmo que eu não vá usar 99% do que elas nos dizem que é fundamental para essa estação, mas me divirto muito com tudo isso!
Então, nesses meus momentos de descontração me deparei com um artigo sobre "os segredos de beleza das brasileiras" (Revista Glaumour, nº 88, julho 2011). A reportagem começa com (a tradução é minha):

"Curvas tonicas, cabelos ao vento, pele dourada e olhar em brasa: as brasileiras têm tudo. "

De acordo com a matéria, contamos com uma boa genética, mas também com um planning de beleza bem organizado!

1. Maquiagem: ao contrário do que as francesas pensam das brasileiras (segundo a matéria), nós não nos maquiamos com cores de carnaval ou arara (para eles um dos símbolos do Brasil). A única exceção que fazemos são cores nas unhas tudo é permitido!), mas para o make up as brasileiras primam a discrição. Até o batom teria sido adotado recentemente pelas brasileiras... E a cor "do momento" no Brasil seria o batom Snob, da M.A.C. (um tom rosado que fica lindo com pele dourada);

2. Para os olhos, klhôl preto e rímel preto também, tudo a prova d'água devido ao clima. perto do mar as brasileiras preferem que seja bem leve, mas "pegam pesado" em São Paulo, por exemplo. Quando as brasileiras se abstêem do preto, escolhem a cor beringela ou um amarronzado-acinzentado (taupe, bem mais claro que um marrom);

3. Como verdadeiras latinas, as brasileiras adoram exibir a cabeleira como sinal de feminilidade. O que domina é o longo ligeiramente em degradé, e o castanho está perdendo terreno para o loiro (estilo Gisele Bündchen). Eles falam que o mercado da coloração está em extrema expansão no Brasil e que "o cabelo brancos é noss inimigo nº 1!), mas que devemos usar algo bem consistente, pois a água é muito calcária (hein??? todo mundo que vem para Paris reclama que a água aqui é extremamente calcária e que destrói os cabelos! Não entendi!);

4. Alisamento brasileiro (com queratina);

5. Prática de esportes: as brasileiras adoram se mexer, e não apenas com o samba: raticamos esportes na praia e/ou em salas de esporte;

6. A base da nossa alimentação cresce em árvores:  abacaxi, manga, mamão, coco. Também seriamos viciadas em antioxidantes, como o chá verde que bebemos "aos litros" e o açaí;

7. Nossa pele é lindamente bronzeada e sem defeitos!!! Isso porque usamos um SPF mínimo 35 na cidade e 60 na praia. além dissohidratamos a pele nem que seja com um serum (mais leve) e nossa marca preferida é Natura. Além disso, as brasileiras consultam regularmente um dermatologista e se permetem cuidaos como peeling, endermologia  (palper-rouler para o corpo), injeçães de Botox, etc. Sem contar as massagens tonicas para a silhueta!

8. Unhas: começamos a sessão de manicure com luvas em plástico cheias de cremes, depois aplicamos o esmalte de forma abundante, atingindo largamente a pele, e retirando esse excesso. Mesmo esse procedimento parecendo muito estranho para as francesas, a reportagem garante que o resultado é maravilhoso. E como foi dito, todas as cores são permitidas (laranja, azul, rosa pink, amarelo, verde, etc.);

9. Somos as rainhas da depilação, mas quem pudera, estamos na praia 7 dias por semana! A moda atual no Brasil é uma cera australiana, mas nos meios mais eninheirados usa-se mesmo a lumière pulsée (não sei o nome em português, mas parece o laser, com um flash de luz.)

10. Bisturi: a gente não recusaria jamais uma ajudinha do cirurgião plástico! O procedimento mais realizado é a lipoaspiração da barriga e ou das coxas, e logo atrás os seios (sempre para ganhar em volume, de acordo com uma cirurgiã plástica brasileira), e isso mesmo aos 17 anos.

E então, o que vocêm achas dessas informações sobre nós brasileiras?

Confesso que a maioria dessas coisas nunca ouvi falar que era moda no Brasil, mas também vai fazer 3 anos que estou fora e vai ver por isso que não entro nessa categoria de beldades brasileiras!!!

17 comentários:

Flávia Shiroma disse...

Oi Milena!
Não sabia que para as francesas é estranho pintar as unhas com todas as cores e retirar o excesso de esmalte depois de pintar. Eu pensava que as francesas também faziam assim, afinal temos uma imagem delas bem vaidosas, até mais que nós.
Agora, quanto à depilação, as brasileiras são imbatíveis! kkk

Um beijo querida e obrigada pelo seu carinho no meu blog.
:)

Mikelli disse...

eu concordo com quase todas...pelo menos quando vejo o Rio ;) agora ta uma onda de usar maquiagem, ate pro dia-a-dia, o que eu acho incrivel com o calor absurdo que faz la. Tb nao entendi o lance da agua com calcario, acho que eles confundiram com cloro, pq isso sim a agua lá tem aos montes e destroi completamente o cabelo. Bjs!

Wilma disse...

Bem, concordo que 90% dessas informações estão corretas para uma população beira mar no Rio de Janeiro e creio que em outras capitais praianas. Moro no interior do Rio e 60% também se preocupam em estar com cabelos cuidados, unhas pintadíssimas, usam Natura e Avon e seguem a moda vista nas novelas. Realmente cabelo branco é inimigo um, as bronzeadas só usam muito rímel e tons dourados na maquiagem, depilação tem a cada esquina, a laser é muito usada em axilas e virilhas, cabeleireiro se acha em cada esquina, e sem falar nos blogs que proliferam na web sobre como se vestir, maquiar, viajar, comprar, com o menor custo possível. Ah aqui em qualquer lugarzinho todo mundo é perfumado e usa tênis branquinho novinho, principalmente no interiooor. Aqui a água tem muito cloro que prejudica os cabelos tingidos, modificando a cor. Ah silicone nos seios é o recorde das intervenções cirúrgicas. Um blog q admiro de moda e beleza: ouseserquemvocee.blogspot.com
E qual será o segredo de beleza das francesas, áquelas do cotidiano, do mundo real? Você poderia fazer um post, que tal? Fica a sugestão se jã não o fez.

Vida Boa Para Todos disse...

Olá! Adoro blogs que falam sobre viagens e dão ótimas dicas.
Beijos*

Mulher de Fases disse...

Só vou descordar de uma coisa. O batom Snob não é mais a sensacão das brasileiras, já foi há 2 anos atrás agora é praticamente o vermelho e o vinho. Mas o restante... Nossa, descreveu muito bem, muito bem mesmo a nossa cultura, a questão de usarmos unhas coloridas, cabelo grande, a depilacão que é conhecida no mundo inteiro, essa loucura pela praia, mas ao mesmo tempo o extremo cuidado com o fator solar e o horário da praia... Pq as gringas não me entendem né Milena?? Enquanto elas assam no sol das 12, eu estou bem linda debaixo de um sombreiro, quero envelhecer sem manchas ou cancer de pele, meu bem. Ai menina, se deixar eu vou comentando esse post até, pq sou leitora diária de sites de revistas brasileiras no Brasil e me atualizo de tudinho! Gostei de saber que estamos na moda.

Gisley Scott disse...

Eu digo é valhei-me!!! pois aqui nos EUA as revistas vivem dizendo o que fazer para ser glamurous and flawless como as francesas... que elas se arrumam e parece que nem colocaram muito esforço e estão sempre lindas...

Mas é cada coisa né? Agora vem as elegantes falar os segredos da gente. As pessoas nunca estão conformadas mesmo!

Bjos

Lulu disse...

Bom, como boa carioca, eu achei q algumas coisas batem, claro q eles exageram um pouco, como se TODAS fizessem isso.

Acho q a Francesa se maquia muuuito mais q brasileira, q soh usam mais coisas mais discretas.

A informaçao do calcario tb acho q confundiram com o cloro, mas nao acho q danificam o cabelo normal, talvez o tingido. Com certeza meu cabelo ta pior na França do q no Brasil rs

Essa de estar 7 dias por semana na praia foi otima kkkkk... mas pior q Paulista tb pensa q os cariocas vivem assim rsrsrs

Relamente as brasileiras cuidam muito mais das unhas q as francesas, q até em casamento vao toda com a unha sem cuidar rsrs. Isso me faz sentir menos pressao em fazer unhas rsrs to ficando igual kkkk

O povo fala tanto de silicone, eu juto q soh conheço uma pessoa q fez. O resto q fez algo foi por necessidade (diminuiçao de mama, reconstruçao de mastectomia, essas coisas). Mas realmente a pressao em cima da perfeiçao parece ser maior no brasil q aqui. Acho q devido ao clima mesmo.

NO mais, é bom saber q eles pensam q somos tudo isso né? kkkk

Beijao :)

Milena Fischborn disse...

Flavia, realmente por aqui, normalmente quando se pintam as unhas já se tem um cuidado todo para não borrar os dedos!Mas quanto às cores, esse ano achei tudo bem colorido, talvez seja essa moda "colorblock". Mas vejo cores fortes, agora no verão, bem mais nos pés! Impossível colocar uma sandália sem estar com as unhas pintadas de cores bem fortes!!! Na empresa em que trabalho, nas regras vestimentares, está escrito que o uso de sandálias é permitido se os pés estivem bem feitos e pintados!

Milena Fischborn disse...

Mikelli, você deve ter razão. Não conheço muito o Rio, mas nas poucas oportunidades em que lá estive, as meninas de classe média para cima estavam com tudo em cima! Mas já no dia a dia, quando pegamos ônibus, que vemos "as pessoas comuns" indo trabalhar, aí achei que não é tudo isso não... Mas isso acho que é em todo lugar!

Wilma, até para mim cabelo branco é inimigo nº 1! Néao consigo me acostumar com essa mania das francesas (ou europeias em geral?) de assumir os cabelos brancos... Ainda não cheguei nessa escala da evolução!
Mas por aqui, mesmo achando caro, tem salão de beleza, manicure e depilação em toda esquina! Caminho 10 minutos da estão até a minha casa e passo por no mínimo 10 estabelecimentos desse tipo (um por minuto de caminhada!)
Avon estava na moda aqui há uns 20 anos... Agora ninguém fala mais, mas ainda existe! A minha sogra que mora no interior adora, continua comprando! Mas não tem nada a ver com a imagem moderninha da avon atualmente no Brasil... Até propaganda na tv com artistas de hollywood eles fazem, aqui não tem nada disso.
Obrigada pela dica de post, assim que eu descobrir o segredo das francesas, venho aqui contar para vocês!!!

Milena Fischborn disse...

Deborah, então essa dica que eles deram do batom é velha... hahaha Foi a diretora brasileira da MAC aparentemente que disse!
Quanto ao sol, realmente, eu me recuso a ir à praia entre 12 e 16h, mas aqui todo mundo vai e fica farofando o dia inteiro! Então acabei ficando também varias vezes, mas o sol aqui não tem nada a ver com o nosso, aqui até dá para ficar e a gente não sente nada... Mas eu achava que brasileiras não usavam proteção solar elevada... Lembro que as marcas de supermercado lançaram o 50 há pouco tempo, mas para as crianças! Lembro que minhas colegas e amigas ficavam pegando no meu pé, pois eu usava 15, elas diziam que eu era muito morena e não precisava! Apenas aquelas que eram bem branquinhas mesmo, de origem alemã (por exemplo), loiras naturais e de olhos auis que chegavam a usar 30... Mas imagino que em cidades litoraneas, como Rio, Recife, Fortaleza, Natal, etc, seja diferente.

Gisley, é verdade, a gente nunca está satisfeita, sempre achamos que a grama do vizinho é mais verdinha!!!

Milena Fischborn disse...

Lulu, tb acho que tudo tem um fundo de verdade, mas com muita exageração, claro... varias meninas que conheço do dio, soh davam uma passadinha na praia uma vez por semana, e isso ainda olhe lá, quando não tinham prova, nada do gênero!
Sobre o silicone, também não vejo tudo isso não... Conheci uma menina que fez aos 17 anos, na época achei uma exageração, um absurdo os pais aceitarem, mas quando vi o resultado, a coitadinha com o silicone tinha menos peito que a média normal... Eh que antes ela não tinha realmente nada mesmo, e isso a incomodava, pois achavam que ela tinha menos de 12 anos! Outra que conheço fez mais velha, de origem japonesa ela não tinha nada de seios, então um dia colocou silicone. E outra foi mãe superjovem, e mais tarde, divorciada, ela se sentia muito mal com seus seios, que, segundo ela, eram "murchos" e caídos. Ela morria de medo de ter um novo namorado e tirar a roupa... E tb morria de medo que um novo companheiro a tocasse nos seios... Então ela economizou, fez a cirugia, e atualmente, aos 31 anos, estah superbem na sua auto-estima e agora estah namorando, 10 anos depois do fim do seu casamento!!! Historias que me fazem pensar que além da questão puramente "virar um simbolo sexual", muitas dessas mulheres estão em busca de uma feminilidade que perderam ou que nunca tiveram... e que sofriam com isso.

Jah quanto às unhas, eu já tenho uma experiência contraria, para todos os lados soh vejo unhas pintadinhas, bem-feitas. As minhas colegas sao apaixonadas por unhas e vivem falando sobre o assunto, novos produtos e cores, sem exagerar elas são capazes de chegar a cada dia com as unhas pintadas de uma forma diferente! E em festas, unhas bem elaboradas! No caso eu que nunca liguei para isso e aqui tenho que me esforçar para tomar conta das unhas (sozinha), ou então sempre tem algum comentario na familia, entre conhecidas ou no trabalho (o quê, vc usa sandália apenas com uma base nas unhas??? Até meu marido me chamou a atenção para esse fato, que eu deveria ousar mais nas unhas e fugir do básico...)

Milena Fischborn disse...

Van (vida boa para todos), tentei escrever no seu blo, mas não consigo! Adorei a proposta do seu blog, ficarei aqui antenada em todas as dicas!!! Viajar sem gastar muito é para mim!!!
Obrigada pela visitinha! Venha quando quiser!

Lulu disse...

interessante esse seu ponto de vista das unhas... deve ser pq vc vive num meio de pessoas q lidam com cosméticos, nao sei. Pq realmente eu notei q as meninas mesmo super produzidas, as unhas estao deixadas de lado... geralmente qndo tentam fazer, ta mal feita. Porém sao pessoas q trabalham com coisas nada a ver com beleza e cosméticos, e geralmente.
Ou entao usam aquelas falsas, ou de gel ou postiças, q acho um pouco artificial.

Bjoks ;)

Milena Fischborn disse...

Lulu, pode ser que esteja realmente "mal-feira", é que como sou um zero a esquerda nesse assunto, se estão melhores que as minhas já fico impressionada! Mas falo de mulheres na rua tb... não apenas no trabalho. Por exemplo, fui essa seana no Leroy Merlin e vi uma grávida linda, com uma barriga linda, vestida de forma bem simples e chique, com uma sandalinha rasteira e unhas dos pés vermelhas! Pensei na hora que com a barriga ela não poderia ter feito sozinha (sei que as francesas fazem muito as unhas sozinhas). Fico pensando em uma das minhas cunhadas, trabalha 50 horas por semana, tem 3 filhosseu dia de folga é segunda (pois trabalha no sábado), e nesse dia faz sozinha a limpeza da casa (enorme mesmo para os padrões médios brasileiros), cuida do jardim e dela (unhas, por exemplo). Quando "crescer" quero me virar assim! Já a minha sogra, está sempre com as unhas pintadas, mas o acabamento deixa visivelmente a desejar!

Anônimo disse...

Ja fiz as unhas na Fr, e por aqui elas pintam sem deixar sair da unha, elas desenham, sem chegar a borda. Eu fiquei mto contente inclusive.
So nao consigo fazer sozinha essa tecnica delas. rsss

Glau Nott disse...

Sim Milena, a maioria confere! Tb estou fora ha 3 anos, mas assisto a record direto e as informacoes batem hehehe.
Obrigada por torcer por mim pela vaga!!
bjo

C. disse...

Tô fora há 10 anos mas sempre leio sobre o que tá pegando na moda no Brasil, adooro. Volta e meio vejo alguma novela pela internet, porque a novela é ditadora de moda.
Acho que a reportagem tem tudo a ver sim, ao contrário das europeias que eu nao acho sejam vaidosas, só um pequeno grupo.
Eu particularmente gosto de um batom vermelho nao muito cheguei pra dar cor na minha cara pálida (bronzeada minha pele nunca mais foi), e um rímel com delineador, é o meu estilo, mesmo que nao esteja na moda.

Bj