sábado, 13 de agosto de 2011

De viagens e de histórias

Desde muito cedo eu sonhava em conhecer Praga. Lembro que a fascinação por essa cidade começou na início da adolescência quando tive contato com os livros de Milan Kundera. O mais conhecido na época era "A insustentável leveza do ser" ( mais tarde transformado em filme) que se passa no contexto da Primavera de Praga (1968), quando os soviéticos invadiram a Tchecoslováquia (atuam República Tcheca). Mas os livros que mais me fizeram penetrar no universo desse escritor de alma boêmia (em referência a essa região da Europa Central, a Boemia, que com a Moravia e Silésia constituem atualmente o país) foram "O livro do riso e do esquecimento" (um dos principais temas do livro é a memória) e "Risíveis amores" (uma coletânea de 7 novelas do autor).

A descrição dos lugares e das pessoas eram tão diferentes de tudo que eu via e conhecia!!! Lembro que meu coração batia cada vez que alguém me descrevia a sua viagem a Praga...

Três histórias me marcaram muito quando eu tinha pouco mais de 20 anos: Uma professora que fez seus estudos de pós-gradução e falava com uma tão grande nostalgia (eu soube também que seu noivo faleceu enquanto ela estava estudando na europa, e ela nunca se casou); uma secretária que tinha morado na Alemanha durante anos e que um dia me contou que Praga foi o lugar mais incrível que ela visitou; e uma colega cujo avô, judeu tcheco, deixou Praga no início da 2ª guerra mundial para se instalar no sul do Brasil, me confiou em detalhes o recito da viagem que ele organisou com todos os filhos e netos (ela incluída) para rever a sua cidade natal 60 anos depois.
E só recentemente fiquei sabendo de uma personagem da história de Praga que se chamava Milena. Uma jornalista que ficou mais conhecida pela ligação com Kafka e que morreu em um campo de concentração em 1944. Foi uma grande surpresa encontrar o livro que conta essa trajetória, pois nunca tive a oportunidade de encontrar personagens com o mesmo nome que eu porto.

Sei que não verei essa Praga de todas essas histórias que me percorreram por todos esses anos... Conhecerei a "minha" Praga, certamente não a mesma que me contaram, mas espero que seja tão bela e fascinante quanto.

Conto para vocês assim que voltar!

5 comentários:

Flávia Shiroma disse...

Éééé Milena, parece que você teve vários sinais de que Praga deverá te receber!!!

Deve ser incrível visitar aquele lugar!
Bjs

Angela disse...

Olá Milena, Praga é incrível mesmo.
Arranje um cachorrinho sim. É super fácil de viajar com eles e há muiiiitos hotéis que aceitam cachorros. Foi uma experiência maravilhosa viajar com os meus.
Beijos querida amiga e um ótimo dia para vc.

Gisley Scott disse...

Eu quero conhecer Praga pq eles mostram a cidade no filme Missão Impossível 1 e tb mostram na trilogia do Jason Bourne.Estudei com uma nativa dessa cidade e o jeito que ela descreveu Praga foi assim deslumbrante...

Mas como disseste, só vai a gente indo lá e tirando as nossas próprias conclusões!

Bjos!

Milena Fischborn disse...

Flavia, Angela e Gisley, adorei Praga, em breve deixarei por aqui as minhas impressões.
Mas é verdade que cada viagem, para cada pessoa é única... Um outro não ver ver a mesma coisa da mesma forma...

C. disse...

Praga é lindo, Milena, tem um clima no ar diferente, sei lá, eu achei meio mágico.
Esse livro A insustentável leveza do ser me marcou na época de aborrescente.

Beijos!