domingo, 11 de setembro de 2011

Casamento franco-brasileiro

Mais um casal franco-brasileiro que se une na região parisiense pelos laços do matrimônio...
Tive muita sorte em conhecê-los há um ano, através da internet (quem diz que pela internet a gente só encontra confusão?), um casal super-alto-astral, sempre com as portas abertas para receber os amigos, sempre com um sorriso e muito bom humor!
A festa estava linda, os noivos deslumbrantes, mas não vou colocar fotos aqui para preservar a privacidade dos mesmos. Sinto muito, mas vocês vão ficar na curiosidade! Aqui vai uma "palhinha" para apaziguar a curiosidade:
 @ Todos os créditos são do meu maridão.

Desejo muitas felicidades aos noivos G&D!!!

* E eu não perco uma festa por nada nesse mundo, uma oportunidade de retirar do armário aquela roupa que a gente comprou por impulso mas nunca teve ocasião de usar... E se reconciliar com o salto alto... ao menos durante algumas horas!

Quer ver fotos de outro casamento franco-brasileiro? Clique aqui.

11 comentários:

Neide B. disse...

Olá Milena, obrigada pela visita no meu blog, vim retribuir. Adorei teu cantinho por isso ja estou seguindo e ja estas adicionada na meu blogroll bj flor

Mikelli disse...

roupa chique!! =) eu fico olhando agora as fotos dos outros e desejo tanto poder usar minhas roupas normais de novo! haha mas daqui a pouco a Milena (minha nenem...sua companheira de nome hehe) vai estar aqui e espero poder recuperar meu guarda-roupas! bjs!

Taise Pottier disse...

Oi Milena! eu adoro casamento e aproveito para desejar felicidades ao casal. Vc esta muito elegante,como sempre. Vamos combimar sim nosso jantar no japones,afinal de contas faz tempo que nao nos vemos.bjs
Tenha uma otima semana!

Georgia disse...

Legal Milena!

Eu já conheci muita gente legal. Que visitam o meu blog e nos encontramos. Tenho 2 amigas que se casaram assim tb e até agora tá dando certo.

E como foi a festa? rs.

Bjao e boa semana

K∂riиє* Smith. disse...

É essa tal de globalização!
Parabéns ao casal!

beijão Miiiii

K∂riиє* Smith. disse...

P.s.: amei o modelito (:

Milena F. disse...

Obrigada meninas!

Mikelli, tudo tem o seu tempo! Depois você volta à sua antiga forma e será uma mamãe com tudo em cima!!!

Georgia, eu sempre penso que se temos essa tecnologia ao nosso alcance, por que não usar para o bem? O casamento foi no final da manhã, depois os convidados foram recepcionados na casa dos noivos (tudo foi organizado no jardim) e a festa durou até o final da tarde. Após ficaram os mais próximos para a saideira, mas não houve festa à noite, pois os noivos partiam em lua de mel bem cedo na manhã seguinte! Mas aqui, normalmente a festa começa com um brinde que inclui todos os convidados, depois esses vão embora e os "convidados vip" ficam para a festa, que geralmente dura até amanhecer! Eh comum contratar um "animador" de casamentos!

Lulu disse...

Adorei a caricatura hehe genial

Quem q é o brasileiro?

E sua roupa, adorei tb. é um vestido ou separado?

Bjuuu

Milena F. disse...

Oi Lu, é a brasileira!!! Engraçado que sempre encontro mais casais em que a mulher é brasileira e o homem francês... O contrário é bem mais raro no meu círculo de amigos!
Sylvain trabalhou bastante para entregar a tempo o desenho! Coitadinho, mas valeu a pena!
E a roupa é um vestido, parece saia e blusa, não é? Comprei na Manoukian, uma loja que adoro!!!

Lulu disse...

Na verdade oq é mais comum é a mulher sair do seu pais por causa do marido. Entao, acredito q as estrangeiras q casaram com brasileirOs estao la no Brasil rsrs (a maioria) rs

Ou entao é pq ta sobrando tanta mulher no brasil q os gringos vao la buscar mesmo rsrs (além de sermos muito lindas né? rs)

Essa loja q vc falou, nunca vi por aqui. Mas é lindinho mesmo.

Milena F. disse...

Lu, concordo com você, ao menos é impressão pessoal. Conheci alguns casais em que a mulher é francesa e o marido brasileiro, mas acabaram indo viver no Brasil. Claro que o contrário tb existe, mas conheço bem menos. E impressão minha mesmo, tenho a impressão que os homens franceses são mais abertos para um casamento com uma estrangeira (muita gente vai dizer que alguns procuram uma mulher para dominar, mas aí é outra história), mas acho que são poucas as francesas que aceitariam um casamento em que no início o marido não pode trabalhar e é ela quem deve trabalhar e segurar as pontas... Coisas da sociedade em que vivemos. Já no caso da mulher que não trabalha fora, só estuda ou cuida dos filhos, a sociedade ainda aceita numa boa!