terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Gastronomia e Cultura em Lyon

Bouchon lyonnais

Um "bouchon" (nesse contexto) é um pequeno restaurante convivial e com preços acessíveis. Ao menos tradicionalmente era assim, pois agora, com o fluxo de turistas, os preços podem subir, é claro. Neles podemos provar a cozinha tradicional de Lyon, repleta de pratos a base de pedaços menos valorizados dos animais, como tripas, pés de carneiro, andouillette... Eu não gosto muito, então prefiro procurar no cardápio uma outra parte dos bichinhos!!! Tudo regado com um bom vinho Côtes-du-rhône ou um Beaujolais (um primo pobre, que na França não é muito valorizado, mas dizem que os brasileiros gostam porque é mais docinho...)
A cozinha francesa é bem diferenciada e varia muito de região para região. Pode-se comer de tudo e existe praticamente todo tipo de prato! 

Para o almoço de sábado escolhemos algo bem rápido e um local que está "na moda" em Lyon, "L'Epicerie". Parece que sempre está lotado (foi o caso nesse dia). A decoração faz um pouco anos 50, mesas grandes (onde todo mundo se mistura) ou pequenas, serviço rápido e tudo bem feito, apesar de simples. A especialidade da casa são as "tartines", esses sanduíches abertos, frios ou quentes e as sopas. As sobremesas também são ótimas!



Para se deliciar entre uma refeição e outra, por que não  se deixar seduzir pelos doces a base de pralines rosas, muito comum nos doces de Lyon?
Infelizmente não tenho uma foto da tradicional "tarte aux pralines roses de Lyon", mas só de ver já e uma tentação!
O jantar foi  com amigos apaixonados pelo México e sua culinária tradicional (longe do que conhecemos dos restaurantes Mex-Mex muito comuns aqui na França) no Restaurante Cazuela Y el Tequila, um ambiente pequeno porém bem simpátipo, acolhedor, uma viagem ao México!  
Foto emprestada da Cécile... Só cortei para proteger a imagem das demais pessoas.

E basta passar pela rua Mercière, que não vai faltar opções para todos os gostos e budgets. Do tradicional ao exótico, da gastronomia francesa à internacional. Não fui ao restaurante do grande chef francês Paul Bocuse, não estou podendo não, mas quem quiser viver a experiência nem que seja pela internet, pode visitar o post da Mirele que foi, contou e fotografou tudinho!!!

Museu de Belas-Artes de Lyon

Fica em um antigo convento da ordem dos beneditinos. O local é realmente lindo, e mesmo para quem não quer pagar para entrar, vale a pena visitar o pátio interno, acessível à todos gratuitamente.


Podemos encontrar uma importante coleção de esculturas, pinturas, e mesmo salas do Egito da época dos faraós.

O pintor Janmot, de Lyon mesmo, que eu ainda não conhecia (ou não lembrava) me impressionou muito! Eu considero a sua obra como fazendo parte do romantismo, mas especialistas a situam como uma transição do romantismo para o simbolismo.
 Louis Janmot, Fleur des Champs, do século XIX.
Adorei a sala apenas com as obras dele que compõem "Le Poème de l'âme" (poema da alma) e que o ocupou durante  45 anos de sua vida (de 1835 a 1880). No toral são 18 pinturas e 16 desenhos:
Aqui uma das pinturas do "poema" de Janmot, Rayons de Soleil (raios de sol).

Enfim, muitas atividades gastronômicas e culturais em Lyon... 
Não dá para fazer tudo em apenas um final de semana!

17 comentários:

KINHA disse...

Olá Milena

A-D-O-R-E-I...
Costumo viajar em seu blog. Talvez pela especial paixão que tenho pela França, mas sempre que vejo suas atualizações, é como se alguém me acenasse com uma passagem aérea.
Ontem pretendia fazer um post, sobre um passeio que eu e Kinho fizemos em Paris, em nosso último dia lá. Havíamos ido de Notre Dame, passando pelo Quartier Latin e seguimos a pé até a Torre Eiffel, e depois até o quai de Grenelle, no Novotel, onde ficamos hospedamos algumas vezes. Isto numa bela tarde na última primavera. Tirei inúmeras fotos, incluindo as pontes e este seria um belo post com certeza.
Ocorreu que dei meu Mac a meu filho antes de embarcar aos Estados Unidos e ele deveria passar todas as fotos para o album da Web Picasa, já que ficaria com esta máquina e eu compraria uma 0 bala por lá. Não foi culpa dele, mas inúmeras fotos sumiram neste trasporte, entre elas...
Somente desabafando...

BJ000000000..................
www.amigadamoda1.com

Marta FG disse...

Que lindos quadros! Mas deixam fotografar assim na boa? Com flash? Pois a qualidade está fantástica.
Bj grande

Milena F. disse...

Kinha, entendo o "desabafo"... tenho amigos que passaram 3 semanas na Europa, a primeira viagem deles para cá (e provavelmente a próxima não será tão cedo), vieram para Paris, visitaram Veneza, algumas cidades da Alemanha... E na volta perderam todas as fotos!!! Uma tristeza!

Marta, não usamos flash para fotografar em museus, pois além de ser proibido a luminosidade do flash, com o passar do tempo, estraga as obras, e somos muito cuidadosos nesse aspecto! Geralmente quando são coleções permanentes os museus permitem fotografar (sem flash), mas na dúvida perguntamos. Nem sempre as fotos serão boas, vai depender da luminosidade disponível no museu... Quando existe uma proteção de vidro, só mesmo com um bom filtro anti-reflexo para conseguir uma boa foto. E fotografar a Monalisa no Louvre é tarefa quase impossível, o máximo que conseguimos fotografar são as cabeças dos turistas! Além disso ela é minúscula!!!

Paris e eu! disse...

Ai gente!! Como assim perder as fotos?? Já pensou eu na minha primeiríssima viagem perder tudo??
Milena, concordo com a Kinha...tbém viajo aqui no seu blog...adoroo!!Em breve estarei aí...ops, estaremos!!
Bjs,
Jad

Taise Pottier disse...

Oi Milena!! nossa que cidade linda,eu nao conheço pessoalmente mas vc conseguiu me teletransportar para Lyon,parabéns e confesso que fiquei com água na boca com a culinária e as fotos ficaram deslumbrantes.

Anônimo disse...

Oi Milena, que bom revisitar Lyon atraves das sus fotos. A única coisa que não deu certo na minha passagem por lá foi na escolha do BOUCHON, onde a comida estava horrível. Pedimos um "tête de veau" que parece que foi cozinhado só na àgua e sal. Imagina só! Abraços
Rhana T

Georgia disse...

Mi, que delicia de post e fiquei com água na boca.


Bjao

Vanessa B. disse...

Milena, estas tartines estao como uma cara tao bonita. Vc se lembra de que elas eram feitas? Nao deve ser dificil reproduzi-las em casa, né? Bjs.

Milena F. disse...

Jad, para néao correr riscos de perder as fotos, faça o máximo de cópias 'disco duro, pendrive, etc, e não apague da máquina, se puder!!!
Uma vez eu tinha feito uma viagem, as fotos estavam na máquina do ex, seus pais precisavam usar a maquina e foram assaltados, perdendo a máquina com as fotos que ainda não tinham sido transferidas! Hj acho que foi melhor não ficar com essas recordações registradas!

Rhana, é trsite quando o restaurante é uma decepção... sempre que posso sigo indicaçéoes de amigos ou de pessoas que moram lá... Na falta de opções, sempre pergunto no Office de tourismo da cidade e no hotel! Eles sempre têm algumas dicas preciosas!

Milena F. disse...

Vanessa, essa com queijo em cima era "tartiflette", com lardons, cebola e queijo de tartiflette... Foi a escolhida do meu marido, mas ele nao gostou pois eles colocaram os pepinos bem misturados no meio, não tinha como tirar (e ele detesta!), então quem acabou comendo foi eu!
A outra era "tartine du diable", com produtos da época em que fomos, ou seja, o creme laranja que vc vê era um creme de abóbora (potiron), com o queijo redondinho de cabra (chèvre chaud) e jambon cru!!! :) Essa foi a escolha da minha amiga, mas provei e estava uma delícia... E a minha foi a sopa da sorcière, tb com potiron como ingrdiente principal... Mas ela era bem apimentadinha, não sei o que mais colcaram dentro! Adorei!

Dri Andrade disse...

Que lindo Milena, adorei tudo...e vontade vai aumentando rsrs...

beijocas

Angela disse...

Olá Milena, tudo bem? Reserve hotéis neste link:http://www.hrs.com/web3/?client=pt__next&customerId=1010261294

É um site maravilhoso com muitas opçoes.
Em Aachen veja o Mercure Hotel Aachen Am Dom (http://www.mercure.com/gb/hotel-5326-mercure-hotel-aachen-am-dom/index.shtml)muito bom.
Um grande beijo para vc.

Vanessa B. disse...

Milena, vou tentar fazer, pelo menos, a de tartiflette. Como vcs estavam discutindo a perda de fotos, resolvi procurar as minhas fotos de Lyon e descobri que nao tenho muitas fotos da minha viagem - tambem pudera, ainda nao existiam maquinas numericas. Agora tenho uma boa desculpa para voltar la. Bjs

Mulher de Fases disse...

A comida e o clima do primeiro restaurante me deram até vontade de voltar a Paris. Pena que não gastamos tanto tempo explorando Lyon na nossa visita.

Milena F. disse...

Angela, muito obrigada, vc é realmente um anjo!!!

Vanessa, não queria "agourar" as suas fotos!!! Mais um motivo para voltar!!! Faça uma busca nas suas fotos, e volte em todos os lugares que deixaram poucas recordaçéoes registradas!

Gisley Scott disse...

Acho que Lyon me pegou pelo estômago e pela arquitetura.

Muito lindo :)!

Ô Milena, vc já pensou em escrever review para revistas de turismo? Vc é boa nisso, filha :)!

Helô Righetto disse...

ah q bacana, gostamos do mesmo artista : ) poxa, eu deveria ter lido esse post antes de ir, comi bola! bjs