sábado, 16 de junho de 2012

Um final de semana romântico em Bourges


Para quem estava curioso sobre o final de semana planejado por Sylvain ou simplesmente deseja conhecer um pouco mais da França, passamos um final de semana muito agradável na cidade de Bourges! Bourges fica a cerca de 2 horas de trem de Paris (parece que tudo fica há duas horas de Paris, de uma forma ou outra!), no departamente chamado Cher, pertinho dos castelos de la Loire, de grandes domínios vinícolas (como a região onde é produzido o vinho Sancerre) e de cidades como Orléans e Tours. 

Uma das particularidades de Bourges é o seu centro medieval e ela é orgulhosa de contar com 430 casas em pan de bois (com essas madeiras que vocês podem ver abaixo! Se alguém souber o nome correto em português, me avise, por gentileza), construídas na maior parte no final do século XV. 

 Se existem mesmo 430 eu não sei, mas acho que devo ter passado por mais de 200!!!

 Geralmente a colombagem é em forma de losango ou cruz de Santo André.
 Na sua origem, as casas eram divididas da seguinte forma: um comércio no térreo, com uma cozinha da parte traseira, e nos demais andares as peças de moradia.
Essa é a rue Bourbonnoux, que fica do lado de fora dos antigos muros da época gallo-romana e que foi urbanizada no século XIII (as casas foram reconstruídas após um grande incêndio em 1487).
Sem sombra de dúvidas é uma das ruas mais chamosas de lá!
 


 Nessa livraria muito simpática encontrei por 1 euro um exemplar do livro "Os Cisnes Selvagens", de Jung Chang, que estava querendo ler há muito tempo!
Muitas dessas passagens estreitinhas datam dos séculos XVI (em algumas podemos ver a data). 
A cidade é bem calma, mas deveria ser meio amendrontador na época!

  Mas se engana quem pensa que Bourges é apenas um aglomerado de casas antigas!
Uns de seus cartões postais é a catedral, o Palácio Jacques-Coeur e o pântano que fica há 10 minutos à pé do centro da cidade!!! Também comemos muito bem e fizemos algumas visitas culturais. 
Mas tudo isso são cenas dos próximos capítulos...
Deseja conhecer um pouco mais sobre outras cidades francesas? Talvez você encontre seu próximo destino nos posts abaixo sobre: 
Aix-en-ProvenceAnnecyAvignonBesançonBiarritzDeauvilleDijonEtretatFécampLa-Haye-du-PuitsLe Mont Saint-Michel (ok, não é uma "cidade"), Le TouquetLilleLyonProvinsReimsRouenStrasbourg.

15 comentários:

Flavia disse...

Que lugar lindo pode ter certeza que quem gosta de lugares assim, viaja com vc! Beijocas

Inaie disse...

Menina, o marido acertou!!!! Parabéns pra ele. Por um momento eu achei que você tinha errado a palavra e estava falando de brugges, na Bélgica...kkkkk

Vida Boa Para Todos disse...

Eu amo a França e adoro todas as dicas do seu blog. Beijos*

Milena F. disse...

Flavia, eu particularmente adoro, acho tão diferente das nossas cidadezinhas brasileiras!

Inaie, sabe que em francês também fica bem parecida a pronunciação das duas palavras? Em uma das visitas que fizemos, toda hora que a guia falava Bourges eu entendia Brugges!!! (que por sinal é uma cidade linda pela qual sou apaixonada!)

Van, tb adoro o seu blog e suas dicas!

casa de fifia disse...

que belo borgo
adoro paris.. é uma cidade tao elegante !!


baci

UmOlharViajante disse...

As casas parecem saidas de um conto de fadas da Disney :)

Sandra disse...

Que cidade linda!! Ideal para um passeio de final de semana. Esse estilo que você citou das casas (pan de bois), talvez seja chamado enxaimel em português. Digo porque eu vi casas assim, neste estilo, em uma cidadezinha aqui da Suíça chamada Stein am Rhein (qq dia escrevo sobre ela).
Adorei o seu figurino! Eu amo sapatos vermelhos :-). Boa semana!!

Luana disse...

Oi Milena, fui a Tour ano passado e AMEI! Preciso muito voltar para essa região para passear mais... Que lindas as suas fotos!

Olha, o lugar que eu fui na Muralha da China era "The Great Wall of Juyongguan Pass". Eu sei que existem outras duas, pelo menos, perto de Beijing. Eu só fui ate essa e estava bem cheio de gente, quer dizer, cheio ate o começo, porque as pessoas não aguentam subir, dai fica bem gostoso e vazio... =)

quando você viaja?

Luana disse...

"Por um momento eu achei que você tinha errado a palavra e estava falando de brugges, na Bélgica...kkkkk" - EU TAMBÉM!!! hahahaha

little cintia disse...

Vontade de visitar!!!

Suzala Moura disse...

Nossa, que ruas são essas??? achei muito lindas as fotos! beijos

Milena F. disse...

Parace um conto de fadas mesmo!

Sandra,pode ser que seja esse nome mesmo, mas confesso que nunca tinha ouvido esse termo "enxaimel" na vida! Eh que antes, quando estava no Brasil nunca tinha pesquisado mesmo sobre o tema, meu conhecimento era abaixo do básico em arquitetura! Sabe que tb gostei da combinação? o problema é que acabei me unindo a uma procissão e tinha a impressão que chamava muito a atenção! kkk

cris paiva disse...

Oi Milena!
Onde vc ficou hospedada? Gostou do hotel? Vc acha q se eu me hospedar no Ibis Centre q fica a uns 700 metros da Catedral, dá p ir de carro à noite e estacionar perto p ver a "Noite Iluminada"?
obrigada, Cristiane.

Milena F. disse...

Cristiane, agora não me lembro onde fiquei hospedada (geralmente fico em pequenos hotéis familiares), mas era mais perto da gare/estação de trem e não no Centro Histórico. E mesmo assim tudo pode ser feito à pé pela cidade. Acredito que dê mesmo para deixar o carro no hotel e fazer o percurso da noite iluminada à pé, vocês vão aproveitar bem mais!

Anônimo disse...

Essas casas são do estilo Enxaimel Francês.