terça-feira, 6 de março de 2012

São Petersburgo: chegando e entrando no clima

Chegamos no aeroporto de São Petersburgo logo após o meio dia (horário local) de um ensolarado dia de inverno suave. Foi simples e rápido passar pela imigração russa (um pequeno desconforto pois para verificar o passaporte eles nos olham fixamente nos olhos!), e logo estávamos liberados para visitar a cidade!

Saindo do aeroporto pela porta principal, logo a esquerda tem uma parada de ônibus cuja linha 13 (21 rublos a passagem) nos deixa na estação de metrô (linha 2) Moskovskaya. Basta descer logo após um enorme ponto circular onde fica o munumento aos Defensores da Cidade de Leningrado (como se chamava São Petersburgo). A gente começa a entrar "no clima" das pessoas e dos costumes e começa a entender que foi um povo que sofreu muito ao longo da história.




Aproveitamos para visitar um pouco essa localidade longe do centro da cidade e que fica fora dos guias turísticos. Ali encontra-se um pequeno complexo de 3 igrejas ortodoxas, com a Igreja da Natividade:

 São Jorge:
(não tinhamos entendido que estávamos caminhando sobre um lago congelado! Que medo!)
E essa que não consegui desvendar o nome!

Como eles se divertem:
Sentíamos todo o tempo um gostoso friozinho na barriga como se estivessemos de fato vivendo uma aventura... A primeira barreira era a língua, pois já tinhamos lido que os russos falam muito pouco inglês e que é dificílimo se comunicar, além do fato de serem antipáticos! 
Mas eu que sempre sou "do contra" tive uma outra impressão dos russos! Eles parecem um pouco "fechados" e "frios" num primeiro olhar, mas se esforçaram conosco para falar inglês (ou mesmo francês!) e quando não falavam mesmo, se esforçavam para nos compreender e nos comunicávamos com gestos. Eles riam muito dos meus gestos ou da minha forma de tentar dizer  zdravstvuitye dobrii den (bom dia) ou da svidaniia (adeus), mas ajudava a quebrar o gelo e eles acabavam sendo simpáticos e agradáveis conosco!




Locomover-se na cidade também foi muito fácil, pois além da escrita no alfabeto russo, tinha sempre alguma indicação no nosso alfabeto ou mesmo em inglês.

 Sabíamos que tinhamos que pegar a direção "Parnas" para descer bem no centrão de São Petersburgo (estação Nevskiy Prospekt) e era fácil encontrar entrada e saída. Mas basta seguir a multidão, ou melhor, nem tente ir contra ela, pois eles nos empurram mesmo!


De lá é possível visitar a maioria dos pontos turísticos à pé, apesar da cidade ser relativamente grande. Mas os russos adoram caminhar e fazem longas caminhadas até as 2 horas da manhã mesmo no inverno e mesmo sob a chuva, bem diferente da imagem que tivemos dos suiços, que não encontramos mais nas ruas ao cair da noite, deixando a cidade completamente deserta...

Assim que cheguei tive que me concientizar que não daria para ver ou visitar tudo. Felizmente para quem mora aqui na Europa as passagens para a Rússia são acessíveis e assim poderemos voltar facilmente em um outro momento, o que me deixou mais tranquila para seguir meu caminho turístico sem pressa.

Tivemos a impressão de São Petersburgo como uma cidade relativamente segura, pelo menos na parte mais turística onde estivemos. Em nenhum momento tivemos medo, tudo era bem iluminado e sempre tinha gente nas ruas, parques e jardins. Comércios ficam abertos até tarde da noite (22h30, por exemplo), e muitos locais abrem 24 horas, como cafeterias e restaurantes. O paraíso para os insoníacos!

9 comentários:

Ana Maria Braga disse...

Encontrei seu blog no do Alexandre (Japão).
Conhecer cidades é muito bom. Nunca vi neve na minha vida.
MInha cidade é calor o ano todo, mas felizmente tem brisa e por isso não fica muito quente.
Adorei as suas fotos.
Beijos, Milena.

Nadja disse...

Fotos lindíssimas!!! Amei!!! Que aventura incrível, de todas as cidades da Rússia, esta é a que mais quero conhecer!!! :)
Valor histórico muito grande!

Lu_Russa disse...

Olá !!

se vc pegou alguma dica sobre a Rússia no meu blog, participe do depoimento !!!!

Mande um depoimento com 2 fotos para : garotinharuiva@yahoo.com.br

bjos

LuRussa
www.lurussa.com

LuRussa disse...

vou aguardar então :)

muito obrigada !

bjos

LuRussa

LuRussa disse...

Sabe, eu acho importante a sessão de depoimentos no meu blog, não por causa de mim, mas pelas pessoas q entram lá e ficam imaginando se é possível, se elas tem coragem de viajar...muitas só ficam pensando e acham que não conseguem....por isso qdo elas veem outras pessoas dando depoimentos, fazendo viagens, elas se animam...isso eu sei pq várias ja me falaram..

bjoss

Mulher de Fases disse...

Que aventura mesmo!!!! Nós tinhamos planos de ir a St. Petersburg agora em Abril, mas desistimos pelo preco das passagens.
E esse gelo?? Tudo em russo, a barreira da língua... Deve ser o máximo desbravar tudo isso.

Bjo

Milena disse...

Que fotos lindas.

Sylvain disse...

Lorsque vous arrivez en bus 13 de l'aéroport pour rejoindre la station de métro Moskovskaya, vous passez devant un énorme rond-point qui est en fait un monument aux Défenseurs de Léningrad !!! Cet ensemble sculptural est composé de plusieurs groupes de personnages particulièrement agréables à photographier. Avis aux amateurs!!! (Attention à la traversée de la route , l'accés est un peu dangereux)

Gisley Scott disse...

Menina me deu um nervoso quando vc disse sobre esse lago congelado :S!!! Nossa vcs são aventureiros mesmo.

Os russos dão uma de durão mas são muito gente boa, qdo vc os conhece de perto, se surpreende :)

As fotos ficaram lindas :)!