terça-feira, 27 de março de 2012

Que tal um brunch em Paris?

O que fazer domingo em Paris? 

Acho que nunca falei aqui, mas detesto domingo! Acho um dia "parado", preguiçoso e geralmente tudo fica fechado e, para mim, desanimado. Quando o tempo está bom, ok, Paris inteira passa o dia nos jardins, mas fora isso tenho horror da fórmula básica de Champs Elysées no domingo (já não sou fã da Champs Elysées, que considero suja e meio decadente) e cinema! Não suporto ficar trancada em cinema quando o dia está lindo lá fora! Sou insuportável, não é? Eu não poderia morar em uma cidade em que domingo tudo está fechado.

Mas então, estou sempre procurando uma forma de alegrar os meus domingos... Desta vez tinha reservado um brunch em um restaurante do XVI arrondissement de Paris (uma zona nobre da cidade). Maridão meio de cara feia (o que raramente acontece!) pois ele tem um certo preconceito contra os ricos e bairros ricos, achou que seria um bairro entediante (ainda mais no domingo!) e sem graça. Eu que já tinha trabalhado nesse quartier chamado Passy, adoro!

Descemos na estação de metrô La Muette e é claro que a beleza da arquitetura das ruas impressiona... Muitas lojas bonitas (abertas de segunda a sábado), com vitrines lindas de marcas que não vemos muito pelo resto da cidade. 

Nosso restaurante fica na Rue de l'Annonciation, que para a nossa surpresa é uma rua bem animada no domingo! Lojinhas abertas, produtos de alimentação, feirinha... Tudo um charme! E o nosso restaurante,  de decoração simples, conta com um excelente ambiente, atendimento e cardápio!

Nosso brunch incluía bebida quente, suco de laranja natural, pães, geléia e manteiga (para começar)
Prato a escolher (foi difícil tomar uma decisão, tinha muita opção e eu queria provar tudo!!!)
 O meu foi esse sanduíche bagel de salmão com mil-folhas de berinjela (camadas de queijo e berinjela). Adorei também o molhinho ao centro, sobre a salada ficou uma delícia! E a porção era grande mesmo!
Chéri optou pelo prato com menos legumes: espetinho de carne de gado com um gratin de batatas (bem tradicional aqui, são batatas cortadas em rodelas finas que vão ao forno em camadas, cobertas de creme de leite, temperadas a gosto, e pode ser acrescentado queijo ralado para "gratinar") e champignons. No meio um molho de queijo para a carne.

Como sobremesa 3 miniaturas em um pratinho "descoberta"

Tortinha de pera, bolo de chocolate e sorvete de caramelo.

Maridão ficou supercontente do início ao fim, além disso teve que reconhecer que os demais clientes também eram bem cortezes, todos chegavam e diziam bom dia, os que estavam próximos puxavam conversa conosco falando do bairro, do restaurante dos pratos, diziam "bom apetite" e se despediam... nada de nariz empinado ou "eu sou melhor do que você". Percebemos que é um local muito apreciado pelos "locais" e não vimos turistas (com exceção de nós que estávamos turistando por ali!)

Então, além de recomendar um brunch no domingo, recomendo esse do Family Café!!!
Ainda é possível perambular pela feira coberta, lojas e comércios de alimentos, como a loja de ostras que fica bem em frente e que estava lotada! Encontramos também uma loja de produtos italianos com muita variedade e que parecia ser de muito boa qualidade... pena que o preço era MUITO proporcional à qualidade e ao bairro...

35 rue de l'Annonciation
75016
Metrô La Muette

O preço do brunch (servido apenas aos domingos) estava afichado em 23€ por pessoa. Também é possível apreciar os pratos individualmente fora do brunch. As opções de sobremesa eram bem apetitosas e as porções generosas.

15 comentários:

Ma Petite Lima disse...

Mi, esse teu post é um verdadeiro crime!!! E agora?? Como eu faço.. Estou completamente cheia de agua na boca, Menina! rsrsrsrsrsrsrsrs..
Brincadeirinhas a parte, obrigada por compartilhar essas maravilhas conosco..
Bjuu
Joanna

Jorge Fortunato disse...

Milena
que dica imperdível e o preço é ótimo. Vou incluir na minha agenda. Geralmente quando vou a restaurantes frequentados só pelos locais, fico meios em graça na hora de fazer as fotos. Uma vez um casal começou a reclamar (no melhor estilo francês). Eu fingi que não ouvi e continuei fotografando meus pratos... Mas blogueiro não pode ter vergonha não é?
Beijos e adorei esse post

Jorge Fortunato disse...

Em tempo: parece que vc estava nos egundo andar. é isso mesmo?

Milena F. disse...

Joanna, nem me fala, já estou pensando em voltar!!!

Jorge, em alguns lugares já me senti menos a vontade e não quis fotografar. Mas ali o ambiente era tão descontraído que foi bem tranquilo! sempre tomamos cuidado para evitar que os demais clientes apareçam nas fotos, geralmente é isso que os incomoda, e não usamos flash, que além de chamar a atenção, atrapalha os demais clientes. Nunca me disseram nada até então, mas se alguém me disser já preparei a resposta: falarei sinceramente do blog. Mas se já vierem reclamando, minto numa boa que escrevo para uma revista de viagens e queria indicar o restaurante, mas já que não é do interesse deles... Procurarei outro lugar mais compreensivo para indicar! Bons endereços em paris é que néao faltam :)

Mulher de Fases disse...

Que idéia genial!! Mas eu jamais iria conseguir comer isso tudo!!! E tudo pareceu delicioso. Bom, eu amo os domingos, mas nada melhor do que acrescentar ainda mais charme a esse dia, não??

Beijos

Letras Saltitando disse...

Ai que coisa linda isso tudo.... fiquei louca pra provar essas delícias.

E como que tu foi parar aí em Paris?
Adoro ler brasucas pelo mundo afora!

Bjs e boa semana!

Letras Saltitando disse...

Ahhhh não acredito... tava lendo uns post bem antigos do teu blog, e vi que tu é daqui de Porto Alegre!
"Que tri!"
Bjs

Vanessa à Paris disse...

Adoro tomar um brunch.
Acho o programa ideal de domingo.
Faço isso sempre que da.
Engraçado estou ha séculos para por a lista de brunchs que adoro em Paris no blog, sempre acontece algo e eu deixo o post de lado, coitado.
Esse eu não conhecia, vou anotar a dica, mas o meu problema é q acabo ficando por perto de casa, preguiça rsss
Domingo tb acho chatinho.
Esse domingo eu fiquei no parque mesmo, batendo um bom papo e curtindo esse tempo maravilhoso.

:))
bjs

Raquel M.B.G. disse...

Milena, eu também não gosto desse mood de domingo! rsrsrs Somos muito agitadas? rs Mas confesso que em Paris...até fazer NADA é bom demais, rsrsrs As fotos ficaram "deliciosas", abraços,

She disse...

Nham, nham! Que delíciaaaaaaaa! :D Beijo, beijo!
She

Milena F. disse...

Deborah, estava uma delícia que consegui comer tudo... Só não venci a sobremesa!

Amiga blogueira do "Letras", esses cursos da ida que nos levam a lugares que a gente nem imaginada! Saudades de Porto Alegre!

Vanessa, vou te cobrar a lista de brunchs!!! Eu já gosto de frequentar mesmo lugares distantes, adoro descobrir ruazinhas e cantinhos por onde ainda não tinha passado!

Raquel, é verdade que de vez em quando dá vontade de "não fazer nada", mas aí tem que ser um um bonito jardim, com um clima agradável... Tenho um temperamento que parece vem calmo, mas sempre quero fazer mil coisas, e se não faço fico com a impressão que o tempo passou e não aproveitei... tenho um probleminha com o tempo (ou falta dele!)

She, nem me fala, agora é correr atrás do prejuízo!

Jorge Fortunato disse...

Milena
Ótima resposta...vou treinar. Tô pensando seriamente nesse lugar para meu brunch em Paris.
Abraços

Gisley Scott disse...

Vocês realmente foram ao local certo para matar o marasmo do Domingo.Nada como lojinhas,gente e um bom brunch pra animar o dia!

Fernanda Reali disse...

Também pinterestei para visitar numa próxima ida

http://pinterest.com/pin/246994360783932898/

Na Champs Elysées, adoramos um restaurante que fica na esquina, bem perto do arco do triunfo. Por ser envidraçado, a gente come vendo o arco! As crianças comeram muito bem lá, embora nao haja cardápio infantil.

Publicis Drugstore

133 Avenue des Champs-Elysees, 75008

bjs

Lizzie - www.surtandoemfrances.wordpress.com disse...

Milena, morri aqui que você não gosta da Champs Elysées. Eu achei válida pra conhecer, mas insuportável! Sério, se eu morasse lá acho que não iria nunca. E concordo com seu marido, tenho preguiça de "bairro de rico, lugar de rico, lugar onde você vai pra fingir que é rico". Coloquei você lá no meu blogroll, ok? bjos