quarta-feira, 4 de abril de 2012

La Piscine-Musée de Roubaix

Quando a minha amiga de Lille sugeriu visitar a Piscina Museu de Roubaix (uma cidade ao lado de Lille), fiquei sem saber se tinha entendido direito e corri para procurar informações a respeito nos livros de turismo e internet. Sempre me surpreendendo!
Em 1932 foi construída na cidade de Roubaix  a mais bela piscina pública da França, uma verdadeira obra de arte do estilo Art Déco. Em 2001 o espaço foi transformado em Museu e pertence au patrinônio do século XX. 

O museu respeita na sua totalidade os antigos espaços: construída em uma antiga fábrica de tijolos vermelhos (típico da arquitetura industrial da região), acolhe exposições fixas e temporárias. A antiga piscina de origem acolhe esculturas; e mesmo as cabines de ducha acolhem objetos de cerâmica, artes aplicadas, tecidos e moda.  Mesmo o café é localizado na antiga cafeteria de 1932, e a loja do museu localiza-se na antiga sala de filtragem da água, com equipamentos atualmente em parte ainda visíveis.






Um pouco da coleção de pinturas dos séculos XIX e XX:
Gêrome e sua "Esclave à vendre" e Tamara de Lempicka
Amei essa obra de Foujita (francês de origem japonesa), cuja obra conheci recentemente em Reims.
La Pensée, de Jean Despujols (1929)
Mais uma versão do assassinato de Marat, mas desta vez de Weerts.





Ainda tivemos a sorte de visitar o museu durante a exposição temporária "PICASSO à l'oeuvre dans l'objectif de David Douglas DUNAN". Essa exposição liga Picasso e o famoso fotógrafo americano Duncan através de diversas fotos realizadas entre 1956 e 1973 de Picasso na intimidade de sua vida de artista. Para quem não conhece muito bem Picasso, pelas fotos podemos perceber claramente a energia desse artista, desse gênio infatigável e insaciável do século XX. Podemos gostar ou não do que ele fazia (impossível gostar de tudo, pois ele não parava e produzia o tempo todo, em vários domínios da arte), mas eu sempre fico impressionada com a sua paixão pelo que fazia. 

Um exemplo que fica bem claro na expsição é uma série de fotos de um jantar: a preparação de um prato a base de peixe, Picasso come o peixe e então, como que por magia, ele tem a idéia de usar esse peixe para alguma coisa "maior". Então ele pega a espinha do peixe, faz uma "moulage" da sua espinha, e depois usa nas suas peças! Ou seja, entendo que seu processo de criação não parava nunca, tudo no seu mundo tinha um potencial de se transformar em idéias, e ele testava todas. 
Muitas das peças que aparecem nas fotografias estão ali expostas, resultado de empréstimos de coleções particulares e museus do mundo todo. 
A exposição sobre Picasso é apresentada até o dia 20 de maio de 2012.

Informações Práticas:
Roubaix La Piscina (ou Musée d'Art et d'Industrie André Diligent)
23, rue de l'Espérance
59100 ROUBAIX
Acesso:
- metrô linha 2 (metrô de Lille), estação "Grand Place" ou "Gare/Jean-Lebas".
- trem: gare de Roubaix.

10 comentários:

Lulu disse...

Eu aprendi a compreender um pouquinho melhor Picasso nessa visita rsrs

Mas faltou dizer q a exposiçao de Picasso nao podia tirar fotos =/

Jorge Fortunato disse...

Milena
A sua narrativa é tão bacana que fico sempre com vontade de conhecer os lugares que vc visita. Nunca fui a Lille, agora só por ocnta desse Museu Piscina já fiquei com vontade.
Um ótimo dia!

cintia disse...

Adoro tuas fotos :)

Milena F. disse...

Lu, é verdade, na exposição temporária não podia... geralmente é assim!

Jorge, tento mostrar a minha versão dos fatos! Fico contente que vc aprecie!

Cintia, obrigada! :)

Inaie disse...

piscina onde vc nao pode nadar??? sei nao se eu ia gostar.

O Picasso pra mim e muito controverso. a sua obra que mais me chocou foi a "mulher fazendo xixi".

Uma mulher de cocoras, e um xixizao jorrando. na minha sala, nem a pau, Juvenal.

Bia disse...

Adorei! nunca imaginei algo assim.... bjs

Sandra disse...

Essas estátuas ao redor da piscina me lembraram esculturas greco romanas. Muito legal!! Abs

Lu disse...

E o coitado do Sylvain tendo q aguentar minhas perguntas rsrs

Milena F. disse...

Inaie, o charme estava justamente no improvável... Eu fiquei quebrando a minha cabeça tentando imaginar como seria uma piscina transformada em museu! Achei lindo, mas gosto é gosto, não é?
Picasso fez tudo e "n'importe quoi", por isso é impossível gostar de tudo ou detestar tudo o que ele fez. O tema da mulher fazendo xixi já veio da Arte na Grécia Antiga. Depois foi retomado por Rembrandt no século XVI, e Picasso no século XX, que fez a "sua" versão. Nenhum dos dois podem ser considerados artistas vulgares. Eh que se eles tem vontade de pintar ou desenhar alguma coisa, farão sem se colocar limites.
Também existe a famosa estátua do Manneken-pis em bruxelas, mas essa todo mundo acha bonitinha!

Bia, foi algo novo para mim, também adorei!

Sandra, ainda mais com a luz que refletia na agua. O jogo de luzes (naturais, transformados pelas cores dos vidros) era realmente lindo!

Lu, ele adora!!!

Ana disse...

Eu vou morar aqui do lado e nunca tinha ouvido falar desse museu. Que coisa mais curiosa! Vou visitar com certeza, obrigada pela dica!