domingo, 29 de abril de 2012

Arte e cultura em Frankfurt

Após falar um pouquinho da cidade de Frankfurt e das comidinhas de lá, faltou falar das atrações culturais, que obviamente não são poucas nessa importante cidade da Alemanha. 

A maioria deles fica concentrada no "bairro dos museus" na margem sul do rio que corta a cidade, uma região muito bonita, agradável e (imagino!) cara para se morar.
 Um frio do cão e todo mundo correndo ou passeando com o cachorro no domingo pela manhã.

O bairro é todo bonitinho assim, cheio de casas bonitas e ruas bem arborizadas.
Städel Museum:
O mais importante na minha opinião, retratando a história da pintura do século XIV aos dias atuais. A coleção é impressionante, sendo um dos quadros mais preciosas que se encontra lá é "O Geógrafo", de Vermeer ("O Astrônomo, do mesmo artista, encontra-se no Louvre).
E para Sylvain que admira muito o irlandês Francis Bacon, a visita foi ainda mais produtiva, já que não é tão fácil encontrar obras desse artista na França.

Liebieghaus Skulptuzen Sammlung, museu dedicado à estátuas de todas as origens e épocas. O prédio principal em si já é lindíssimo por fora e merece uma visita, assim como o jardim.




Deutsches Architekturmuseum: nesse não fomos, pois aparentemente é um museu mais técnico, mais aos iniciados na arquitetura.

Museum für Kommunikation: retrata toda a história da comunicação desde o seu começo até os tempos atuais. deve ser ainda mais interessante para estudantes e profissionais das diversas áreas da comunicação.

E fora dessa bairro, podemos encontrar os seguintes museus:

Museum für Moderne Kunst, uma proeza arquitetural, pois o museu fica em pleno centrão da cidade, em um espaço triangular e não muito espaçoso, um museu que é superluminoso e com um bom tamanho. Parece que é um local cultural muito importante para ficar por dentro de tudo o que se passa no mundo da arte, mas no dia em que fomos eu não gostei das exposições. Só tinha praticamente exposições temporárias de fotos (que já não é exatamente o que gosto de ver em um museu) e ainda por cima justamente o tipo de exposição fotográfica que não gosto: toda uma série de fotos de adolescentes se drogando, mostrando o submundo da consição humana, crianças e adolescentes semi-nus em situações sexuais (posso ser classificada de retrógrada, mas me pergunto onde fica a proteção de menores?). 
Sem contar o famoso fotógrafo japonês Araki cujas fotos do universo íntimo e des cenas de "bondage" me chocam, ainda por cima pois ele muito fotografou a sua esposa nessas posições sadomasoquistas que para mim entram mais no universo da perversão do que de arte... Até fotos da esposa grávida nessas posições ele fez! Ainda tenho muito caminho a andar para ver esse tipo de fotos como arte e não como pornografia! (um dia comentei isso com um vizinho "super culto" e fotógrafo, ele ficou de cabelos em pé com o meu "fechamento de espírito", e ainda por cima ele acha as fotos de Araki perfeitas!!!)
Pelo menos conheci um pouco mais sobre esse artista cuja obra tive contato pela primeira vez em 2009 em uma exposição em Amsterdam. Posso dizer que ele é um excelente fotógrafo, com um olhar e uma técnica incríveis e de dar inveja, mas esse tema pelo qual ele é mais conhecido (bondage) só me causa aversão. Tenho esse direito, não?

Casa e museu do escritor Goethe: esse símbolo do romantismo nasceu em 1749. Infelizmente a casa original foi destruída em 1944, e anova foi construída no mesmo local. Uma visita então não muito autêntica, pois tudo foi reconstruído e nem tudo da época, mas pode ser interessante aos amantes da literatura. Foi em Frankfurt que ele conheceu seu primeiro grande amor (Gretchen) que o inspirou para o personagem de Marguerite, na sua grande obra Fausto. A casa-museu conta com seu pequeno teatro de marionetes, alguns de seus livros, pinturas de família e gravuras. 


Jüdishes Museum: situado em um antigo palácio da família Rothschild, apresenta diversas faces da cultura  e história da comunidade judaica de Frankfurt desde a Idade Média. 

6 comentários:

Riffel News disse...

querida Milena, voce escreve muito bem. Alguem ja te disse isso ? hehehe Milena, muito obrigada por visitar meu blog, vi que vc deixou por la dois comentarios. Entao, menina, eu tb sou do sul do Brasil e sei bem como sao essas coisas de "nao sair por aí dando beijinho no rosto de todo mundo", hehehe .... Vou adicionar teu blog aos meus favoritos e te seguir. Voce esteve na Alemanha, como eu vi, .... que bom. E então, gostou? FRA tem muitas coisas lindas. Eu moro em Bonn ja tem 5 anos e visitei Paris umas 4 vezes apenas.... Morar aí deve ser fantastico também , ne ? Beijos da ALemanha (beijinhos no rosto, sem "lambe lambe", HAHAHA )

Sandra disse...

Quando eu estive em Frankfurt também passei pela casa de Goethe. Você já leu Os Sofrimentos do Jovem Werther? É de partir o coração! Abs

Oli disse...

Olá Milena! Vim retribuir sua visita. Parabéns pelo seu blog! Você está no paraíso! Como foi que veio parar em meu humilde blog? Aqui no sul do Brasil o friozinho está começando.
Volte sempre ao Caixinha de Botões da Oli!
http://oliceia.blogspot.com.br

✿ chica disse...

Quanta coisa linda pra ver, heim? Aproveita, vale muito,né?

beijos,chica

Suzala Moura disse...

Milena!! Primeiro, muito obrigada pelo seu comentário no blog! Realmente, é necessário que a gente reveja os nossos conceitos de vez em quando, principalmente quando o assunto é dinheiro e qualidade de vida...ando muito segura com minha decisão e sim, acredito que serei mais feliz...menina, que post lindo é esse???? as fotos parecem aqueles páginas de romances...amei! beijos, linda e mais uma vez, obrigada!

Fernanda Reali disse...

Ainda nao fui à Alemanha. Meu marido foi a frankfurt no mês passado e quer voltar.

bjs