quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Restaurantes em Rouen

Toda vez que viajo, seja aqui pertinho ou para longe, a minha primeira preocupação é o que e onde comer... Para mim conhecer um lugar depende também de conhecer a sua cozinha!!!

Então, em Rouen não foi diferente!!! Mas neste caso enviei uma mensagem para a Julie (uma francesa que nasceu em Rouen e ainda vai para lá seguido, e que ainda por cima é apaixonada pelo Brasil e fala português fluente!) pedindo dicas de restaurantes.

De cara ela aconselhou o Gill, restaurante 2 estrelas* do chef Gilles Tournadre e mais 4 restaurantes na praça (ou próximos) do Vieux-Marché onde Jeanne d-Arc foi queimada. Empolgada pela possibilidade de jantar em um restaurante estrelado e motivada pela experiência da Mirelle é claro que eu queria ir. Visitei o site e além do preço um pouco salgadinho aos finais de semana, encontrei um outro porém: a decoração me pareceu bem clean e moderna, tudo o que para mim não combina com um ambiente acomchegante. Mas liguei para o restaurante ainda assim para receber a resposta de que o mesmo já estava completo para o sábado (e domingo não abre). Tudo bem, assunto resolvido, melhor partir para os demais da lista. Mas aí decidimos ver na hora o restaurante que nos interessava.

Sábado ao meio dia acabamos optando pelo restaurante Le Maupassant pois tinha o menu mais acessível dentre os restaurantes da lista, já que eu prefiro fazer um bom restaurante mesmo sábado à noite (pode parecer frescura, mas prefiro um excelente jantar à um almoço, e ainda por cima tem que ser na sexta ou sábado, para os demais dias prefiro restaurantes simples!!!). Além disso, durante o dia (ainda mais quando estamos conhecendo uma cidade) preferimos comer rápido para podermos continuar nossas visitas, e é à noite que realmente aproveitamos os restaurantes.

O restaurante fica em uma construção antiga e adorei a decoração interna. 3 andares com 3 ambientes diferentes, funcionários muito bem treinados e com excelente apresentação, supereducados. A comida deixou um pouco a desejar (mesmo na apresentação), mas lembrando que era um menu de excelente preço e ao meio dia. Imagino que se fosse à la carte o resultado seria outro, ou se fosse um menu jantar também, pois eles sabem que turista ao meio dia que optam pelo menu é porque estão com pressa, acabam pecando em alguns detalhes.

Mas a sobremesa estava linda!!!

Saímos de la e resolvemos reservar o jantar no restaurante Les Nympheas, pois fiquei realmente encantada com o ambiente (pelo que pude observar pela janela!!!). Mas infelizmente ele já estava lotado para esse dia, e igualmente néao abre aos domingos... Fiquei realmente decepcionada, mas fica para a próxima!!!

A entrada do restaurante é pela porta à esquerda, e ele fica no fundo do pátio interno.  Um chame!!!

Então lá fomos nós correndo reservar o La Couronne, com medo de não ter mais lugar!!! Enfim conseguimos (o restaurante é enorme, em 3 andares igualmente, com diversos ambientes diferentes). O mínimo que podemos dizer é que não nos arrependemos. Ambiente impecável, pratos muito bem preparados e apresentados, funcionários extremamente atenciosos. O restaurante é considerado o mais antigo da França, com registros que chegam até o ano 1345!!! Imperdível! Ao longo da história, diversas personalidades francesas e mundiais passaram por ali. Não seria eu que deixaria de ir!

O que me chamou a atenção, pela primeira vez, é que quando fui olhar o cardápio, não tinha preço em nada!!! Grossa, fiquei pensando "puxa, vão nos enrolar na hora de pagar..." Mas aí comentei com o meu marido que achava estranho não ter preço no cardápio, mas no dele tinha!!! Ou seja, o cardápio com preço é para o homem e o cardápio sem preço para a mulher... Essas tradições um pouco machistas, o que vocês acham?
Pedi uma entrada de salmão que estava uma delícia:
Tartare de Saumon Frais et Fumé Maison au Couteau, Raviole de Mascarpone au Verjus 

Sylvain sempre pede Fois Gras:

Fois Gras au Canard, Cake au Lard Grillé

Pratos eu pedi peixe e ele pato:

Rascasse Farcie à l'Andouille de Vire et au Pomme,  Crème de Topinambours
Anguillettes de Canard aux Epices et à l'Orange, Polenta Frit

Uma surpresa desagradável em relação ao meu prato... Como era uma especialidade da casa e adoro peixe, resolvi ser mais aberta e dar uma chance à andouille que estava no nome do prato... Mas não teve jeito! Quando trouxeram os pratos e retiraram a cobertura em metal, senti um cherinho desagradável e mesmo desconfortável. tentei comer, mas não deu. Tive que retirar todo o recheio do peixe para poder comer, mas confesso que o cheiro atrapalhou mesmo assim!!!

Depois veio um plateau de queijos normandos (Camembert, Pont l'Eveque, Neufchâtel, Livarot), eu já não tinha mais fome nenhuma mas acabei provando dois tipos.
E a sobremesa também estava ótima! Eu não estava com vontade de doce, então acabei pedindo uma sobremesa a base de frutas e um sorvete de queijo (heim?). Sylvain como sempre escolheu uma sobremesa a base de chocolate!

 Blanc Manger de Chèvre Doux et Mousse de Figue
Biscuit Coulant de Chocolat Noir, Crème de Marrons Confits

 
O restaurante também possui uma das maiores caves (de vinho) da França em referências diferentes, mais de 300 tipos de vinhos. Os preços podem chegar a 2400 euros, mas tem para todos os bolsos!!! Como Sylvain não bebe nadinha de álcool, ficamos na água mineral mesmo.

Com toda essa comilança do final de semana, essa semana tive que fazer uma cura de desintoxicação!

µµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµµ

* O famoso guia Michelin apresenta sempre duas edições: a verde, bem popular e que é escrita com a ajuda dos escritórios de turismo de cada cidade, e a VERMELHA, escrita no mais total segredo, que "distribui" estrelas aos melhores restaurantes a cada edição.

Endereços:
Le Maupassant: 39, place du Vieux Marché

Gill: 8-9 quai de la Bourse

La Couronne: 31, place du Vieux Marché

Les Nympheas: 7-9, rue de la Pie

La Marmite: 3, rue de Florence

7 comentários:

Angela disse...

Que delícia! Quando vamos viajar para perto levamos sempre suculentos sanduiches. Agora para longe, sempre achamos um bom restaurante! Seu post me deu água na boca! Beijos e um ótimo dia!

Mulher de Fases disse...

Nossa!!! Deu água na boca! Quando viajamos sempre temos um orcamento um tanto quanto limitado, então optamos pelos restaurantes mais baratinhos, embora tenhamos conviccão que a culinária também faz parte do conhecimento de outra cultura, mas pesa pro bolso.

Eu também prefiro um bom jantar a um bom almoco! Especilamente nos fins de semana, mas abro mão disso nas nossas viagens e sem dúvidas a apresentacão dos pratos assim como o cheiro interferem bastante quando saboreamos uma comida.

Obrigada pelas dicas, quem sabe da próxima vez guardamos um pouco mais de dinheiro e fazemos uma estravagancia em algum restaurante!!

Milena Fischborn Costa disse...

Geralmente faço como vocês, meninas, levamos sanduiche para o almoço ou almoçamos "sur le puce" (em um mercado de rua ou algo barato), mas comilona do jeito que sou, não abro mão de ao menos 1restaurante!!!

Adriana Alencar disse...

Olá, vim retribuir a visita!
Deve ser maravilhoso provar esses pratos incríveis! A cozinha grega é saborosa, mas não tem o requinte da francesa, o "charme".
Gostei muito do seu blog, estarei passando por aqui e espero-lhe sempre no meu cantinho, é muito bem-vinda!
Beijo
Adri

Gorete Sousa disse...

Tks pela visita...
Amei seu blog!!!
Eh muito bom saber um pouco de lugares APAIXONANTES...
xx

www.ilovenystyle.blogspot.com

Ana Paula Gervason disse...

Os pratos são lindos, dá água na boca...
Muito bom viajar e conhecer lugares diferentes, né?!

Bjss e um ótimo final de semana...

http://toutlamour.blogspot.com

Erika Saab disse...

Milena, que delícia este post, fiquei imaginando cada lugarzinho, cada prato. Eu também sou do tipo que se estou viajando quero logo provar algum prato típico, isso de ficar ir para o outro lado do mundo e ficar pedindo hamburger e hot dog, como alguns americanos fazem, eu acho o fim. Concordo com você com relação a restaurante com decoração muito clean, detesto,parece que a gente tá comendo no refeitório de um hospital, sou muito mais aqueles ambientes charmosos e aconchegantes! Beijos.