quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Museus de Dublin

The Old Library

Dentro do Trinity College, encontra-se essa antiga biblioteca que atrai turistas do mundo todo, e eu como verdadeira rata não poderia deixar de visitar. (Entrada paga)


 Não era possível fotografar, mas à esquerda vai uma foto "proibida" é à direita o cartão postal da biblioteca que a gente acaba sendo obrigado a comprar se deseja uma recordação além da memória 
(e eu preciso de memória auxiliar)

Ali também podemos admirar o Livro de Kells (The Book of Kells), o mais precioso livro da Irlanda e para alguns mesmo de toda a Europa! Mas o que tem de tão especial nesse livro?

Trata-se do Novo Testamento manuscrito pelos monges do monastério de Kells no século VIII!!! Tudo em pele bovina... Ele é único pela sua data, pela qualidade da sua caligrafia, letras e desenhos bem alaborados, de uma delicadeza extrema. São 680 páginas e aqui seguem algumas imagens da internet para quem deseja ver como ele é, já que as fotos são realmente proibidas e a penumbra da sala (para proteger a obra) impediria qualquer foto "correta".

National Gallery

Um dos mais importantes museus de Dublin e mesmo da Irlanda (entrada gratuita). Além das salas dedicadas às pinturas irlandesas do século XVIII até hoje (algumas obras são bem interessantes, mas são artistas que de uma certa forma nunca conseguiram se destacar no cenário mundial), podemos encontrar algumas obras realmente de peso e muito importantes para o mundo da arte. Um destaque a esse fabuloso Caravaggio (momento em que o Cristo é abordado e será julgado logo após).

 Ou esse obra de Vermeer, raramente encontrada fora da Holanda.
Chester Beatty Library


Uma coleção impressionante principalmente de artes e manuscritos do Oriente e Extremo-Oriente. O 1º andar se interessa principalmente ao universo do livro e o 2º ao mundos das religiões. Entrada gratuita.

Tanto na National Gallery quanto na Chester Beatty Library existe um trabalho bem legal para aproximar as crianças desse universo artístico. recuperei muito material para o meu sobrinho, tenho certeza que ele vai adorar. Ou seja, também são lugares que pensam nas crianças e conseguem seduzi-las. 

Dublin City Gallery, The Hugh Lane
Eu já tinha citade esse museu quando falei do atelier de Francis Bacon, e sem dúvida é a principal atração do local é o atelier. As exposiçéoes temporáprias podem ser muito interessantes, oportunidade de ficar por dentro do que se passa no cenário artístico contemporâneo irlandês. Entrada gratuita para a coleção permanente.

Dublin conta com muitos outros museus, mas esses foram os que visitamos por considerarmos "imperdíveis" pelo conteúdo mas também devido aos nossos interesses. Atenção aos horários, que podem ser bem limitados, principalmente aos domingos e feriados. 

4 comentários:

Marta FG disse...

Gostei muito do seu post (e quando/se visitar a Irlanda certamente voltarei a ele). Beijinhos.

Jeh disse...

Morro de vontade de conhecer a biblioteca de Trinity College!!! Ver o livro de Kells então....*-*

grande beijo!

Beth Blue disse...

Seus posts de Dublin tem me dado uma certa nostalgia...eu era feliz e não sabia!

E sim, esta biblioteca do Trinity College é mesmo visita obrigatória! Maravilhosa.

E tem ainda o James Joyce Museum (ou pelo menos tinha na minha época, quase 20 anos atrás).

Georgia Aegerter disse...

Menina, tu passeia bastante. Eita vidao!

O melhor é que vc nos ensina muito com estes teus posts e nos faz viajar junto.

Bjos