quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Personagens ilustres de Dublin

No início de janeiro consegui uns dias de folga e fomos a Dublin. E tivemos muita sorte, pois o tempo nos ajudou e conseguimos aproveitar muito!!!
Muita gente visita Dublin pela sua famosa cerveja e sua vida noturna e o que mais vi foram brasileiros por lá (passeando, estudando ou trabalhando). Mas para começar vou falar do que nos levou até lá, que não poderia ser outra coisa que a sua grande riqueza cultural. Hoje vou me deter aospersonagens ilustres dessa cidade vibrante!

- Francis Bacon
Um dos sonhos do Sylvain era conhecer o atelier de um dos artistas que ele mais admira, Francis Bacon (o artista mais caro do mundo durante uma parte da sua vida, o que não é pouco levando em conta que a maioria só se tornou famoso e as obras só custavam fortumas após a morte).. Apesar de ter morado boa parte da sua vida em Londres e lá instalado seu legendário atelier, foi en Dublin que esse artista nasceu. Após a sua morte em 1992, um trabalho louco foi realizado, consistindo em repertoriar, calcular e marcar com precisão cada detalhe e cada pecinha que se encontrava no atelier, muitas delas ali presentes há 30 anos! Foram contratador verdadeiros arqueólogos que trabalharam como se estivessem em um sítio arqueológico tradicional. Tudo foi levado para uma sala do Hugh Lane Gallery. Vocês pensam que foi fácil transportar toda essa bagunça sem nada mudar de lugar???


Talvez vocês fiquem chocados como eu com toda essa confusão, mas para ele esse caos tinha um poder criador inimaginável do qual ele não poderia se passar. 
Difícil seria a minha mãe acreditar se eu desse essa explicação em casa para não arrumar o meu quarto!

O atelier faz parte da coleção permanenente do museu, assim como uma coleção de telas de impressionistas franceses, como Monet, Boudin, Renoir. A entrada é gratuita para essas visitas.

 Também aproveitamos para procurarna cidade a residêncianatal de Francis Bacon:
 63 Lower Baggot Street
Em busca de outras personalidades:

- Oscar Wilde, cujo livro mais conhecido é sem dúvida "O retrato de Dorian Gray". Para quem ainda não leu, recomendo.

- Jonathan Swift, autor de "As viagens de Gulliver"(1726).  De carreira eclesiástica, foi decano da não menos famosa catedral St Patrick, igualmente em Dublin, onde está enterrado.

- James Joyce,cujo livro Ulisses é uma verdadeira obra-prima da literatura mundial.
Paraos interessados, também épossível seguiros passos dos escritores George Bernard Shaw (prêmio Nobel de Literatura em 1925), William Butler Yeats (prêmio Nobel de Literatura em 1923) e Bram Stocker (Drácula, 1897), dentre outros! Sem falar demúsicos egrupos famosos, podemos dizer que não falta estrelas em Dublin!!!

7 comentários:

Alê Lemos disse...

Também fiquei chocada com essa notícia da mulher ser obrigada a casar com o estuprador (bom isso iria acabar acontecendo pois a familia quereria o perdão da sociedade né?) Acho que não consigo nem imaginar a infelicidade das jovens. Mudando de assunto acho que eu entraria em delírio se entrasse nessa galeria de arte aí em Dublin. Adoro o Renoir e o Van Gogh!

Maria Célia disse...

Olá Milena
Bem, tem brasileiro pra tudo quanto é lado do mundo, hein.
Adorei sua viagem por Dublin à procura da grande riqueza cultural.
Beijo

Enaldo Soares disse...

Está viajando bastante, hein?! rs...

Milena F. disse...

Alê, história muito triste mesmo...

Maria Célia, que tem brasileiro em qualquer lugar, isso tem, mas fiquei impressionada em Dublin! Em cada loja os vendedores eram brasileiros... Tinha loja com até 4 vendedores todos brasileiros... E aquelas pessoas fazendo propaganda de um bar ou restaurante na rua? Todos que eu vi eram brasileiros... restaurante brasileiro vi uns 4, isso que Dublin é uma capital pequena!

Enaldo, sempre tentamos fazer no mínimo uma viagem (mesmo pequena)por mês... Dublin foi em janeiro, mas tenho muita coisa acumulada que não consigo colocar no blog!

Mulher de Fases disse...

Fiquei realmente chocada com o atelie de Francis Bacon. Quem diria que no meio do caos ele conseguia produzir. Cada um tem lá seu jeito para a arte.
Quem sou eu pra discutir?!

Beijos

Luana disse...

" James Joyce,cujo livro Ulisses é uma verdadeira obra-prima da literatura mundial." ja conseguiu ler? eu desistir duas vezes...

Elvira disse...

Oi Milena.
O ateliê de Fancis Bacon é mesmo uma loucura.
Acho bem interessante ver os locais de residência de escritores e artistas.
Eu nunca li Ulisses mas tenho curiosidade. Um dia eu começo.

Bjs.
Elvira