quinta-feira, 28 de abril de 2011

Mais uma tarde em Roma

(Ainda no último dia em Roma)
... Continuamos nossa pelegrinagem à procura da igreja que abriga a famosa escultura de Michelangelo, o Moisés. Ela fica meio escondida, vamos considerar, um pouquinho difícil de achar. No caminho passamos pelo Mercado Traianei (um mercado da antiguidade que está sendo restaurado e foi transformado em uma espécie de museu), onde não conseguimos evitar de entrar e pudemos ter uma idéia bem clara de como a cidade era organizada na época!

Enfim, chegando à igreja S. Pietro in Vincoli acho que tive a mesma sensação que Freud quando ele percorria essas ruelas de Roma, a sensação de subir a escadaria estreita e chegar a essa praça que dá a impressão de uma igreja abandonada (se é que podemos reconhecer o prédio como uma igreja!). E dentro se encontra uma das obras-primas mais belas que já vi!!!
 A escultura representando Moises, de Michelangelo (visto acima de três ângulos diferentes), é apenas uma parte da tumba do papa Jules II, que pode ser vista integralmente abaixo:
A igreja foi construída entre 432 e 440 originalmente para receber as correntes com as quais teria sido acorrentado São Pedro durante sua prisão em Jerusalem, consideradas relíquias.
S. Pietro in Vincoli vista de frente

Depois foi a aventura em busca da Bocca Della Verità ("boca da verdade"), que fica na igreja Santa Maria in Cosmedin (construída em 1200 e que ainda hoje celebra os rituais bizantinos). A "boca da verdade" é uns "escultura" (uma máscara?) de 1,75m de diâmetro construída entre os séculos VI e V a.C. e que servia para cobrir contra o mal cheitro dos esgotos. Mas conta a lenda que se a pessoa é mentirosa, a boca vai se fechar sobre a mão do mentiroso!!! Eu fui tentar!
Para se aproximar da boca é necessário entrar na fila e a igreja pede uma doação de 50 centavos de euro (não é obrigatório, mas não custa nada, não é?), e tem realmente muita gente que para a fila andar nos pedem para que cada pessoa seja fotografada apenas uma vez. Gostamos muito desse passeio, sentimos alguma coisa bem agradável por dentro, o ambiente era bem legal, assim como o dia estava perfeito com a sua luz, temperatura... tudo nos levava a sonhar! A igreja é bem singela, mas impressionante com a sua torre de 7 andares, e existe bem na frente uma linda praça com dois tempos do século II a.C. e uma fonte de estilo barroco, mas foi nesse lugar que se encontrava a guilhotina de Roma! O torturador Mastro Titta, sozinho, cortou mais de 500 cabeças! Sinistro!

5 comentários:

Ale Quejinho disse...

Ola, amei sua cidade, td e muito melhor do que eu esperava. Agora estou em lyon, meu marido esta trabalhando por aqui. Bjs e valeu as dicas.
Ale

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

QUE DELÍCIA ESSES SEUS POSTS DA ITÁLIA! Vou pedir licença e repassar para uma amiga que ama a Itália, é romana de alma.

muito bom dia!

Glorinha L de Lion disse...

OI Milena, cheguei aqui através do Alexandre Mauj que me deu seu link, pois sabe de meu amor ( e tb dele) pela Itália e, principalmente por Roma. Adorei seu blog, seu tour pelas ruas de Roma e pude, assim, matar um pouco da imensa saudade que sinto da "minha cidade"...pois sempre digo que vivi em Roma se houve outra vida! Beijinhos e, muito prazer!

Milena Fischborn disse...

Oi Ale, que bom que gostaste! Volte sempre e aproveite Lyon!

Alexandre, fique a vontade, fico contente que o blog dê prazer a alguém mais que a mim mesma!

Glorinha, seja bem-vinda e volte sempre!!!

K∂riиє* Smith. disse...

O sonho do meu filho é conhecer Roma, adorei seus posts sobre :)

beijos