segunda-feira, 25 de março de 2013

Ma Cocotte, restaurante "design" em Paris

Todo mundo está falando do novo restaurante em Paris projetado pelo grande "Arquiteto e Designer" francês Phillippe Stark que já decorou diversos restaurantes de sucesso pelo mundo afora. 

Mas esse restaurante tem uma certa particularidade, ele néao fica "dentro" dos muros de Paris, como a maioria dos restaurantes da capital, mas atravessa esses muros (imaginários, que na verdade hoje são autoestradas) para se instalar em um local um tanto quanto contraditório: o marché aux puces de St Ouen. Trata-se do tradicional mercado de antiguidades, tomado por amadores e curiosos aos sábados, domingos e segundas, mas igualmente um local onde se instalou uma mistura de enorme camelódromo e "25 de março", ou seja, uma grande feira popular onde se pode encontrar de tudo. Eu odeio essa parte e por isso não costumo muito frequentar o local (multidão nos 3 dias de feiras, vendedores nos abordando com falsificações de grandes marcas, temos que tomar cuidado com a bolsa e objetos de valor...).

Mas muito curiosa, reservei o restaurante para sexta-feira ao meio dia. Chegamos é o ambiente, apesar de supermoderno, é muito acolhedor: uma decoração um pouco industrial com madeira, lustres e peças criativas, livros, um solo bem original e uma cozinha totalmente aberta em que podemos ver todo mundo trabalhar!!!
Os empregados são simpáticos, e a clientela é bonita e bem-vestida (apesar do bairro onde está localizado). O restaurante é grande, mas mesmo ao meio dia é importante reservar: meia hora após a nossa chegada o mesmo estava lotado!!! Durante a semana a clientela ésobretudo local e francesa, porém, aparentemente sábados e domingos ao meio dia eles não reservam (multidão no bairro) e temos que contar com a sorte (e a espera) para conseguir uma mesa, e a clientela é sobretudo internacional, já que um restaurante desse estilo não se encontra ali no bairro!

Mas e a comida? Simples e excelente!!!

 O tradicional fois gras para quem gosta ou quer descobrir essa iguaria da culinária francesa
 Uma salada de champignons e camarões, bem original
 O parmentier, um prato da "vovozinha", com uma carne "de verdade" e deliciosa.
 O simplesinho frango assado, e é muito legal ver a quantidade de frangos que eles assam na cozinha aberta.
 Na nossa opinião, se tem algo que eles poderiam melhorar é a sobremesa, que foi relativamente banal. Pedimos "arroz de leite" (riz au lait), mas nada de especial a dizer. Como qualquer outra.

Com o restaurante lotado e gente meio chique fiquei com vergonha de fotografar a decoração, então colocarei algumas fotos da internet para ilustrar:
A cozinha aberta (fonte aqui.)
O segundo andar (fonte aqui.)

 Apesar do restaurante lotado (250 couverts), o banheiro era muito limpo. Uma curiosidade: quando sai do banheiro, uma mulher me disse "bonjour" de forma bem simpática e retornei o cumprimento. Ela estava vestida de um terninho cinza, poderíamos jurar que se tratasse de uma cliente: era a pessoa encarregada da limpeza! Gosto muito dessa idéia de vestir os funcionários de forma a serem menos estigmatizados. Uma vez até comentei que as babás brasileiras, ao invés de usarem essas roupinhas brancas poderiam usar um terninho confortável.

Realmente um lugar a conhecer, e eu pretendo me tornar uma cliente habitual, tanto gostei da comida e do ambiente!

Informações práticas:
http://www.macocotte-lespuces.com/
Aberto todos os dias (exceto domingos e segundas à noite).

3 comentários:

Lucia Noblat disse...

Prezada Milena,

Meu nome é Lucia. Sou brasileira e carioca. Foi um enorme prazer descobrir seu blog. Eu adoro tudo que é relacionado a Paris ! Então, em minhas pesquisas na internet descobri o seu perfil. Desde então comecei a acompanhá-la e imprimir toddos os seus artigos. Abri uma pastinha e lá guardo tudo. Adorooo ler o que você escreve ! "Viajo" nas dicas e vivências. Às vezes, já me sinto amiga de vocês ao compartilhar do dia-a-dia de vocês. Continue escrevendo ! Muito legal !

Deus os abençoe !

Lucia

Claudia Kazete disse...

mmmmmmmm me deu água na boca aquele franguinho assado rsrssr se eu pudesse eu comeria a pele de todos!!!! Adoroooooo uma pele de franguinho crocante rsrsrssr

Bem legal o conceito de vestir os funcionários de forma formal e elegante, afinal de contas são trabalhadores e merecedores de respeito como qualquer outro trabalhador.

Aiiii quanto mais você fala daí.... mas eu me apaixono, por esse lugar, daqui :P

Bjs!

Milena F. disse...

Lucia, seja sempre bem-vinda ao blog!!!

Claudia, adoro a pele, mas todo mundo ao meu redor me faz sentir a pior pessoa do mundo ao comer a pele!!! Como tão raramente que acho que uma pelezinha uma vez a cada 4 meses não vai me matar!!!