quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

O que fazer em Paris?

Ultimamente tenho visto muita gente se referindo à Paris como uma cidade que ficou "parada no tempo", onde não se tem "nada para fazer além de visitar monumentos" e que não soube se modernizar. Eu sempre digo que Paris pode encantar qualquer tipo de pessoa, basta saber procurar, e o mais importante, saber o que se quer encontrar!

Deixo claro que cada um com a sua opinião, mas antes de tirar conclusões, sempre convido a conhecer, ao invés de dar seu veredicto. Pois o que mais tem são turistas que visitaram Paris em 2 ou 3 dias, fizeram o circuito Torre-Champs Elysées-Notre Dame, comeram mal perto desses lugares turisticos e ainda foram mal-atendidos por funcionarios que em 99% dos casos nem franceses eram...

Mas o que você busca?

Cultura:
Paris é uma cidade muito rica em termos de produções culturais e artísticas. Ela conta com um conjunto enorme de teatros, museus e cinemas, dentre outros locais para a promoção da cultura.

Alguns dados:
-  São mais de 130 salas de teatro e uma média de 300 espetáculos por semana.
- Cada semana no minimo 450 filmes estão em cartaz (em média 12 novos filmes, 240 em exclusividade, 100 em contextos de festivais ou programas tématicos, 100 propostos pelas cinematecas. Filmes na versão original ou francesa. São promovidos encontros com cineastas e atores, não apenas de filmes franceses, mas de todas as origens. Ao total, a capital conta com aproximadamente uma sala de cinema para 6 mil habitantes, dados unicos no mundo.
- De acordo com os últimos dados, eram mais de 136 museus em Paris, ou seja, muito mais do que simplesmente o museu do Louvre e Orsay. E museus representa muito mais do que a sua coleção permanente (conferências e ciclos de debates, por exemplo)
- Esses museus contam com exposições temporárias, que na minha opinião são ainda mais interessantes. A qualidade das exposições temporárias depende da qualidade das obras selecionadas, mas igualmente da forma como elas são apresentadas, de que forma os curadores escolheram apresentá-las, a qualidade dos textos e informações.
- Opéras são três locais principais (Garnier, Bastille e Teatro Nacional de l'Opéra Comique), sem contar as grandes salas de eventos (Palais des Glaces, des Sports, Congrès, para citar apenas três) que acolhem espetáculos de dança, comédias musicais, shows, etc.
- Muitas igrejas abrem as portas para concertos de música erudita.
- São 58 bibliotecas públicas e 11 especializadas, com acesso não apenas a livros, mas também CDs, DVDs, métodos de linguas, etc.
- Espaços para salões e eventos, como Porte de Versailles, para citar apenas um. Alguns exemplos de salões previstos para 2013 ali: Informática e Multimídia, Renovações de Interiores, Construção, Linguas, Manga, Turismo, Agricultura, Bem-estar e Medicina Alternativa, Salão do Livro, do Golf, do Bebê, dos Idosos, Casamento, para abrir uma franquia, Mercado Imobiliário, do Automovel, e diversos temas para estudantes e sobre carreiras. Uma excelente forma de encontrar pessoas com os mesmos interesses e mesmo fazer amizades


Compras:
- Ruas comerciais como rue de Rivoli, rue de Rennes, avenue des Champs Elysées, avenue de Ternes, Passy e Franc-Bourgeois. Centros comerciais como Les Halles, Italie 2, Carroussel du Louvre. Bercy Village. Fora de Paris mas de fácil acesso de metrô: Les 4 Temps (grande shopping center do bairro de negócios de La Défense). Um pouco mais longe de Paris, outros shoppings: Val d'Europe, Rosny, Velizy, Parly, Belle Epine. Fora os bairros de comércio popular, luxo ou de comércio especializado.

Atividades esportivas ou ao ar livre:
- 38 piscinas públicas (para quem ainda acha que francês não toma banho, até que eles vão bastante à piscina!)
- Franceses adoram passear em uma área verte ou fazer um pique-nique. Basta a meteorologia dar uma trégua, todo mundo quer o seu lugar ao sol. Alguns dos parques e jardins mais frequentados e famosos: Buttes Chaumont, Jardin des Tuilleries, Jardin du Luxembourg, Jardin des Plantes, Parc Monceau, Parc Montsouris, Parc de Bercy, La Villette e fora de Paris mas de fácil acesso de metrô (sem contar que é considerado administrativamente como pertencendo à Paris): Parc Floral, Bois de Boulogne.

Vida noturna:
- Não sou especialista no assunto, mas aparentemente em discotecas Paris deixa a desejar. Em 2012 eram apenas 35 discotecas (boates) na cidade.
- O pessoal prefere se encontrar em bares, cafés. E ninguém dispensa uma boa mesa de restaurante! Não consegui encontrar o numero de restaurantes de Paris, mas é de perder a conta. E para todos os gostos. Praticamente todas as cozinhas estão representadas, e de todos os preços.
- Na primavera, verão e inicio do outono a noite é bem animada. Vale lembrar que no forte do verão o sol brilha até às 22h ou mais! A beira do rio Sena é tomada por grupos ou casais que se encontram para comer, bater papo ou mesmo dançar...

P.S.: no inverno, principalmente em dias chuvosos e muito frios a cidade fica mais tristinha... Reconheço que é chato mesmo passar o dia todo batendo perna na rua com um clima desconfortavel. Por isso, para quem sofre com os climas frios e cinzentos comum em boa parte da Europa, melhor escolher outra época do ano para vir para cah.

Então, jah escolheu o que quer fazer  em Paris?

Fontes: site da mairie de Paris, jornal Le Parisien, dentre outros jornais.

17 comentários:

KINHA disse...

Olá Milena

Adorei!!!!
Vc tem razão. Na última visita que fiz, descobri coisas incríveis. Queria mesmo, alugar um apê e passar um mês. Quem sabe no próximo ano, que este já está com o circuito viagem pronto.

AMIGA da MODA by Kinha

Jorge Fortunato disse...

Milena, tudo bem?
Paris é uma cidade maravilhosa e encantadora , por isso vou tantas vezes e sempre tenho vontade de retornar. Concordo com vc em relaçao aos comentários dos que visitam Paris em apenas 2 noites - nada contra, cada um faz a viagem que pode (há os que visitam 4 países em 8 ou 10 dias) - e ficam com essa impressão equivocada. Há muito o que fazer em Paris, sempre. E isso vai depender de cada visitante. Se a pessoa não tem hábitos de ver exposições, assistir uma ópera ou ballet, shows, musicais etc na sua cidade de origem, então ficará mesmo sem ter o que fazer. Sempre que viajo descubro lugares interessantes, um restaurante novo (aquele de MOntmartre que vc me levou). Enfim, há sempre algo novo e interessante a fazer.
Abraços

Inaie disse...

Eu acho que você tem razão e que essa teoria se aplica á maioria dos lugares.
O "não tem nada pra fazer" muitas vezes significa que o turista, na correria de visitar um pais inteiro em uma semana, acaba não descobrindo o que o lugar tem a oferecer!

Eu fiz o circuito turistico qdo fui a Paris, e apesar do empurra empurra na Torre Eiffel, adorei tudo.

Anônimo disse...

Valeu o "coup de pub" pra Paris Milena! :-)) E tem gente mesmo que acha Paris chata?!! Faz 20 anos que moro aqui e ainda nao me enchi o saco, ufa. Continuo sempre (re)descobrindo essa outra cidade maravilhosa. Verdade que o negocio aqui ta mais pra 'resto et papote' do que pra dança e carnaval. Tirando essa frustraçao, o resto... nota 10. Ou 20/20 ? Lucy

Raquel M.B.G. disse...

Existe mesmo alguém que fale mal de Parriiiiii? rsrsrs Adorei o post!

Janinha disse...

Muito legal seu post Milena! Mas achei super engraçado que eu fui uma turista de 2 dias que a única coisa que não achou foi que Paris não tem nada pra fazer, hahaha. Eu queria ter ido numa peça, numa apresentação no Moulin Rouge, a melhores restaurantes que os da rota básica (embora - tb ao contrário - tenha ficado bem impressionada com o atendimento em todos os cantinhos em que comemos). Queria ter ido a muitos museus, muitos outros parques... enfim o que faltou foi tempo mesmo e céu azul. Isso sim eu concordo, pra mim Paris sem sol foi uma viagem pela metade. Consegui uma manhã com sol, mas logo ele se foi e veio a chuva. E por isso acho que não amei Paris de todo. Tudo foi lindo, mas não foi "aquele" clima, com que sonhei. Quem sabe numa próxima, pq quero voltar sim! Fiquei com gostinho de quero mais!!! Bjocas querida!

Mulher de Fases disse...

Milena, é incrível como vc tem conhecimento dessa cidade. Muitas idéias boas do que fazer em Paris.
Eu não achei que Paris estava parada no tempo. Tudo bem, eu acho mesmo que sempre acabamos indo para os mesmo pontos turisticos, mas convenhamos, Paris, não seria Paris, sem eles! É uma das cidades mais lindas que eu estive. E sinceramente, cada ruazinha diferente que eu andava eu achava alguma coisa legal.

Beijos

Jeh disse...

Eu estava lendo seu blog inteiro ante de chegar na França e não consegui terminar, acho que estou no meio de 2012 ainda mas tive que comentar esse post(eu ia comentar quando terminasse mas to vendo que vou demorar).

Eu vi em algum grupo que estamos em comum (nao lembro mas acho que foi espaço brasileiro na França) seu debate sobre SP_Paris e as exposições e gostei mto de seus argumentos mas não me intrometi na conversa. Sp ainda engatinha sim no quesito cultural na minha opinião... sou formada em Moda e tive historia da arte por 4 anos e muitas vezes Paris foi citada como exemplo cultural. Atualmente vivo em Gex, divisa com Genebra (cheguei tem 10 dias) e estou apaixonada. A única coisa que me deixou um pouco brava é a mania do brasileiro de falar, "ah vc vai pra Paris?" "não colega, eu vou pra França", a capital sempre vence quando vc fala o país, não é? Mas semana que vem consegui uma folguinha e visitarei Paris por 2 dias, tenho 1 ano inteiro pra fazer essas viagens curtar até ai! Sua listinha do que se fazer pela cidade me ajudou bastante já que meu foco dessa visita são as soldes, hehehe. Já visitei vários pontos turisticos de outras viagens e a maioria 2X já, agora quero sair um pouco da rota turistica e vou acabar vindo aqui te perguntar as vezes se não for encomodo!

Um grande beijo e espero terminar de ler seu blog todo até final de março hahahaha.

Milena F. disse...

Kinha, venha mesmo, alugue um apartamento, sinta e viva a cidade... tenho certeza que vc vai amar!

Inaie, é verdade, ou se a pessoa não se interessa por aquilo ali, não vê a importância em termos históricos ou arquiteturais... Então todos aqueles prédios parecem vazios. Porém, ao contrário, eles têm uma história riquíssima, e ainda hoje muita coisa se passa, seja pq pessoas levam uma vida moderna ali dentro, ou é sede de uma empresa ou então virou alguma outra coisa, como um museu, por exemplo.

Lucy, Paris nem precisa e eu aqui defendendo, hein??? Mas então, morando aqui há mais tempo do que eu, você sabe bem que a cada dia é uma nova descoberta...

Raquel, tem de tudo, gosto não se discute, não é???

Janinha, em nenhum momento quis ofender os "turistas de dois dias", cada um tem o seu ritmo! Mas se você já sentiu que ficou faltando fazer muita coisa e pensa em voltar, significa que de alguma forma a cidade despertou o seu olhar e a sua curiosidade. depois amar ou néao é outra coisa!!!

Deborah, adoro pesquisar sobre o lugar onde vivo e que visito... A cada passeio são livros e livros de leitura. E tive a sorte de trabalhar em 2010 com um parisiense especialista na história de Paris. Sou paixonada pelos pontos turisticos de Paris, é o seu cartão de visitas e o que atrai milhéoes de turistas todos os anos, mas eu quis dizer que existe muita coisa além deles...

Jeh, seja bem-vinda!!! Sim, li no seu blog que vc estava vindo e estou torcendo para que vc tenha uma experiência maravilhosa!
Melhor mesmo vc nem ter entrado na discussão do grupo, só iria se cansar. Mas como faço parte do grupo desde o incio e antes do mesmo grupo no orkut (sou da "velha geração") me concedo o direito e dizer o que eu penso... Em nenhum momento quis ofender ninguém, SP e Rio são cidades com muitas atrações culturais e com excelente potencial, mas para mim algumas cidades européias estão em um nível acima. Você estudou Moda e teve oportunidade de estudar muitas coisas do domínio da arte, mas é uma exceção, já que a maioria dos brasileiros tiveram uma educação muito precária nesse assunto, o que faz com que atualmente não se interessem. Brasileiros visitam cada vez mais o Louvre, por exemplo, mas a maioria visita o museu todo correndo, sem nem olhar nada. Quando vejo franceses que passam horas e horas em cada sala olhando cada detalhe e lendo cada informação, e discutindo com a pessoa ao lado, sinto que não é a mesma relação com o mundo da arte.
Mas vc tem razão, a França vai muito além de Paris!!! Mas tb passar uma temporada na França e nem mesmo visitar Paris, é quase um sacrilégio! Venha e depois diga o que pensou, mas espero que vc tenha sorte com o tempo, nesse momento é deserperador!!!

Kellen Bittencourt disse...

Oii Milena, Paris é o sonho de consumo da minha filha de 12 anos, ela fala em Paris desde os 8, quando perguntamos o que ela irá fazer lá, ela diz exatamente o que quer fazer em 5 dias, inclusive andar de bicicleta as margens do Rio Siena, rsrsr, Se perguntam se ela quer ir a Disney ela diz "não quero ir a Paris" Já tem livro e várias revistas sobre esse destino! Gostei muito do Texto, sem duvida Paris é uma cidade cheia de atrativos, me deixou ainda mais entusiasmada a realizar o sonho dela! Bjoos

Enaldo Soares disse...

Penso que somente Londres oferece mais opções de cultura e lazer do que Paris.

Natália M. disse...

Uau, Paris é realmente uma cidade incrivel! Quem diz que ela é "parada no tempo" não sabe do que esta falando, ou então teve preguiça de fazer no minimo uma boa pesquisa a respeito.
Muito bom seu post Milena, da até para pegar otimas dicas do que fazer por aqui!

Elvira disse...

Oi Milena.
Adorei seu post, super informativo.
Faz muito tempo que não vou à Paris mas não consigo imaginá-la parada no tempo.
Acho que muitas vezes as pessoas se prendem aos passeios turísticos tradicionais e não aproveitam outros passeios menos conhecidos e que podem ser bem mais interessantes.

Bjs.
Elvira

Allan Robert P. J. disse...

Engraçado como as pessoas se deixam levar pelo lugar comum. Quem visita qualquer cidade turística quer "ver", tirar fotos e registrar a passagem. Poucos se importam em viver a cidade, descobrir onde os moradores frequentam e se sentir um pouco parte de tudo.

E quem não frequenta a cidade acaba alimentando lugares comuns.

Maria Célia disse...

Olá Milena
Conhecer Paris é meu maior sonho de consumo, sou apaixonada por esta cidade.
Como gostaria de visitar todos estes pontos turísticos bem previsíveis, Torre Eiffel, Louvre, D'orsay, Notre Dame, andar pelas ruas, flanar como dizem aí.
E conhecer também outros atrativos fora de circuito turístico.
Ah quem me dera...
Beijo.

Paulo disse...

Olá Milena.

Viajo pela primeira vez à Paris em maio e nos oito dias que ficarei, há um fim de semana.
Gostaria de saber sua opinião (e de participantes do Blog) sobre o que fazer/visitar no sábado e principalmente no domingo.
Parabens pelo Blog!
Um abraço,
Paulo

Wivian disse...

Mi adoro o blog apesar de ser nova por aqui , ja estou tentando ler de tudo. Quanto a Paris, estou planejando uma viagem com a minha mãe para o fim desse ano , mas tenho medo de não saber me virar lá, pq seeeempre escuto pessoas dizendo que parisiense não gosta e não sabe falar inglês( não sei se isso é verdade , por isso gostaria de perguntar para vc que realmente entende) eu sei me virar com o inglês e espanhol,estou preocupada em como vou me virar para comprar roupa maquiagem ,comida ..pq eu não sei absolutamente nada de francês e tenho medo(pelo q falam) de ser ''destratada/rejeitada'' por só saber falar inglês. Sera que você pode me ajudar ? UM BEIJO ,ANTECIPADAMENTE MUITO OBRIGADA