quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Montanhas Huangshan - Bastidores


Desdo o planejamento inicial da viagem à China, sabíamos que as Montanhas Huangshan tinham que fazer parte do roteiro. Porém apesar de consultarmos diversos guias de viagens, sites e blogs, as informações eram mínimas e incompletas. Por isso, muitas coisas decidimos organizar ao chegar na China mesmo.
A forma mais fácil de chegar à região dessas montanhas é de ônibus ou trem de quem vem de Shangai ou cidades próximas de Shangai. Porém nós estaríamos em Xi'an. Já em Pingyao começamos a nos preocupar com o trajeto e poucas pessoas sabiam nos informar. Em uma mini agência de turismo de lá, a pessoa que era bem competente e com excelente inglês pesquisou para nós e não tinha trem direto, o que resultaria em um total de cerca de 19 horas em 2 trens lento. A melhor alternativa seria o avião, ou então ir direto para Shangai e de lá fazer um trajeto de ida e volta até as montanhas. Resolvemos pensar um pouco e decidimos ir de avião (apenas 2 horas!) e compramos as passagens por nossa conta mesmo utilisando a internet do hotel.
Tudo foi bem simples, no aeroporto de Xi'an tudo era muito eficaz, vôo na hora e serviço correto. Apesar de termos comprado as passagens com 3 dias de antecedência. Porém só havia um vôo por dia que fazia esse trajeto, e ele fazia escala do aeroporto de Tunxi (ou também nomeado Huangshan) e depois partia para uma outra cidade cujo nome não lembro.
Chegamos no aeroporto de Tunxi pouco antes das 16h. Porém, meu marido que sempre é o último a descer do avião (ele diz que não vai empurrar as pessoas ou passar na frente), tinha esquecido que o avião fazia apenas uma escala e também fiquei ali esperando. Só lembramos quando vimos pessoas entrando no avião! Tinhamos despachado uma das mochilas, já que vínhamos acumulando um certo peso desde o início da viagem, e quando chegamos à esteira, a mochila estava ali rodando sozinha. Sylvain ainda inventou de ir ao banheiro (é a primeira coisa que ele faz quando desce do avião e isso me irrita!) e depois resolveu trocar algumas coisas de mochila para facilar o transporte...
Resultado: quando saímos da zona de chegada, o aeroporto estava completamente vazio e estavam mesmo apagando as luzes! Ninguém para nos informar, todos os balcões vazios... Surreal! E nós ali perdidos no meio de um aeroporto vazio no meio do nada...
Até que enfim conseguimos encontrar uma moça que chamou uma outra que falava um pouco inglês e que nos disse que tínhamos perdido o último ônibus que sai coordenado com o último vôo do dia, que por acaso era o nosso...
A única solução era um taxi... Não houve negociação possível, tivemos que pagar os 200 yuans pelos 70km de trajeto até Tangkou, a cidade ao pé da entrada das Montanhas. Os taxistas sabem que não podeemos fazer o trajeto a pé!!! Fiquei meio chateada com essa situação e por termos que nos submeter a isso, mas o erro foi nosso, melhor aguentar as conseqüêencias. Para piorar, queríamos que ele nos deixasse no restaurante do Senhor Chen, de quem tínhamos ouvido falar através de blogs e relatos de viagem, mas o taxista que não falava uma palavra de inglês nos "confiou" ao Senhor Hu, um concorrente do Senhor Chen e com quem provavelmente ele tinha um acordo.
Mas se tudo tinha começado não lá muito bem, o Senhor Hu era uma pessoa simples e muito simpático! Ele possui um hotel cujo preço estava bem de acordo com o nosso orçamento e nos passou todas as informações necessárias. Com ele também compramos as nossas passagens para ir embora.
Já sabíamos que a cidade era sem interesse, mas fomos explorá-la ainda assim e encontrar um restaurante para comer.

 A cidade é apenas uma rua principal com algumas ruazinhas perpendiculares sem saída que terminam em uma montanha! Na rua principal encontramos restaurantes, hotéis, lojas de chá e mercados.

 O problema é que tudo era escrito em chinês...
Inclusive o cardápio dos restaurantes!!!
Apesar da quantidade de restaurantes, não foi fácil escolher um. Eles queriam muito nos servir, mas pedíamos para olhar o cardápio, tudo em chinês, não entendíamos nada!!! Tentamos uns 5 ou 6. Raramente tinha a foto dos pratos, e quando tinha, tinha uma fotinho de tartaruga, por exemplo... Não, obrigada!
Até que encontramos um restaurate onde uma boa alma foi buscar uma semi-tradução em inglês aproximativo.

Sem saber muito o que nos esperava, Sylvain pediu um prato a base de frango e eu um de beringelas, com uma porção de arroz. Ambos estavam ótimos, porções bem generosas, mas o frango vinha com todos os tipos de pedaços, inclusive pescoço.


Nos restaurantes da China (os simples nos quais estivemos), geralmente os utensilhos chegam embalados, para provar que foi bem higienizado.

No dia seguinte acordamos muito cedo e passamos o dia inteiro percorrendo as montanhas. Muitas pessoas optam por passar a noite na montanha e chegam a caminhar 3 dias inteiros, mas já estávamos com nosso tempo esgotado e para a "esportista" que eu sou, estava no meu limite físico. Voltamos para o hotel e fomos jantar no mesmo restaurante.
Desta vez não tive a mesma sorte! Pedi um prato a base de vegetables e carne de porco, mas olha o que eles chamam de vegetais:

 E eu tenho verdadeiro horror a esse tipo champignon!!!
 Felizmente a massa que pedimos como acompanhamento e o prato de Sylvain a base de frango estavam deliciosos e foram o suficiente para duas pessoas, então acabei não precisando pedir outra coisa.
 O mais difícil foi comer a massa com os palitinhos. Até me viro bem com sushis e outros alimentos em "pedaços", contudo a massa molhadinha em água ou molho não era muito fácil e eu demorava 5 vezes mais para comer e no final ainda desistia. Tentamos pedir um garfo, mas eles desconheciam ali esse utensilho, e a colher disponível não ajuda muito para comer esses pratos escorregadios.
Uma alma caridosa veio até a nossa mesa e nos deu uma aula rápida... 
Sylvain aprendeu alguma coisa, mas  confesso que terminei o dia com calo nos dedos!!!

E em relação às Montanhas:

- Como escrevi no outro artigo, levamos nosso pique-nique para não comprar nada lá! E tivemos razão, pois os preços sobrem de acordo com a altitude... Se vocês pensam que é uma forma de se aproveitar do pobre turista que esqueceu de levar água ou lanchinho, até pode ser, mas pensando em como é difícil subir qualquer coisa e o esforço necessário, estranho seria se vendessem tudo baratinho!!!

Vocês podem ficar chocados com a foto, como eu fiquei com essas cenas que se repetiam o dia inteiro. Mas conversando com alguns chineses, quando dizíamos "coitados" se referindo a esses trabalhadores, eles respondiam que a gente não tinha consciência que o país conta com mais de 1 bilhão de pessoas e que é importante conservar todos os empregos, que "coitado" seria se ele não tivesse trabalho!

- Se você não tiver traços asiáticos e se for branquinho (ou rosa) de olhos claros, maior a sua chance de ser pararicado! Sylvain era presenteado a todo momento com frutas e outros artigos de sobrevivência! 

- Impressiona a quantidade de turistas (chineses, na maioria) que invadem o local. Em alguns momentos é o silêncio, mas em outros é uma verdadeira multidão, com seus guias em alto-falante!!! Só mesmo subindo o mais alto e longe possível para fugir deles (que adoro, mas tudo que é muito cansa, não?) e encontrar um momento de paz. Mas às vezes era assim:



- E como não me canso de repetir, na China, o mais complicado é a comunicação.
Nesse caso era fácil, todas as setas indicavam a mesma direção, mas e quando cada uma indica um caminho diferente???

- Testei e funciona até mesmo na China: sorriso gera sorriso, e gentileza gera gentileza!!!
Difícil era manter o sorriso após horas e horas de caminhada árdua!!!
Mas o sorriso vem facilmente quando a gente percebe que está vivendo um dos momentos mais incríveis da nossa vida!

16 comentários:

Enaldo Soares disse...

Deixa o seu marido fazer pipi com calma, rs....

Ana Maria Brogliato disse...

Olá Milena!
Quanta informação interessante você tem postado sobre a China!!! Legal mesmo você compartilhar sua experiência com esta viagem, com certeza será útil para todos que decidirem visitar aquele país. Bjs
www.viagensebeleza.com

Camila Navarro disse...

Milena, passar esses sufocos quando a língua é uma barreira pode ser assustador, né? Mas o bom é que no fim a gente sempre dá um jeitinho, mesmo que seja pagando um pouco mais. :(

Essa história de pedir um prato às escuras é um problema para mim, ainda mais sendo vegetariana! Até porque às vezes não basta dizer que não como carne, pois muita parace pensar que frango, peixe, presunto crescem em árvores. rsrs

Não ando comentando porque passei as últimas semanas meio sem tempo, mas estou acompanhando e adorando seus posts sobre a China!

Milena F. disse...

Enaldo, o pipi dele nos custou uns bons 20 euros!!!

Ana Maria, obrigada!

Camila, sobre a comida até topo pois não tenho muitas restrições alimentares, mas tem coisas que não descem de jeito nenhum!!! Volte sempre!!!

Inaie disse...

eu sempre sou a ultima a sair do aviao. me recuso a me engalfinhar com as pessoas que estao com pressa. No final, todo mundo geralmente ( no se caso nao, né) chega na mesma hora. A menos que o marido pare para fazer xixi.. hehe

Adorei a paisagem. as fotos da comida também sao lindas ( e pareem deliciosas). e a minha experiencia é que sorriso geralmente gera sorriso e gentileza gera gentileza, onde quer que vc esteja.

Menos no oriente medio onde vc pode ser confundida com puta :-)

Sandra disse...

rs... que perrengue!! Ainda bem que haviam taxis!! Já pensou ter que dormir no saguão do aeroporto? :-(. Esse prato de frango está com a cara ótima!!! Eu AMO frango xadrez, até já fiz em casa, claro que não fica como o de um restaurante chinês, mas dá para o gasto :-) e comer macarrâo com palitinho dá trabalho mesmo, se você tiver com muita fome então... é desesperador, rs...

Larissa & Edgard disse...

Viajar é tudo de bom né, mesmo quando passamos por alguns apertos, e mesmo que na hora algumas coisas nos chateiem, depois tudo fica de história e lembrança! Mas que é desesperador não entender absolutamente nada, não tenho dúvidas que é!.... Beijos!

KINHA disse...

Olá Milena

Já percebi que teno muito que ler por aqui. Também quero ir para a China e quando programar, vou necessitar de ajuda.

AMIGA DA MODA by Kinha

Juliana Beaup disse...

So agora to lendo seus posts sobre a China.....e estou adorando! Bjao

Anônimo disse...

Oi Milena

Estou indo para China em outubro e gostaria de saber que companhia aerea vc foi de Xian para Tunki(Montanhas Huangshan)?

Milena F. disse...

Oi!

O voo foi comprado com a companhia "China Eastern", que realiza muitos voos no interior da China. Compramos diretamente pelo site da empresa, não tivemos problemas.

Anônimo disse...

Oi Milena

Vc lembra se a estrada de Tunxi para Tangkou é perigosa?Vou chegar as 21 horas em Tunxi e gostaria de ir logo para Tangkou.Vc acha que é perigoso?

Milena F. disse...

Você fala de perigosa em que sentido? A estrada em si (curvas, montanhas?), ou de violência?
Se for a primeira, não achei nada perigosa, achei tudo bem calmo.
Se for quanto à segunda, a China é um pais com baixo nivel de criminalidade, mas eu aconselho nesse caso a pegar um taxi "oficial" do aeroporto (se vc chegar no aeroporto) e levar o endereço certinho do local onde vc quer ir em caracteres chineses. Se vc ainda não tem onde ficar, com certeza o taxista vai te deixar no hotel/pousada de um conhecido dele (o que não chega a ser ruim, foi o que eu fiz). Acertar bem direitinho o preço antes de subir no taxi (mas pagar soh ao chegar ao destino).
Boa viagem!

Anônimo disse...

Oi Milena

Muito grata! Vc disse q comprou passagem de avião em Xian três dias antes... Foi muito cara? Vc acha melhor eu comprar logo no Brasil!Grata!

Milena F. disse...

Se não me engano paguei em torno de 150€ cada passagem (na época), o que me pareceu um preço razoavel, mas provavelmente comprando com antecedência poderia ter conseguido mais barato. Melhor comprar um pouco antes, pois são poucos voos para esse destino, vai que esteja tudo completo?

Anônimo disse...

Oi Milena

E eu aqui de novo.... Vc foi para umas termas que fica perto das montanhas? Ou estou enganada? Eu estava olhando no blog de uma pessoa que mora na China e ela disse que tem águas termais... Vc foi?
Muito grata!