segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Montanhas Huangshan (The Yellow Mountains)


A cerca de 400km de Shanghai, na província do Anhui, essas montanhas míticas da China inspiraram caligrafistas e pintores ao longo dos séculos (como o famoso poeta do século VIII Li Bai) e atraem um milhão de turistas todos os anos. 

O massivo está inscrito na lista de patrimônio da Unesco pela sua natureza única. A paisagem nunca é a mesma pois ela muda dezenas e dezenas de vezes ao longo do dia, de acordo com os ventos, formando uma multiplicidade de paisagens diferentes. Muda tão rápido que se o tempo está encoberto basta aguardar alguns mitutos que o seu aparece azul de uma limpeza inacreditável. Ela incarna tudo o que há de mais constante e profundo no imaginário chinês: sábios e artistas de outrora buscaram uma comunhão absoluta com a montanha. 

Se atualmente os turistas (chineses a praticamente 99%) querem admirar essas belas paisagens, o local resta uma aliança entre o Céu e a Terra e confere, de acordo com o as crenças taoístas, a Imortalidade. Antes de tudo, a ascenção das Montanhas Huangshan representa uma forma de se unir às forças vitais do Universo. Simples assim, não?


Acordamos bem cedo (5h), e caminhamos até o ponto do ônibus turístico que deixa em uma das entradas do parque. A subida já é impressionante e a cidade vai ficando lá longe, lá embaixo. Compramos nosso ingresso e devidamente carregados com água mineral e alimentos (carne seca, banana desidratada, amendoins e chips, foi o que encontramos para levar), começamos a nossa subida às 6h30 da manhã,  pelo caminho considerado mais "fácil". Esse "fácil" que já começava com 7,5km até o Cloud Valley Temple, mais 6km até o Pico Two Cats Catching a Mouse, mais um pouco até o Pico White Goose Ridge, mais alguns quilômetros ate o pico do Lótus, Pico da Tartaruga, mais 3,5 km até o Pico de Jade

São subidas e descidas, pois muitas vezes para chegar em um pico é necessário  contornar um outro... E terminamos com mais 6 km de descida íngreme pelo lado mais difícil... Devo ter esquecido de relatar algumas voltas para avistar outros picos, mas foi mais ou menos isso, então dá para ter idéia que é necessário ter um certo preparo físico e não ter problemas de joelho, pois eles doem mesmo, principalmente na descida final, que parece não acabar mais!!! Quando estávamos planejando a viagem,  Sylvain queria absolutamente subir os milhares de degraus para chegar ao topo, e eu já imaginava o calvário, mas topei o desafio. 
Conseguem ver os degraus no meio das rochas?

Somente para atingir o pico de Lótus são mais de 4 mil degraus... Existe um teleférico que permite se aproximar do percurso, mas os corajosos e aventureiros (ou loucos) preferem subir a pé mesmo cada um desses degraus! Apesar dos picos serem numerosos, eles não são extremamente altos: 77 ultrapassam os mil metros de altitude e 3 deles são acima de 1800 metros, sendo que o mais alto e famoso é o Pico de Lótus (1864m). 

Eu não quis tirar uma foto no ponto mais alta pois estava totalmente descabelada e suada, mas juro que estava ali e fui eu quem fotografou o esportista:



 Ok, por essa passarela eu não passei e não passo de jeito nenhum!!!

E vocês me perguntam:  "E todo esse esforço vale a pena?"
Eu respondo mil vezes: VALE!!!









Todos esses inumeráveis picos de granito repletos de coníferas se tornam ainda mais belos com as nuvens que pousam ao redor. Todos querem observá-los no meio de toda essa neblina. Se eu já tinha visto as tradicionais pinturas chinesas em fotos ou em cópias, a natureza é ainda mais exuberante! Um dos momentos mais incríveis da minha vida, até hoje ao rever as fotos tenho a impressão de ter vivido um sonho!


Um lugar a não ser esquecido jamais!

7 comentários:

Natalia Itabayana disse...

Que lugar maravilhoso! Adoro esses passeios que envolvem aventura e esporte, porque a recompensa no final do esforço é sempre a melhor! Mesmo se ficamos descabeladas :)

Marta FG disse...

Que lindo lugar e vc nas fotos está ótima! Bj

Sissym disse...

Deslumbrante! Deslumbrante!
Que passeio maravilhoso!


Boa semana!
Bjs

Sandra B. disse...

Lindas fotos!!
Uma China que não vemos muito!!

Enaldo Soares disse...

De cair o queixo.

Janinha disse...

Nossaaaaa!!! Que máximo. Trabalhamos com muitas empresas chinesas, e esse lugar, Anhui, é um muito conhecido nosso de NOME. Agora ver esse lugar foi inusitademente legal!! Vc é corajosa, eu sou muito preguiçosa, kkk não iria subir. Bjocas.

Anônimo disse...

Adorei suas dicas!Vc sabe quantas entradas tem na Montanha? O hotel que reservei diz que é uns 3 quilômetros da entrada....tem mais de uma? Muito grata!