terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Bruxelles

Bruxelas é a capital da Bélgica, um país pequenininho mas muito lindo e interessante! De Paris, Gare du Nord, o trem Thalys nos liga à Gare du Midi, em Bruxelas em uma hora e vinte minutos. Para os mais apressadinhos, é possível visitar a cidade em um só dia, mas eu preferi reservar dois dias inteiros para esse passeio.

A primeira coisa que me chamou à atenção foi a arquitetura da cidade, basicamente composta de antigas casas de 3 andares, estreitinhas e altas (frequente no século XIX em todas as cidades belgas e no norte da França), e um prédio bem diferente do outro, resultando em uma grande mistura para os olhos! Terminado o choque inicial, comecei a achar tudo lindo!

A partir do século XIX Bruxelas vai se tornar uma das capitais do estilo arquitetônico "art nouveau".

Musée des instruments de musique
Outros estilos encontrados:
Principais lugares a visitar:
La Grande Place, que é a praça central de Bruxelas, reconhecida mundialmente e considerada uma das mais belas praças do mundo. Foi inscrita em 1998 como patrimônio mundial da Unesco.


Não muito longe dali se localizam as Galeries royales Saint-Hubert, as mais antigas galerias comerciais cobertas da Europa, divididas em 3 partes: la galerie du roi, les galeria de la reine, la galerie des princes (respectivamente galerias do rei, da rainha e dos príncipes).
Um dos símbolos da cidade é o Manneken-pis, uma estutueta de bronze de cerca de 50 centímetros, com várias lendas que circulam a seu respeito.
Le Sablon é o bairro dos antiquários, e lá podemos encontrar a igreja Notre-Dame du Sablon e Le Petit Sablon, um jardim excepcional em um local que foi um antigo cemitério.

Um pouco mais longe fica a Cathédrale des saints Michel et Gudule, do estilo gótico "brabançon", que começou a ser construída em 1226. A catedral foi completamente restaurada entre 1982 e 1999, ocasião em que foram descobertos vestígios da antiga igreja romana e da cripta romana.


Outro local a visitar (apesar do lado de fora) é o Palais Royal de Bruxelles, união de quatros construções do século XVIII. O Parc Royal, enorme e ali ao lado deve ser lindo nas outras estaçéoes do ano, mas no inverno estava bem tristonho.
Um pouco afastado do centro da cidade fica o Parc du Cinquantenaire, onde podemos encontrar, além de diversos museus e outros monumentos, Les Arcades du Cinquantenaire, construída por iniciativa do rei Leopoldo II em comemoração ao cinquentenário aniversário da independência da Bélgica em 1880, mas a obra só foi inaugurada em 1905.


Outras atrações:
O Atomium (vestígio da exposição universal de 1958 ea atração mais popular de Bruxelas), o Centro Belga da Histórias em Quadrinhos (Centre belge de la bande dessinée) e o Museu  Jacques Brel.


5 comentários:

Rosely disse...

O bom de morar na Europa é poder visitar outros paises com pouco tempo de deslocamento. Aproveite!

Anônimo disse...

Oi Milena é a Rosangela, vamos ver se agora vai ...
Fomos só pra Bruges e amei, mas Bruxelas tb é muito linda !!!!

Anônimo disse...

consegui !!!!!
Bisoussss

Enaldo disse...

É a estátua do Manequin du Botafeaugaux.

Suzi Raquel disse...

oi...realmente a belgica tem seus encantos e muitas hstorias,tenho o privilegio de morara aqui rsrsrs bjus adorei teu blog e tbem eo assuntos sobre o q saber antes de casa com um estrageiro muito mesmo ...parabens