segunda-feira, 1 de julho de 2013

China, paraíso das compras?

Quase tudo que a gente vê pelo mundo afora é fabricado na China, sabemos que a mão-de-obra lá é barata e tal, mas será que a China é o paraíso das compras?

Tudo depende... Para mim, sim, mas não quer dizer que seja para todo mundo. Por que?

Primeiro porque em 99% dos lugares os preços dos artigos não estão afichados e então o vendedor pode decidir o preço de acordo com a cara do cliente... E no nosso caso, enquanto ocidentais e sem dominar os diversos dialetos falados no país, só passamos por turistas ou no máximo expatriados (= ricos). Então o jeito é negociar e muito................ E haja paciência!!! Por isso eu digo que não é para todo mundo! Confesso que só não comprei mais pois não queria negociar quando tinha tanta coisa para visitar e perde-se um bom tempo mesmo. 
Eu não tenho muita para isso, então eu ouço, decido na minha cabeça quanto estou disposta a pagar, digo ao marido e ele oferece a metade desse preço "ideal" para iniciar as negociações.
E podem ter certeza que o vendedor chinês não nos deixa mais em paz até que a gente compre!!! Geralmente eu saia de fininho e Sylvain ficava negociando e depois me encontrava todo sorrisos.

Ele faz coleção de cadeados esquisitos.

Vale salientar que mesmo que a gente negocie muito e consiga comprar pelo preço que tinhamos em mente, quem fica ainda mais feliz é o vendedor, o que significa que sempre pagamos mais caro do que poderiamos! Não adianta sofrer por isso, a dica é ter em mente um preço que você está disposto a pagar e pronto. Não adianta chorar depois o leite derramado. Eu particularmente não sou de explorar as pessoas, por exemplo, se um objeto precisa de um dia inteiro para ser feito, não vou oferecer 1 euro, pois ninguém aqui na Europa trabalha por 1€ por dia, então porque vou fazer isso na China ou onde for?

E segundo porque tudo depende do que se deseja comprar! 

Lembrancinhas tem para todos os lados, todos os preços e a gente se diverte escolhendo!


 Esse não comprei, não tenho certeza que meus amigos apreciariam...
Mas esses gatinhos fazem sucesso na certa! 

Porém se queremos produtos de qualidade de verdade, temos que colocar o preço. Já tinhamos a intenção de comprar roupa de cama em seda, então sabíamos que o preço não seria nenhuma bagatela nas lojas oficiais, mas sempre mais em conta que os preços europeus.
Difícil foi escolher!
Os chás produzidos na China são geralmente de excelente qualidade, para mim os melhores do mundo, mas para isso temos que ir nas lojas de qualidade também... E chá de verdade custa caro!!! Mas vale lembrar que 100gr já é uma boa qualntidade, assim não precisamos nos assustar com o preço ao quilo.
A medicina tradicional chinesa é muito reputada e é possível comprar ervas e outros elementos em lojas especializadas, farmácias tradicionais e feiras.

Roupa não foi nada fácil encontrar, já que quando alguma loja tinha o meu tamanho, era um XXXL... Mas tive muita sorte pois passei por uma loja, vi uma foto de um casaco de inverno lindo... Mas estava fazendo uns 38ºC e a loja estava toda com roupa de verão. Com gestos consegui me fazer entender e a vendedora foi abrir umas caixas e conseguiu encontrar o meu tamanho!!!

Tudo bem que tenho uns 20 quilos a mais que a modelo, mas acho que me vai bem ainda assim!

Artigos para pintura e caligrafias chinesas também séao excelentes aquisiçéoes, para os amadores e interessados, assim como pinturas chinesas.


Se comprei alguma coisa que me arrependi? Duas coisas:
 Eu sempre odiei Crocs, mas lá todo mundo usava e achei esse modelinho muito fofo... Negociei Comprei, e quando fui usar em Hangzhou, em primeiro lugar, no sol ele se transforma em rosa FLUORESCENTE... E depois de uns 20 km andando pela cidade (marcados no meu aparelhinho que mede a quilometragem), meus pés ficaram em... carne viva!!!
Não comprei um vestido tão elegante assim, mas 2 mais curtos e simples que eu jurei que usaria na primavera/verão europeus, mas a meteorologia não ajudou...

Nas grandes lojas e estabelecimentos das grandes cidades é possível pagar com cartão de crédito... Mas em 99% dos comércios da China se paga em dinheiro em espécie mesmo... tem que ter dinheiro na mão! Mas como se diz, dinheiro na mão é vendaval...
As melhores taxas de câmbio são oferecidas pelo Bank of Chine. Se levar euros ou dólares, pode-se trocar nas agências bancárias, mas também é possível retirar nos caixas automáticos (melhores taxas por esse banco, de acordo com nossas pesquisas). O problema é que o limite de saque é pequeno!

No final das contas, conseguimos comprar algumas coisinhas... E tivemos que negociar comprar uma mala para poder trazer tudo...

8 comentários:

Enaldo Soares disse...

Bom, pelo menos vocês não caíram no golpe do chá.

Paula disse...

Milena

Onde você comprou a crocs? Será que era verdadeira?
Eu tenho duas crocs (modelo bonitinho rs) e sempre uso pra viajar porquê eu ando o dia inteiro e os pés não doem, achei "estranho" ela mudar de cor e ficar em carne viva. As crocs deixam vc pisando em algodão, é uma delícia andar com elas, as minhas duas sapatilhas são a melhor aquisição pra viajar que eu já fiz!

bjos

Rosely disse...


Milena adoro seus posts mas nem sempre comento. Achei interessante essa abordagem sobre compras. Eu quando viajo me interesso muito em conhecer o maximo que posso do lugar e experimentar a boa comida e a cultura. As lojas sempre ficam em segundo plano. Quando busco alguma coisa são corujas pra minha coleção. Mas legal o garimpo que vc fez na China. beijinhos Rosely

Suzyy - Vaidades Femininas disse...

Adorei o post. É sempre bom viajar e conhecer novas culturas. abs
www.blogdasuzyy.blogspot.com

Kellen Bittencourt disse...

Oiii Milena, estou aqui lendo e ficando mais deprimida kkkk explico: Lembra que eu tinha planos de ir a China esse ano? Até foi isso que me fez conhecer seu blog, pois é, marido vai ter que ir p Londres ficar 30 dias e com isso $$$ tive que adiar meus planos, #chateada rsr mas continuarei aqui pegando as dicas p quando der certo, muito legal suas comprinhas e as dicas que deu, e sem duvida dinheiro na mão é vendaval mesmo! Bjooooosss

Daphne Desirée disse...

Oi Milena, super explicativo seu post, parabéns, conseguiu esclarecer bem como é a China para nòs,ocidentais. Nunca pensei em visitar os lados de là, mas ultimamente tenho me interessado e seu texto me deixou com uma pontinha de curiosidade em passear pelas ruas da China! Bjinhos, Daphne

Sandra disse...

Pelo jeito não tem nada de 1,99 na China, rs... Gostei de saber como ocorre a negociação pelos lados de lá. Tem mesmo que ter muita paciência.
Eu acho que a sua Crocs era made in China, rs... pois geralmente as verdadeiras são muiiiito confortáveis!

Milena F. disse...

Enaldo, temos que tomar cuidado mesmo em cidades com muitos turistas ocidentais, como Pequim e Xangai.

Paula e Sandra, pela loja parecia "oficial", mas o problema é que Crocs não é feito para caminhar 20km... Foi mah escolha mesmo, pois nesse dia pensei que não iria caminhar quase nada, mas no final fizemos um percurso enorme! As bolinhas massageadoras eram uma delicia no inicio, mas no final massageou tanto que não sobrou quase nada do pé!