terça-feira, 21 de junho de 2011

Madame Butterfly

Desde que cheguei na França decidi que iria aproveitar o máximo possível das atividades culturais que estão a nossa disposição, tudo isso no limite do meu bolso e das minhas capacidades intelectuais...
Já tinha tido a oportunidade de assistir a uma belíssima versão da ópera "A flauta encantada" em Porto Alegre, apesar de bem modesta, e desde então virei fã!!!

Depois disso, pude assistir grandes opras como Rigoletto, Carmen, Aida e desta vez foi Madame Butterfly, de Giacomo Puccini...

Desta vez foi por ocasião do programa "opera en plein air (ópera ao ar livre), que acontece todos os anos na França entre o final da primavera e durante o verão. Cada ano são escolhidos locais históricos para a representação das óperas, com uma incrível associaçéao entre a obra, a arquitetura e a iluminação. sempre com artistas, maestro e orquestras muito talentodos, e com uma direção impecável. Desta vez foi no Château de Vincennes (metrô linha 1, estação do mesmo nome, direção oposta à La Défense).

Em Vincennes já terminou, mas quem está por aqui ou está pensando em dar uma passadinha, a tournée vai até setembro, e locais de prestígio na região parisiense vão acolher as representaçéoes, como o Parc des Sceaux (15 minutos de Paris pelo rer B), e o fechamento ocorre no château de Chantilly nos dias 16 e 17 de setembro.

Um vídeo da música mais conhecida de Madame Butterfly (tenho certeza que mesmo quem não gosta ou nunca prestou atenção em ópera já ouviu!), na voz da Maria Callas. Outras sopranos fabulosas: Kiri te Kanawa e Montserrat Caballé.



Resumo de Madame Butterfly:
Um oficial da marinha americana em serviço no Japão, Pinkerton, casa-se com uma jovem geisha, Cio-Cio-San, dita Butterfly. Mas ele não leva esse casamento a sério, ao contrário dela, que deixou para trás família e religiéao por ele. Chamado de volta aos EUA, ela fica no Japão aguardando seu retorno, dando a luz a um bebê. 3 anos mais tarde ele volta ao Japéao, mas em companhia da esposa americana para buscar o filho.

P.S.: uma deas minhas frustrações é nunca ter visto Pavarotti (meu ídolo!) em cena... C'est la vie !
Site oficial do espetáculo: http://www.operaenpleinair.com/

8 comentários:

Ale Quejinho disse...

Puxa, q bom poder ir no cinema...ja faz um tempo q so vou assistir cartoon com o pequeno homem daqui de casa.
Bem, agora nos veremos em paris,
Ate la
Ale

CaFoFo online@ disse...

E como tem cultura pra ser aproveitada num é?!!
Eu sempre tive muita vontade de assistir uma ópera... nunca assisti, pode?
Já ouvi falar muito da Madame Butterfly, deve ser ótima!
Beijokas,

** a ferramenta "seguidores" em meu bloguito tá como "estilosos" na barra lateral, como o seu aqui ;)

Amehlia Digital ® disse...

Olá!
Vim conhecer seu cantinho...
E vai ser mt bom ler sua opinião sobre um lugar tão encantador.=)
Um bejim grande!

Flávia - Compartilhando Idéias... disse...

Nossa Milena, pelo resumo deve ser uma história muito triste. Será que tem em filme? Queria muito assistir.
E você faz muito bem em aproveitar Paris culturalmente falando. Tudo isso que você está vivendo e buscando aí ninguém vai lhe tirar. É um patrimônio só seu.
Aproveite!

Ah, e obrigada pelo comentário sobre os gatinhos. E vou te dizer uma coisa: seu marido tem razão em não querer um gatinho ou algum outro animal de estimação para não atrapalhar em caso de viagem. Eu mesma queria ir para São Paulo com a minha família daqui, mas ainda não dá. Então teremos que esperar os gatinhos crescerem um pouco mais, temos medo que os nossos cães os comam!!!! aff.....

Beijos querida!

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Já assistiu o filme/documentário de Carla Camurati de Madama Butterfly? é muito bom. Eu gosto muito da Mirella Freni no papel de Cio-cio-san, Plácido Domingo como o mau marido rs.

(sei que vc mora ai na França e deve saber disso, achei a idéia impressionante!
http://ciencisagora.blogspot.com/2011/06/paris-utiliza-calor-dos-canais-de.html - uma idéia bacana mesmo.)

bom fim de semana!

Milena Fischborn disse...

Amelia, muito obrigada!

Flavia, acho que tem em filme sim... Não tive tempo de pesquisar, mas tem vários filmes inspirados no mesmo tema... Você já0 viu o filme "Memórias de uma Gueixa"? E sobre os gatinhos, é realmente esse o receio do meu marido... E por enquanto a gente vai adiando essa decisão!

Milena Fischborn disse...

Alexandre, ainda não vi esse filme/documentário, mas a Carla Camurati é muito talentosa, vou tentar procurar!
Obrigada pela dica do blog e do post sobre Paris. Não tinha ouvido falar, provavelmente é uma iniciativa meio isolada, como um projeto piloto, e ainda pouco divulgado! Excelente idéia!

Milena Fischborn disse...

Ale, com criança imagino que seja difícil mesmo... minha cunhada diz que nunca mais foi ao cinema desde que a filinha nasceu! E já vai fazer 2 anos!!!

Ca, quem sabe na próxima você vai? Não estou conseguindo te seguir, vejo os "estilosos" no canto direito do seu blog, bem abaixo, mas não consigo ver os seguidores e é impossível clicar...