segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Parisiense, eu?

Esportiva, eu?

Difícil de dizer... No passado nunca fui, mas há alguns anos decidi de me inscrever em uma academia e tenho conseguido seguir com uma certa regularidade... Se tenho preguiça de ir, quando estou lá adoro, me sinto muito bem e se tenho tempo fico horas e horas!

Mas se sempre gostei de caminhar (e sou capaz de caminhar 25km por dia quando estou viajando), nunca gostei de correr e antigamente achava a coisa mais chata e uma das mais nogentas do mundo (ficar toda molhada de suor, eca!). Mas isso foi mudando de uns anos para cá até que este ano enfim me inscrevi em uma corrida.

No ano passado tinha perdido as datas de inscrição para a La Pasisienne, uma tradicional corrida em Paris só para mulheres, mas esse ano recebi o e-mail da empresa lembrando das incrições e já era a data limite. sem tempo para pensar, respondi na hora que queria participar!

Assim que chegou a confirmação bateu aquele medo... Afinal, eu nunca tinha corrido 6,7km e teria menos de 3 meses para me preparar.

Em junho comecei a correr com o meu marido 2 vezes por semana. Coincidiu com a minha promoção no trabalho e comecei a trabalhar mais longe de casa e mais horas por semana... Chegando em casa após 20h, morta de fome, preparava o jantar e ia correr lá pelas 23h, nas ruas mesmo ao lado de casa. Desde os primeiros dias já percebi que a resistência aumentava visivelmente, e o meu objetivo era simplesmente conseguir realizar a prova, independente do tempo.

Mas aí em julho saímos 3 semanas de férias e mesmo se foram semanas intensas, não corremos. Algumas pessoas acham fácil correr quando estão viajando, eu não acho muito prático pois exige levar mais um calçado sem contar a roupa para a corrida, que precisa ser lavada diariamente! Quando estamos viajando como mochileiros, não podemos nos dar ao luxo de carregar mais peso, ainda mais roupa que se não for lavada todo dia fica fedendo na mochila e contaminando as outras, sem contar que já é cansativo esse tipo de viagem e não sobra muita energia para correr.

Voltando de férias foi bem cansativo retomar o ritmo intenso do trabalho, ainda recebemos 3 sobrinhos (crianças) de férias aqui em casa, então não tínhamos como deixá-los em casa sozinhos para ir correr*

Foi só no ínicio de setembro que me bateu o pânico da prova que se aproximava rapidamente e eu nem um pouco preparada! Retomamos o treinamento 2x por semana e eu outras 2x na academia. 

Pronta? Não, mas deu para fazer a corrida e curtir muito esse momento! (mesmo se hoje estou toda dolorida!)

Melhores momentos:
 Esse ano foram cerca de 35 mil participantes, de todas as idades e condições fisicas.

 A minha empresa foi representada por cerca de 40 "corredoras". 
Muitas empresas francesas incentivam a pratica de esportes e a minha inclusive reembolsa uma parte do preço da academia.

 Mesmo se a competição é aberta à outros paises, predomina (e de longe) as francesas. 
E como elas são esportivas! 
Quanto condicionamento fisico e quanta energia!
 A média das participantes é de 37 anos, elas são mães de familia e profissionais.
 Mas tem gente que corre para valer e para ganhar. A vencedora desse ano realizou os 6,7km em menos de 23 minutos!



 No inicio não senti cansaço nenhum, tudo ia bem até o km 4. Mas ai bateu uma vontade imensa de ir ao banheiro e eu não conseguia mais parar de pensar nisso. 
 A partir do km 5 começou a ficar dificil para mim, e vejam como eu estava me arrestando nos ultimos metros... O sorriso desapareceu!

 Mas quanta felicidade em ter terminado a prova. Foi realmente uma vitoria para mim, e realmente me sinto muito orgulhosa de mim mesma. Acredito que a gente pode sim mudar habitos, mesmo apos os 30 anos!

Com certeza um dia inesquecivel!

* Muitas mulheres correm sozinhas, é claro, mas meu marido acha muito perigoso uma mulher correr sozinha devido aos crimes ocorridos nos últimos anos aqui na França em que as vítimas eram mulheres fazendo jogging. O último foi justamente na semana passada, às 17h (ainda dia) em um parque não muito longe aqui de casa!)

8 comentários:

Marta FG disse...

Muito legal esse seu post sobre desporto. Gostei muito! Beijinhos.

P.S- continuação de boas corridas (eu bem que também precisava)!

Fernanda AGUT- MIRAILLE disse...

Parabens Milena por sua forca de vontade!

Natalia Itabayana disse...

Parabéns, Mi!!
Correr é muito bom e relativamente facil, o mais dificil é driblar a preguiça e as desculpas pra não correr!

Day disse...

Parabéns, Milena!
Eu adoro caminhar e fazer ginástica localizada, mas sou uma negação pra correr. Mesmo assim decidi certa vez começar. Conclusão: dores nos dois joelhos... Deixei pra lá, hoje só caminho, mas gostaria também de poder correr, parece divertido participar dessas provas.
Um beijo

Debbie Abelha disse...

Parabéns!!!! Nossa!!! Vocë me inspirou muito nesse post. Eu preciso com urgência dessa determinação, organização e forca de vontade.

Vanessa in Paris disse...

Que maximo Milena,
Eu todo ano digo q vou me inscrever e acabo esquecendo.
Tenho amigas q correm 15 km por dia e eu nem 5. A verdade que não curto correr, mas queria me lançar. Dizem q é ótimo.
Eu sou da yoga e do pilates, entao ja viu.
Mas sinceramente acho o maximo.
Parabens!!!

Bruxa do 203 disse...

Parabéns!!! Participar de uma corrida é uma grande conquista e ótimo para a saúde.

Também adoro caminhar e em viagens é ótimo para conhecer melhor cada cidade.

Anônimo disse...

Bonjour,..ontem enviei um comentário,..então hoje tentarei outro,..gostei muito do seu blog Milena,...bjs 1000!!!!

Soraia Costa