terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Por onde andei em 2014?

Ao buscar algumas fotos para ilustrar esse post percebi que realmente escrevi pouco no blog, e não consegui falar das viagens como gostaria.

Janeiro: Aproveitamos um final de semana e simplesmente atravessamos a fronteira para conhecer melhor nossos amigos belgas. Gand é uma cidade linda que nos surpreendeu! Tão bonita quanto Bruges, mas bem mais animada e viva, com gente de verdade, não apenas turistas.


Fevereiro: Já comentei que adoro visitar no inverno países que na minha imagem são frios e combinam com o inverno, e seguindo esse princípio fomos conhecer o frio norueguês. Tivemos um pouco de azar (ou sorte?), pois esse ano quase não fez frio! Oslo sob a neve é um encanto!


Mas cansados do friozinho, dos dias cinzas, em fevereiro também fomos para o Marrocos!
E realmente começamos com muito sol e temperaturas agradáveis, mas também pegamos muito frio e mesmo muita neve, quase ficamos bloqueados quando quisemos atravessar as montanhas do Atlas, uma das cadeias de montanhas que corta o Marrocos.
Mas foi só passar uma curva e nos deparamos com o deserto e o calor!




Realmente o Marrocos nos surpreendeu: tem de tudo em termos de clima e o povo é bem hospitaleiro. Lá também encontramos outros franceses e fizemos grandes amigos que são, como nós, apaixonados por viagens.

Março: Voltamos à Nápoles não somente pela comida e pelo ambiente, mas para visitar dois sítios arqueológicos incríveis: Pompéia (que todo mundo já deve ter ouvido falar) e Herculanum, outra cidade destruída pela erupção do vulcão Vesúvio no início da nossa era.


Também passamos em Bordeaux para visitar amigos e aproveitamos para esticar em Saint-Emilion.
Saint-Emilion
Bordeaux

Abril: Voltamos à Turquia, mas desta vez para visitas bem arqueológicas, com locais remarcáveis e inesquecíveis como Efesus, Afrodisias, Millet, alé de uma passada pela cidade de Antalya, bem "européia", moderna em termos de habitantes, nada a ver com a Turquia que a gente vê quando vai à Istambul.



Maio: Na falta de viagens mais longas, passeamos pela região parisiense e aproveitamos para conhecer o castelo do escritor Alexandre Dumas

Junho: A idéia era aproveitar as comemorações dos 70 anos do Dia D, o desembarque dos aliados na Normandia. Porém na última hora percebemos que não tinhamos sido formalmente convidados, como Barak Obama, a rainha da Inglaterra, o presidente russo ou os antigos combatentes e suas famílias. Ou seja, para nós, só mesmo de longe!
Resolvemos passar por cidades mais calmas da Normandia (nessa época de comemorações, pois de uma forma geral elas são o resto do ano calmas), como Falaise e seu majestoso castelo de Guilherme (ou William) o Conquistador e aproveitamos o ar puro e fresco de Clécy.
Falaise
Clécy

Julho: Nossa grande viagem de férias de verão começou na Malásia e se estendeu durante 3 semanas atravessando a Tailândia com uma mochila (cada um) nas costas. Ou melhor, Sylvain com duas mochilas e eu com nenhuma :)

Kuala Lumpur, na Malásia

 Tailândia
Fez muito calor, curtimos muitas praias paradisíacas, comemos muito bem (pelo menos eu, acho que o marido não diria a mesma coisa), visitamos muitos templos e ruínas antigas. Ficamos entre espiritualidade e natureza. Essa viagem foi bem eclética!

Agosto: De volta à Paris, aproveitamos um final de semana e demos um pulinho em Saint-Malo, uma cidade costeira da Bretanha que adorei quando estive pela primeira vez na França em 2008, e que 6 anos mais tarde continuou me encantando, apesar da metereologia que não ajudou muito.


Setembro: Com as mudanças no meu trabalho e as férias de verão recém terminadas e o retorno das aulas, não consegui organizar nenhuma viagem em setembro e Sylvain não queria se ausentar nesse período que para ele é decisivo. Ocasião de aproveitar melhor dos restaurantes e teatros parisienses, Nuit Blanche e Jornadas do Patrimônio, e ainda demos uma saidinha de Paris para visitar a casa de Rodin que fica fora de Paris, em Meudon.

Outubro foi bem intenso: começou com uma viagem à trabalho na cidade Francesa de Arles, no coração da região chamada Camargue. Famosa pelas suas ruínas datando da Antiguidade (seu anfiteatro romano), pelos seus campos e seus cavalos brancos correndo pelo pelos campos alagados, berço dos Gipsy Kings, cidade de Christian Lacroix e sem esquecer a mulher Arlesienne, sinônimo de mistério, elegância e liberdade.


Continuamos esse mês descobrindo outros lugares da Alemanha, como Stuttgart e Berlim.

Stuttgart
Berlim

Novembro me proporcionou a oportunidade de rever Londres, mas desta vez com as amigas. Fui meio que por impulso, em um momento em que realmente estava muito atarefada, cansada e sem poder sair de Paris. Mas valeu a pena!


Em dezembro vou ficar por aqui mesmo, sem tempo nem energia para viajar.
E eu que achava que não tinha conseguido viajar tanto em 2014, acho que no final das contas nossos passeios não deixaram nada a desejar!

Espero poder continuar fazendo o que gosto em 2015 e desejo tudo em dobro a vocês que leram até aqui.

2 comentários:

Kenia disse...

Olha gostei do post e acho que vou copiar!!! Eh bom pra nos dar uma ideia de tudo que fizemos e que ainda queremos fazer na vida, adorei!
Desejo otimas festas e muita saude e paz pro ano que vem!
Bjs

naterradaluavirada disse...

Linda postagem! Parabéns pelo ano cheio de viagens, que o próximo ano seja parecido! =D

Beijos,
Lidia.