terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Já pensou em ir para o Marrocos?


O Marrocos é um dos destinos mais clássicos para os Europeus, principalmente os franceses, já que o país foi colônia francesa, é fácil de se comunicar em francês por lá. Hoje existem muitos marroquinos e descendentes vivendo na França, encontramos em todas as esquin as de Paris. Alguns são inconfundíveis, outros se misturam facilmente à população "local".

Muitos franceses também decidem ir viver no Marrocos, MAS após a aposentadoria, já que o custo de vida é bem mais baixo e com uma aposentadoria modesta na França eles podem viver muito bem por lá. Sem contar o clima!

Porém, se para nós, brasileiros, é uma destinação exótica, cara e de uma certa forma "glamourosa" (quem não lembra da Jade e da novela O Clone?), para os europeus é uma viagem barata e mesmo banal.

Quando insisti com o marido que queria conhecer o Marrocos, ele me disse: "todo mundo vai ao Marrocos!"
Eu tentei rebater que então era mais um motivo, se todo mundo já foi, a gente nunca poderia dar a nossa própria opinião nas conversas e discussões. Ficaríamos para tráas. Ele acabou se convencendo, não por esse motivo, mas pela história, arquitetura e paisagens. E o fato de ser uma viagem economicamente interessante, fica mais fácil de inserí-la nas pequenas férias.

Entretanto se muito europeu vai para o Marrocos, muita gente fica em clube/hotel com piscina e/ou praia, com toda infra-estrutura e conforto, tudo com tudo incluso, para descansar mesmo. E na minha opinião ser ver quase nada do país.

Nós decidimos visitar alguns pontos estratégicos, é claro. Quem sabe quando ficarmos mais velhos e se os filhos vierem a gente opte por uma fórmula mais "calma".

O que você acha/ pensa sobre o Marrocos?

14 comentários:

Sandra disse...

Milena, eu tenho muiiita vontade de conhecer o Marrocos, e como você citou, acho que foi desde que vi na novela o Clone, rs... Porém, estando no Brasil, esse destino se era quase "de luxo" (para os meus padrões). Aqui já conheci muita gente que viajou para lá. Eu tive duas colegas de curso do Marrocos, na verdade uma era francesa, mas na "cara" (e no nome) ficava claro que ela era marroquina.
Já falei com meu marido sobre um dia visitarmos este país, mas ele sempre conta uma coisa negativa que ouviu de colegas que lá estiveram, que a idéia acabou ficando esquecida. Parece que os vendedores são beeeeem insistentes com turistas. Tome cuidado, pois já ouvi que os homem "secam" as mulheres, rs...
Ah, e aqui o destino de aposentadoria para os suíços é a Tailândia ou Maiorca!

Beth Blue disse...

É um dos meus sonhos de viagem que ainda não realizei...Fui na Tunísia em 2006 e gostei muito, mas como fui com um menino de 7 anos ficamos mesmo em um hotel com piscina e à beira-mar. Comentei no meu blog sobre a viagem! Por causa das temperaturas elevadas (fomos em julho e pegamos 43 graus), acabei não conseguindo fazer todas as excursões que queria...fiquei com vontade de voltar!

Por outro lado, a visita ao souk foi uma das piores experiências da minha vida. Mulher viajando sozinha nesses países é complicado. Com filho pequeno (e louríssimo na época) mais complicado ainda, Chamamos muita atenção...você indo com o marido certamente terá outra experiência!

Vou voltar pra ver as fotos e posts depois...curta bastante sua viagem!

Beth Blue disse...

Aqui está o post da minha experiência traumática em Sousse, cidadezinha histórica com mesquita onde não pude entrar (proibida para turistas, principalmente porque era verão).

http://bethblue.blogspot.nl/2010/07/impressoes-da-tunisia-parte-ii.html

lili disse...

Fui a muito tempo atrás e a primeira coisa que me vem à lembrança é caos (como uma 25 de março desp ou saara do rio de janeiro)

Eliana disse...

Eu tenho uma amiga que andou por algumas partes do Marrocos e se encantou com tudo por lá...porém o namorado dela, na época, era um marroquino. Meus sogros quase todos os anos vão pra lá, mas ficam nos tais "resorts" e, vez ou outra, fazem alguns passeios. Fizeram amizade com um funcionário do hotel e foram convidados pra um jantar na casa dele. Minha sogra se encanta com o comércio e a modernidade. Bom, eu gostaria de ir uma vez, mas confesso que fico receosa para explorar por conta própria sem ter algo com um grupo ou guia. A gente nunca sabe onde pode ir parar e nestas horas eu sou a turista precavida. rs

Suzala Moura disse...

Nunca pensei em visitar o Marrocos, mas se houvesse a oportunidade e a possibilidade eu iria sim...acho muito legal conhecer outras culturas e todo lugar tem o seu charme...
Beijos

Caio Matias disse...

FIz um ano de intercambio na Franca antes de conhecer meu noivo e acho que eu nunca irei no marrocos, quem sabe daqui a alguns anos mas eu tenho resistencia a paises islamicos por ser homossexual e diversas outras coisas... amigos meus na epoca de intercambio me falaram SUPER mal das pessoas e disseram que a unica coisa que vale a pena é o passeio do deserto, mas de resto.
De exotico pra exotico preferiria ir pra Asia, sempre tem preços bacanas saindo de paris, seja ir pra Tailandia ou japao. parabens pelo seu blog um abraço

Milena F. disse...

Sandra, eu também tinha essa imagem negativa dos vendodores do Marrocos, mas ao contrário dos egipcianos, eles são muito simpáticos, levam na brincadeira e não são muito insistentes. Rimos muito, nos convidaram para beber chá, meu marido brincava com eles, e as vezes a gente comprava algo em uma loja e na loja ao lado (onde não compramos) o vendedor fazia questão de embalar bem o produto e de nos oferecer um chá! Foi realmente muito legal, fiquei surpresa e muito contente!

Beth, tb conheci pessoas que foram para a Tinisia e tiveram uma experiência negativa nos souks, mas realmente foi diferente no Marrocos. mesmo viajando com o marido, ele fica muito para trás nas viagens (fotografando) e acabamos visitando muitas lojas separadamente. Fiz amizade com uma francesa que estava sozinha com o filho de 10 anos e ela tb teve essa impressão positiva, fez muitas compras sozinha, foi até ao cabelereiro sozinha e passeamos bastante juntas.

Lili, os souks são realmente caóticos, um ambiente único... Melhor estarmos preparados. Mas já quanto ao trânsito, até achei tudo bem calmo!

Eliana, também tinha um pouco de medo, mas o Marrocos atualmente é um local seguro para os turistas (temos que tomar cuidado com os batedores de carteiras e enrolações), ao contrário da situação atual do Egito e da Tunisia. Mas em cidades como Fez e Casablanca, melhor mesmo ir acompanhado de um grupo ou guia, existem muitos aproveitadores. Mas sobre modernidade, eu pelo menos fiquei longe dela... talvez eles falem dos grandes resorts para turistas ou realmente das villas para os ricos, mas a população vive em grande simplicidade e longe de muita modernidade...

Caio, realmente os países islâmicos são bem restritos aos homessexuais, mas no Marrocos a situação não é tão ruim e eles toleram relativamente bem. Viajei com um casal de mulheres, elas gostam muito do país (já foram diversas vezes) e nunca tiveram problemas, mesmo se todo mundo se liga que elas são lésbicas (mas elas são de natureza discreta e não se abraçam ou se beijam em público, por exemplo). A pessoa que eu conheci que foi ao cabelereiro lá (em uma cidade pequena) foi atendida por um cabelereiro homossexual. Então nos explicaram que muitas coisas no Marrocos, na teoria não são bem-vistas, mas são toleradas, e que cada um faz a sua vida. O mais difícil é mudar a mentalidade das famílias tradicionais.

Tatiana disse...

Mi querida...não sei porque eu não estava recebendo as tuas atualizações...to te seguindo novamente e coloquei o teu blog na minha lista...agora tem que ir...rs!!
Bom quanto ao teu tema...eu sou do tipo topa tudo, viajar é comigo mesma,imagina o Marrocos com cultura, arquitetura, comidas...tao diferentes.Adoraria conhecer!
Não consegui saber se você ja foi ou ainda ira,bom..mas com qualquer uma das duas respostas,faz um post da sua viagem pra vermos fotinhos!
É engraçado como certos destinos podem se tornar banais para uns e tao excêntricos para outros...rs...
Sobre o seu comentário la no meu blog, adorei o dizer dos franceses..rs.. "trop gentil, trop con", você me fez voltar ao passado, não usava essa palavra "con" a anos...voltei as minhas origens...e o pior que é isso mesmo!!!
Parabéns pela sua firmeza e promoção!!!
Bjks!

Patricia Merella disse...

Ola Milena
Muito obrigada pela força e gentileza no meu blog.Ca na Bélgica tambem tem muitos marroquinos e os Belgas amam ir a Marocos pelo custo beneficio.Sim,eu penso tambe em ir,dficil convencer o marido;concordo que para conhecer um pouco mas da cultura precisa sair das 5 estrelas e se aventurar um pouco,linda semana,beijinhos

Nina disse...

Oi Milena, entao, gostaram?
Os alemaes tbm vao pra la com frequencia, é mt barato.

Eu estava resfriada qd cheguei a Marrakesh, que é cheia de motinhas velhas que soltam uma fumaca terrível pelas ruelas da cidade, mas foi só isso que me estressou por lá. Amei tudo, a comida, os chás maravilhosos, as paisagens, as construcoes, e mais ainda, as pessoas, que dessa vez tive mt contato, porque ficamos nao num grande hotel, com tudo incluso, mas em uma Riad, ou pousada, que ficava num bairro tipico e cheinho de gente simples e simpatica, que pertence, obviamente, a um francês ;-)

Amei amei e amei e voltaria novamente, se soubesse que as motinhas foram extintas ;-)

K disse...

Vc vai amar o Marrocos é mágico, paisagens incríveis!!!
Bjs

Viagens marrocos disse...

"Olá! Adorei o seu blog e vou partilhar com meus amigos e clientes. Super interessante, super focado e uma visão diferentes sobre viagens.
Como sei que gosta muito de viagens e ajudar gostaria de aproveitar para o convidar a conhecer o site do meu projecto em Marrocos (http://www.viagens-em-marrocos.com) e quem sabe ainda viajamos juntos.
Obrigado.
Omar"

Viagens marrocos disse...

"Olá! Adorei o seu blog e vou partilhar com meus amigos e clientes. Super interessante, super focado e uma visão diferentes sobre viagens.
Como sei que gosta muito de viagens e ajudar gostaria de aproveitar para o convidar a conhecer o site do meu projecto em Marrocos (http://www.viagens-em-marrocos.com) e quem sabe ainda viajamos juntos.
Obrigado.
Omar"