domingo, 15 de dezembro de 2013

Istambul: Santa Sofia e Pequena Santa Sofia

Um dos momentos mais marcantes que tive esse ano foi durante minha visita à cidade de Istambul. Tive a oportunidade de "descobrir" essa maravilha através de meus próprios olhos, se sentir seu cheiro e respirá-la.
São muitos locais e monumentos para visitar, e a cidade não se esgota com o passar dos dias. Se tudo nos parece exótico e novo (apesar do seu passado) duas maravilhas da arquitetura bizantina me marcaram em pleno centro histórico:

Basílica de Santa Sofia (Aya Sofya Camii)

Aya Sofya significa Santa Sabedoria ou Sabedoria Divina. Inaugurada no ano de 570, foi o maior templo cristão até a construção da Basílica de São Pedro, no Vaticano, mas isso cerca de 1000 anos mais tarde, façanha de Michelângelo.
 Vista noturna
Vista diurna em um dia ensolarado de março

Imagem anterior a 1453, quando era um templo cristão.

Em 1453, com o episódio histórico conhecido como Queda de Constantinopla (antigo nome de Istambul), foi transformada em mesquita na mesma noite, ordens do Sultão Mehmet.

Infelizmente seu interior ricamente decorado está em péssimo estado de conservação. Porém, considerando os séculos passados e os esforços, até que damos um desconto.

 Seus mosaicos são de uma fineza em cada detalhe.

 Seu interior esplendoroso contrasta drasticamente com sua arquitetura externa pesada e "desgraciosa". Vale lembrar que se trata de uma construção muito antiga. Teme-se um novo seísmo, e dizem que mesmo se a cidade inteira pode ser destruída pela (falta de) qualidade de seus prédios, a Santa Sofia deve permanecer em pé. E eu acredito fiamente nisso!





Vista da Mesquita Azul através de uma de suas janelas.

Se o local já foi Igreja e Mesquita, desde Ataturk não é mais local de culto, mas sim um museu. A entrada é paga e fecha às segundas.

Pequena Santa Sofia (Kuçuk Aya Sofya Camii)

Não muito longe da Santa Sofia, perdida em uma das ruelas dos bairros baixos (na parte baixa da colina, em direção ao Mar de Marmara) e escondida pelos prédios ao redor, uma outra mesquita/igreja impressiona, apesar do seu tamanho reduzido e da sua simplicidade.

Trata-se de uma Igreja Bizantina datando dos anos 530 (ainda mais antiga que a santa Sophia), mais tarde transformada em Mesquita, que é chamada de "Pequena Santa Sofia" pela similitude arquitetural com a ilustre. Eu não queria perder de jeito nenhum!
Foi nossa última visita, e mesmo com um mapa não é fácil de encontrar. Mas que maravilha de se perder pelas ruas de Istambul!
 Fortemente abalada pelos terremotos de 1648 e 1763, mas restaurada em 1831. se a sua decoração interna bizantina desapareceu, ela não resta menos autêntica e testemunha da evolução de Istambul ao longo de cerca de 15 séculos.
 Inicialmente preferi não entrar, já que estava de saia (apesar de meia calça grossa e opaca) e fiquei esperando do lado de fora. Foi então que o imam me convidou para entrar, pedeindo que eu tirasse os sapatos (serve para todo mundo) e cobrisse a cabeça (somente para as mulheres). Ele foi muito atencioso e nos explicou tudo em turco, pena que não compreendemos esse idioma. Mostrou todo o interior da mesquita, insistindo para que fotografássemos cada detalhe, que infelizmente não compreendíamos o real significado e importância.
 Eramos as únicas pessoas ali presentes (Sylvain, o Imam e eu) e pudemos apreciar com calma a simplicidade e a magiada pequena Santa Sofia. Toda a luminosidade era natural.
 O local transpira serenidade e é um convite para um momento de calma, o instante de uma prece, independente do "Deus" de cada um. Por que não, já que talvez só exista um?
Agradecemos e deixamos uma contribuição para a manutenção da mesquita, contribuição esta que não é obrigatória, mas de bom tom. 

Além disso, espero que ela continue viva e presente ainda por muitos séculos.



5 comentários:

Marta FG disse...

Que bonito post! Vc teve mais sorte com o clima do que eu, em Istambul! Quem me dera ter lá ficado mais tempo, pois dois dias não dá prá nada. Beijnhos.

Beth Blue disse...

Milena, seu posts sempre me deixam com água na boca! Tenho planos de conhecer Istambul ainda nesta vida...sempre me pareceu um lugar mágico e esta Santa Sofia deve ser linda mesmo por dentro! beijos

PS. Recebi o cartão de natal, muito obrigada!

Allan Robert P. J. disse...

Acredita que ainda não conheço Istambul? Eu, não.

Preciso ir urgentemente!

Feliz Natal!
:)

Bruxa do 203 disse...

Meu Deus, que imagens lindas! Deve ser incrível se perder por essas ruas.

Boia Paulista disse...

Oi, Milena. Tudo bem? :)

Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.
Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

Até mais e Feliz Natal.
Natalie - Boia