sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Coisas do lado de cá...

Uma das coisas que sempre me chocou "do lado" de cá foram os suicídios... Todo dia alguém se suicida nos transportes parisienses, todo dia tem uma nota no jornal em relação a alguém que se suicidou...
Se no Brasil eu confrontei muitos suicícios, era bem mais devido ao contexto profissional, mas sabia que em termos estatísticos, o suicidio no Brasil está longe de ser um problema nacional.

Mas o meu objetivo aqui não é fazer uma análise psico ou sociológica do suicídio, mas apenas um desabafo mesmo: porque um dos meios mais escolhidos é se jogar na frente de um trem, prejudicando o deslocamento de milhares de pessoas? (porque aqui na França, se houve um "acidente de viajante", como eles chamam, todos os trens são interrompidos por no mínimo 3 horas! Um último desafio do suicidário no sentido de atrair a atenção para si mesmo? Se ele acha que não importa para o mundo, pelo menos seu último gesto fará com que milhares de pessoas tenham sua rotina transformada?

Tudo isso porque já era para eu ter chegado em casa há horas, mas devido a (mais um) um suicídio no meu trajeto, só consegui chegar em casa às 23h57... à pé!!!

Eu já sabia que a França estava em 9º lugar no ranking dos paises com maior índice de suicídio... E fazendo umas pesquissinhas em sites especializados, encontrei que 10 mil pessoas se suicidam todos os anos, o equivalente a uma a cada 50 minutos! Eh duas vezes mais que as mortes do trânsito! Eh um dos principais problemas de saúde pública na França, que retrata um grande problema de mal-estar social.

Se as causas são múltiplas, eu destacaria a degradação dos laços familiares e de amizade... sem falar na ausência de qualquer tipo de crença...
Sabemos também que existe uma correlação muito grande entre suicídio e desemprego, pressão profissional, alcoolismo (ou outras drogas) e precariedade...

Um problema muito sério, que deveria ser tratado muito antes que essa pessoa se jogasse nos trilhos de um trem. Depois disso não adianta todo esse circo de todas as autoridades que são chamadas ao local, o procurador que deve estar presente... Na minha opinião todo o trabalho deveria ter sido feito BEM lá atrás!

Mas é apenas uma opinião pessoal e um desabafo mesmo... Boa noite à todos, eu estou cansada da minha caminhada noturna!

Fontes:

DURKHEIM, Emile. O Suicício. Ed. Martins Fontes (livro editado pela primeira vez em 1897, original em francês.). Li para a faculdade e realmente foi uma leitura que me marcou!


10 comentários:

cintia disse...

Que tragico. Ja assistiu o filme The Bridge? Eh um documentario sobre as pessoas que pulam da Golden Gate bridge nos EUA. Nao consigo esquecer. Chocante.

Inaie disse...

Eu, mae de duas adolescentes e ex moradora da NZ vivo com o coracao na boca. Na Nova Zelandia o indice de suicidio tambem e altissimo, e pasme! a grande maioria dos suicidas e adolescente.

Eu vivo pisando em ovos, morrendo de medo que de uma hora pra outra o "eu te odeio""nao pedi pra nascer""minha vida e uma merda"tao caracteristicos da adolescencia acabem virando uma coisa muito pior.

Pelo emnos na NZ o trem nao e um transporte muito usado e os suicidas nao enchem o saco de ninguem ( alem das proprias familias)

Inaie disse...

kkk acabei de evr o comentario do Rogerio rinaldi e da Glorinha Rinaldi no seu blog. Identico ao que eles deixaram no meu.
Marketing direto levado ao extremo...
kkk

Mikelli disse...

nao sabia que a franca estava tao mal na lista...e eu achava que a alemanha estivesse bem mais no topo, pq aqui tb é super comum pessoas se jogando na frente dos trens. E se vc fala do fim dos lacos familiares e amizades, aqui é bem pior. bjs!

Anônimo disse...

Oi Milena,
Desde que descobri seu blog tenho lido seus posts mais antigos. Gosto e tenho aprendido mais sobre a cultura deste país que admiro.Seu blog aborda temas interessantes e inteligentes,parabéns!!
Posso não comentar pq não tenho hábito,mas fique sabendo que estarei aqui.

Anônimo disse...

O pior é quando o suicida resolve levar alguém com ele e empurra alguém na frente do trem junto com ele...

Milena F. disse...

Cintia, ainda não vi, mas ouvi falar!

Inaie, eu acredito muito na educação que se dá principalmente em casa, e como escrevi no texto, nos laços familiares! Então, acredito que a educação que vc deu aos seus filhos não é a mesma! Mas é sempre bom estar atenta à depressão, excesso de pressão escolar ou de "vencer na vida", essas expectativas as vezes exageradas que colocamos nos filhos, e também ao uso de drogas, que atinge cada vez mais todo tipo de população.

Mikelli, para você ver... quase todos os paises com maior indice de suicidio são países ricos, o que chamamos de "primeiro mundo".

Anônimo 1: obriga pela visita, venha sempre e comente sempre que tiver vontade!

Anônimo 2: isso acontece mesmo, e aconteceu várias vezes por aqui! Por isso sempre me disseram para NUNCA esperar o trem perto dos trilhos, nem mesmo na linha de segurança. Se tem parede, fico próxima da mesma, se não tem, fico o mais longe possível dos trilhos.

Vanessa disse...

Puxa Milena, que assunto delicado. Vc como psicologa é a melhor pessoa para analisar este fenomeno. Concordo q aqui, a maioria das pessoas sao desapegadas de qualquer tipo de crença religiosa, q os divorcios nem sempre acabam bem e que os indices de desemprego sao alarmantes e isto para pessoas que ja tem uma predisposiçao a depressao é um "prato cheio". Sei q os indices de suicidio aumentam muito nesta época do ano por causa das festas de fim de ano. Acho que o ceu cinza tb contribui muito para a depressao. Existe epoca mais depre que o inverno aqui na França??? é horrivel o frio, as arvores sem folhas, todo mundo vestido de preto, a noite que chega as 5:30h da tarde, a chuva fina e sempre o CEU CINZA (ate q estamos dando sorte este ano). Acho o frances muito fatalista e pessimista. Como vc disse o negocio é nao andar perto dos trilhos e entregar para Deus. VIVA A VIDA !!! Bjs.

Luciana disse...

Eu não fazia a menor ideia desse problema aí, realmente é complicado, e talvez fosse tempo das autoridades tomarem algum tipo de precaucão, nem sei se isso é possível, mas algo pode ser feito, seja o que for.
A pessoa querer se matar e ainda ter esse ultimo ato egoísta prejudicando os outros... péssimo.

Beijo

Juliana Beaup disse...

Milena, viu que agora tem tocado cada vez mais jovens e pre adolescentes por causa de bullying escolar? A coisa esta feia.....eu sempre tive medo de cair por descuido na linha do trem entao sempre fiquei longe, nao entendo porque eles ainda nao colocaram proteçao na maioria das estaçoes, principalmente nas de maior circulaçao onde isso vive acontecendo! Eu ando bem pouco de metro e ja peguei esse caos duas vezes! Quem anda todos os dias ja deve ter assistido bem mais.....tambem acho que falta medidas pra anteceder esse tipo de coisa, esse fim de semana ouvi um ignorante reclamando que o governo vai gastar grana com psicologos pra jovens criminosos, como o menino que estuprou e matou aquela colega adolescente, que no tempo dele nao tinha nada disso e tudo culpa de "muita psicologia", infelizmente muita gente tem preconceito e acha que se render à um tratamento é coisa de looser, é motivo de vergonha!