quinta-feira, 26 de maio de 2011

O que não pode falta aqui em casa!

A idéia de escrever esse tópico surgiu ao ler o blog da Amanda que fala de Paris e da vida na França. Não é o meu gênero "copiar" assim, mas achei a idéia tão legal que não resisti!!! Copiei a idéia, mas o conteúdo é diferente, espero que ela não leve a mal !?!

1. Lardons: prefiro o defumado ! Eh bem baratinho e serve para tudo, e mesmo para quebrar o galho quando não tenho tempo e estou sem inspiração para cozinhar. Uso sempre que "faço" feijão: refogo os lardons com cebora e alho, depois misturo a lata de feijão vermelho já pronto e se tiver coloco também um cubinho de caldo de feijão. Fica uma delícia, feijão com gosto de novinho (pois sempre só comi feijão no primeiro dia) e rapidinho de fazer. Acompanho com arroz branco e até Sylvain e a minha cunhada viraram fãs e me pedem para fazer!
Também refogo da mesma forma mas depois acrescento crème fraîche (como creme de leite) e fica um excelente molho para massas. Eu olho bem a etiqueta para ver o que eles misturam dentro para dar esse gostinho de defumado. Atenção quem não gosta ou tem preconceito em relação aos porquinhos, pois é carne de porco.

2. Feijão em lata: aqui se acha facilmente em lata o feijão vermelho e o branco, mas sempre uso o vermelho para a "receita" acima. Não pode faltar na minha despensa!!! Enxaguar bem antes de usar para retirar o excesso de sodio.

3. Salada em saquinho: Como só eu como salada aqui, não vale a pena comprar um pé de alface ou uma outra salada, pois em 2 dias ela está velha e murcha... Então eu compro a salada já lavadinha, às vezes picada (como eu gosto!) e com a vantagem de ter varios tipos de saladas misturadas.

4. Saumão defumado: adoro salmão, e defumado é bem pratico e pode ser utilizado de diversas formas. Corto em tirinhas para as minhas saladas (que então é meu prato principal e único na refeição). Também pode ser servido como entrée (entrada) acompanhado de pão ou sobre o pão. Uso em salada fria de massa, sem molho, ou quente com creme de leite como molho para massas quentes. Também faço risotto de salmão!!!
5. Haricots Verts (vagem) congelado: prefiro os da marca Picard, vendidos na loja do mesmo nome. A vagem é o acompanhamento por excelência no prato dos franceses! Gosto de ter os meus congelados e assim uso quando quero! Geralmente vai ser quando almoço sozinha, então cozinho a vagem como acompanhamento de um peixe ou peito de frango, ainda mais agora que voltei a me preocupar com o peso. Eh superprático de usar, e a minha forma preferida é reforgar a vagem com um pouco de cebola picada e uma colher de azeite de oliva e comer quente. Também dá para colocá-los alguns segundos em água fervente e depois escorrer, servindo frio ou quente. Ou então fazer uma mistura com batatas, excelente acompanhamento para peixes!
6. Salada de atum: acho "uma mão na roda" quando decidimos fazer um pique-nique (e agora com o bom tempo acontece seguido!), ou então quando não tenho tempo para almoçar, saindo da academia ou outro compromisso e indo direto para o trabalho. Existem de vários tipos: de arroz, massa, batatas, vários tipos de legumes e são bem equilibradas, além de conter em torno de 300 calorias. Procuro marcas sem conservantes ou com ingredientes "do bem".


7. Gosto muito de ter molho de tomate pronto para quando me falta tempo, mesmo se prefiro fazer eu mesmo o meu molho fresquinho. Uso várias marcas, mas aquela que realmente não pode faltar é a da marca Panzani, do tipo Provençale, bem simples e tradicional. Gosto dessa marca pois o gosto é bem natural e também não tem conservantes.
8. Compota de maçã: gosto de comprar o pacote com essas embalagens individuais, muito usada para crianças mas muito prática para adultos, pois podemos comer em qualquer lugar, não precisamos de colher. Costumo ter sempre uma na bolsa para comer como sobremesa (após a minha salada de atum!), ou para lanchar no meio da tarde. Existem várias marcas, mas prefiro a da marca Andros, e compro o pacote com 20, sabores misturados (maça sozinha ou misturada com pera, damasco, morango). Sem convervantes, igualmente.

9. Mostarda: creio que a mais conhecida é a moutarde de dijon (em referência à cidade), mas ela é muito forte na minha opinião, da primeira vez eu não consegui comer e saí soltando fogo pelas ventas como um dragão!!! Então comecei a comer a moutarde douce (não, não é doce, mas "suave"). Logo passei para a moutarde à l'ancienne (com grãos, bem fácil de reconhecer na embalagem), a minha preferida, mas adoro todas, e agora até como a de Dijon, sem problemas! A mostarda é sempre acompanhada com a carne (mas tem gente que gosta e outros não, eu já me acostumei e agora vou até comer o churrasco gaúcho com mostarda, coitado do meu pai, ficará horrorizado!).
Mas ela é muito usada de outras formas: no molho vinagrette para saladas (azeite, vinagre e mostarda, geralmente), no cozimento de escalopes de frango com creme de leite (fica o molho mostarda). Tem um prato muito conhecido, lapin à la moutarde (coelho com mostarda), nunca comi, mas acho que deve ser bom esse tipo de forma de cozinhar: lambuza-se o bichinho com mostarda (morto, claro!) e depois coloca-se para assar. Também uso a mostarda para substituir a maionese ou manteiga/margarina no sanduíche. Para quem nunca provou a mostarda francesa, o gosto não tem nada a ver com o gosto químico da mostrada americana. Agora nem consigo mais comer a mostrada americana.

10. Suco de laranja pronto: muita gente já ficou escandalizada pois eu consumo suco de "caixinha", ou seja, pronto! Mas não qualquer um, claro! Diferente do Brasil, onde os sucos "em caixinha" de boa qualidade são raros, na França encontramos facilmente sucos 100% frutas, nada de concentrado, nada de água e sem adição de açucar. Os meus preferidos são de laranja da marca Tropicana e Innocent, mas outras marcas boas são Joker, Pampryl e Andros. Quando elas não estão em promoção, compro da marca Carrefour ou Monoprix. E também gosto de suco de uva (100% natural), mesmo a marca mais barata do supermercado Leader Price é boa.
Porém cuidado, evitem sucos à base de concentrado ou o que eles chamam "néctar", que de suco natural não tem mais nada. 
Calculei esse mês (do 20 de abril ao 20 de maio) os nossos gastos com supermercado e o mesmo ficou em 250 euros. Achei um valor bem irrisório, considerando que somos (atualmente) 3 adultos, compro muitos produtos de marca e considerados caros, e realmente compro muita coisa, sou compulsiva em supermercado! Por exemplo, comprei mais de 30 saladas de atum pois estavam em promoção, 24 litros de suco de laranja... Então tenho um estoque considerável aqui em casa...

E você, o que não pode faltar na sua lista de compras, e você gasta muito com supermercado?


Você é gourmet ou gourmand ? Então podera gostar dos outros tópicos relacionados à alimentação:

19 comentários:

Mikelli disse...

o q nao pode faltar aqui é macarrao, blanquet de peru e paezinhos de leite! hehe bjs!

Carla (Arroz de Minhoca) disse...

Milena, 250 euros de mercado num mês? Onde está o segredo? Minha média em Portugal são 450 euros... sou suuuper metodica e anoto todos os gastos há mais de 2 anos... e não consigo baixar a média... Somos 2 adultos e 1 criança, mas acabo sempre por cozinhar para 4 porções porque a gente leva o almoço pro trabalho, afinal come-se com muito ma qualidade nos restaurantes por aqui... Andei analisando as despesas e de luxo de consumo posso considerar: a cerveja do maridão, as carnes da américa do sul e os frangos do campo que são sempre bem mais caros... no mais costumo comprar produtos de qualidade o q nem sempre significa preço mais caro.

Lu disse...

Ah eu tb uso alguns desses produtos.

Essa salada de atum eu nao conhecia; Q sessao ela fica? é congelada?

Olha os saquinhos de salada, eu tb usava, pq somos soh dois aqui e achava q comprando pé de alface seria muito. Mas ai fiz um teste, comprei o pé, e achei q durou muito mais... ela ficava novinha por varios dias, mais q do saquinho. E nao sei pq, achei o gosto melhor.

O salmao defumado, vc usa quente tb? Nao gosto nada defumado rsrs, pra mim tem gosto de cru. Mas fica bom cozinhando ele?

Seus gastos por mês estao otimos, pq eu gasto mais q isso por mês e somos soh 2, e até q nao compramos muita besteira. Mas tb o meu marido almoça em casa comigo quase todo dia (e ele come muuuito rs). Deve ser isso.

Beijinhos :)

Anônimo disse...

Olá é a 1ª vez que vi o teu blogue e adorei tanto!Espectacular Trabalho!
Cumps

Milena Fischborn disse...

Mikelli, também adoro os pãezinhos de leite, mas com dieta já viu, hein? estou só nos cereais completos, bem levinhos!!!

Carla, a diferença deve ser na cervejinha, pois meu marido não bebe nada de álcool. de vez em quando eu compro um vinho ou outra bebida para ter em casa para servir aos visitantes ou para levar quando somos convidados. Até refrigerante todo dia já cortamos. Não pelo dinheiro, pois não estamos a esse ponto de contar as moedinhas, mas coca-cola não precisa e não faz bem, não é?
Também costumo cozinhar para levar para o trabalho (ou faço uma salada ou compro pronta, mas entra nessas despesas), e também compramos muitos pratos prontos para comer no trabalho.

Milena Fischborn disse...

Lu, essas saladas de atum são em lata, ficam junto com as sardinhas e atum em lata. talez em alguns supermercados fique junto com os demais enlatados.
De vez em quando compro a salada em pé, mas aí o problema é lavar e sempre acabo jogando o final fora.
Sim, o salmão defumado tb cozinho, no caso da massa ou risotto, e gosto muito do gosto. Claro que neste caso não acrescento nada de sal, pois ele já é salgado! Mas já o presunto cru, se a gente cozinha fica uma m para o meu gosto!!! De vez em quando coloco na massa, quando não tenho carne descongelada, mas aí tem que ser no final do cozimento só para dar uma esquentadinha de leve, ou então a textura fica horrível!

Anonimo/ Cumps: obrigada, volte sempre!!!

Lu disse...

Merci Milena ;)


Esse mes de junho vou fazer as contas de quanto gastaremos... Mas acho q menos de 250 nao vai dar rs

Fernanda disse...

é, Milena, tb acho que você faz milagre no supermercado! rs
Aqui em casa somos 2 e é na média 350€ por mês. Mas acho que eu gasto muito em açougue e peixe fresco.

O presunto cru para cozinhar tem que ser fatiado mais grosso para não alterar muito a textura, e realmente não pode ficar muito tempo no fogo.

Na sua receita de feijão, você consegue caldo e tudo mais?

Inaie disse...

Gostei do post...a vida aqui em bahrain e bem mais cara. Gastamos em media 500 euros no supermercado e nao tem esse engociod e estoque nao...kkk

beijos

Maria e Joana disse...

Adorei o post, tenho algo parecido no meu jovem blog.
O que mais gostei mesmo foi da fotografia em que está com as compras no pé naquela sacola típica de dos mercados.. hahaha igualzinha a mim!

Te adicionei no reader para ficar ligada nas atualizações. Assim q tiver um tempinho vou colocar uns blogger na minha lista de links favoritos.

Beijos!

Milena Fischborn disse...

Fernanda, no fijão consigo caldo sim, mas como eu não gosto de caldo grosso, não esquanto a cabeça "engrossando o caldo".
A vantagem é que moro em uma localidade "popular" e tem feira 3 vezes por semana ao lado de casa, e os peixes são otimos e baratos. Compro o "peixe do dia", assim como os legumes e frutas da semana, tudo baratinho. Quanto a carne, aqui não consigo de jeito nenhum cozinhar uma carne que fique bem passada sem ficar seca e dura (mesmo tendo ido nos açougues mais reputados da região e pago uma fortuna por um bife!)! Então praticamente desisti de carne de gado, que comemos cerca de 1 vez por semana, e ainda fico decepcionada, pois ou ela fica sangrando e macia para os franceses, ou então fica uma pedra!. Nos demais dias optamos por peixe (e outros frutos do mar, como camarão, noix de st jacques), peito de frango ou peru, e eu como uma verdadeira descendente de alemães (mesmo que a corzinha diga o contrário), adoro carne de porco! E essa é barata e boa (para quem gosta) em qualquer lugar.

Milena Fischborn disse...

Inaie, é mesmo, existem lugares em que o custo de vida é mais alto mesmo... Eu particularmente acho supermercado "super-em-conta" na França, pois a diversidade das marcas faz trabalhar a concorrência... E como a legislação é relativamente forte, os produtos são bons, existem diversas normas e controles.

Maria e Joana, obrigada pela visitinha! Impossível viver sem essas sacolas de supermercado! Bem práticas e resistentes!

C. disse...

Gostei da salada de atum, adoro atum!

Isabele disse...

Aqui em casa fiz as contas e deu uns 300 por mês. Uns 80 só de álccol!kkkk
Acho que se cortássemos todas as besteiras, cairia mais. A vantagem é que vc tem feira 3 dias e com preços bons. Pra mim a feira do sábado não vale a pena, já que é normalmente mais cara do que no mercado (bem...como vou sempre depois do meio dia, ainda pego um restinho bonzinho e com preço legal).
Isabele

Hayla Manuella disse...

Legal o post... mas eu venci vc Milena. Aqui, para 2 eu faço apenas 150€ por mês, no maximo 200€ isso recebendo amigos todos os finds e comprando uns vinhozinhos que meu esposo de vez em quando toma...
Tenho muita creatividade na cozinha e meu esposo não se importa muito se a comida for simples (so uma salada)...
Estamos nos preparando para a chegada do baby, meu cunhado disse que as despesas duplicam... rsrs
O que não falta em casa?
Steak haché, legumes e frutas...

Milena Fischborn disse...

Isabele, realmente a vantagem é que por aqui as feiras são baratas... Compro as frutas, legumes e peixes do dia, que são bem baratinhos. E no supermercado fico de olho nas promoções.

Hayla, que bom que vcs conseguem fazer economias! Aqui em casa já tentei mas não consigo diminuir ainda mais, meu chéri não come sem carne, e sempre tem que ter chocolate, sobremesa, suco tropicana... Disso ele não abre mão! E pra mim não pode faltar o salmão e os queijos, então já viu... Felicidades para a familia que aumenta!!! O bebê é para quando?

Enaldo disse...

Eu acompanho a seção porte-monnaie do site Rue89 e realmente a média de gastos em supermercado, para um casal, fica em torno dos 300 euros. Brasileiro é que é mais gordinho e passa disso, rs...

Anônimo disse...

Pena que eu não conheci seu blog antes de ir a Paris. Passei um mês no apê comendo espetinhos e galinha assada, alguma saladinha e bebendo bons vinhos a preços inacreditáveis.
Vou consultar seu blog para a próxima viagem. Feijão, eu levei do preto na mala E café também.

Tui disse...

Adorei teu blog!
Quando estive em Paris fiquei preocupada porque vocês comem muita carne e eu tenho pavor, sou vegetariana, mas passei muito bem aí, tinha milhares de opções. Ainda bem que meu francês é bom e eu não comi nada que não soubesse o que era!

:) beijo